O que fazer para motivar as crianças preguiçosas

· 4 de março de 2018
Embora não seja muito comum que crianças apresentem essa característica, as crianças preguiçosas são um problema real para os pais. Como prevenir e lidar com essa situação?

Geralmente, as crianças são ativas e cheias de energia. É exatamente por esse preceito básico que é pouco comum encontrar crianças preguiçosas. No entanto, quando isso acontece é necessário questionar as razões desse comportamento.

Como saber se uma criança é preguiçosa?

É pouco comum que as crianças sejam preguiçosas. Pelo contrário, as crianças costumam ser cheias de energia e vitalidade. Dessa forma, é necessário definir muito bem quando considerar que uma criança se encaixa nessa categoria.

Uma criança preguiçosa não é uma criança que simplesmente não deseja cumprir com seus deveres, como, por exemplo, não querer fazer a tarefa da escola ou ajudar em casa. Uma criança preguiçosa é uma criança que se mostra indiferente inclusive no momento de brincar ou se divertir com os amigos.

Há momentos em que a criança mostra uma completa falta de interesse por atividades que antes a motivavam. É nesse momento em que os pais devem ficar alertas para descobrir o porquê desse comportamento. É importante descobrir o que está acontecendo com a criança para poder tomar as medidas adequadas.

crianças preguiçosas

Por que algumas crianças são preguiçosas?

Os motivos pelos quais as crianças ficam preguiçosas podem ser muito variados. Evidentemente, há uma falta de interesse e motivação pelas atividades cotidianas.

No entanto, é importante que os pais consigam definir o que levou a criança a desenvolver essa apatia. A seguir, vamos ver alguns dos aspectos que favorecem o aparecimento da apatia ou da preguiça nas crianças.

Problemas com outras crianças

Em muitas situações, o aparecimento da preguiça pode ser indicativo de um problema subjacente mais forte. Um exemplo disso é se a criança não está se relacionando bem com outras crianças da mesma idade ou, inclusive, se sofre algum tipo de chacota.

Esse problema pode trazer como consequência o isolamento e a falta de vontade de realizar com outras crianças as atividades que antes gostava de fazer.

Mudança de interesse

Em outras situações, o aparecimento da preguiça pode ser resultado de algo tão simples quanto uma mudança nos interesses da criança. Talvez agora ela demonstre apatia por certas atividades recreativas porque simplesmente não gosta mais.

Ausência de rotina

A falta de estabilidade e de uma rotina pode levar à apatia ou à preguiça. Nesse sentido, a mudança constante pode influenciar no fato de a criança não encontrar atividades das quais gosta. É importante que os pais proporcionem às crianças rotina e certa estabilidade para que, no futuro, a criança não desenvolva outros problemas de conduta ainda mais graves.

crianças preguiçosas

O que fazer para motivar crianças preguiçosas?

Prestar atenção nas mudanças

A coisa mais importante que os pais podem fazer é ficar atentos a qualquer tipo de mudança que a criança possa apresentar. Quando perceberem essas mudanças, é indispensável buscar o motivo, o porquê elas acontecem. Será que é um problema na escola, problema de autoestima ou simplesmente uma mudança de interesses?

Conversar com a criança

A comunicação é essencial em qualquer tipo de relação. Mas com as crianças é particularmente importante. Conversar com a criança é essencial para descobrir o que está acontecendo, mas também o que a motiva.

Com base nisso, os pais poderão tomar as medidas necessárias. Por exemplo, talvez a criança já não demonstre mais interesse pelo futebol, mas, sim, pelo basquete. Pois então, a ideia é incentivar para que ela faça atividades que a motivem e a encham de energia.

Mudança de interesses

Existem muitas crianças que mudam rapidamente de preferências e interesses. Os pais podem tentar incentivar diferentes atividades esportivas e recreativas até que a criança encontre uma que realmente goste.

Estimular uma rotina

Estimular uma rotina é importante para que a criança tenha estabilidade. É possível atribuir à criança algumas tarefas simples, como tirar os pratos da mesa, regar as plantas, arrumar a cama, entre outras. Dessa forma, a criança vai se sentir envolvida ao ver que seus pais depositam confiança nela para realizar essas atividades.

As crianças preguiçosas não são o caso mais frequente. No entanto, em algumas situações e sob algumas circunstâncias, a apatia pode se fazer presente. Não se trata de um problema grave desde que os pais tomem as medidas necessárias para ajudar a criança. Dessa forma, conseguirão evitar o desenvolvimento desse comportamento que não será benéfico em nenhum aspecto da vida do pequeno.

Recomendados para você