Os rabiscos das crianças e seu significado

· 27 de janeiro de 2019
Através de seus rabiscos, a criança começa a descrever o que sente e observa. A seguir, vamos te contar porque eles não são apenas simples linhas desenhadas.

Os rabiscos das crianças geralmente surgem a partir dos 18 meses de idade, que é quando elas começam a fazer sinais gráficos como um meio de expressar suas habilidades.

As crianças se divertem desenhando essas linhas sem sentido para algumas pessoas, mas que para elas representam obras de arte, fruto de seus pensamentos e ideias.

A importância dos rabiscos das crianças reside na ativação da imaginação e das habilidades motoras finas desde cedo. Isso é benéfico para que a criança desenvolva suas capacidades e habilidades. Assim, ela também encontra uma maneira muito divertida de expressar suas emoções.

Quando a criança começa a fazer seus traços em uma folha, eles tendem a ser impulsivos, desconectados e descontrolados. Elas movem o braço inteiro para poder cobrir o espaço disponível. Essa atividade as diverte e entretém, além de promover a evolução dos primeiros estágios do desenvolvimento artístico.

À medida que crescem, as habilidades das crianças são fortalecidas e elas adquirem novas habilidades para desenvolver melhor os seus desenhos.

Dessa forma, passam a segurar melhor os lápis na mão e suas linhas se tornam mais definidas. Quando a rotina escolar começa, elas melhoram o que aprenderam em casa com mais técnicas.

Quando as crianças tiverem a curiosidade de pegar um lápis de cor, não hesite em permitir e ensiná-las a usá-lo corretamente. Dessa forma, elas podem começar a capturar seus primeiros traços artísticos e se iniciar no mundo dos rabiscos, que certamente serão, tanto para você como mãe quanto para a criança, criações inesquecíveis.

Tipos de rabiscos das crianças e seus significados

Nos primeiros dias, quando a criança pega um lápis de cor para tentar traçar seus rabiscos no papel e se inicia no processo de coordenação motora e cerebral, é quando começa a primeira fase do desenho infantil ou rabisco.

 Tipos de rabiscos das crianças e seus significados

Rabisco descontrolado

É um nível motor observado em crianças de aproximadamente 20 meses e também é conhecido como rabisco bagunçado. É caracterizado por traços ou marcas de lápis ou cores que não têm ordem ou significado. As crianças podem usar um ou vários materiais para produzi-los.

Nesse estágio, a criança sente uma descarga motora quando desenha e usa o desenho para mostrar sua nova linguagem e maneira de se comunicar. Além disso, ela se inicia no reconhecimento dos materiais.

Essa fase é de extrema importância, uma vez que desperta suas habilidades motoras e a atenção pelo ambiente. Tudo isso, consequentemente, será refletido na folha.

Rabisco controlado

Esse é um nível perceptivo manifestado por crianças de 20 a 30 meses. A partir daqui, os traços começam a tomar forma.

As crianças seguram os lápis mais corretamente, e observa-se que elas suavizam os movimentos ao desenhar. As linhas são mais longas e mais definidas e elas se esforçam para preencher a folha inteira com suas expressões gráficas.

Nesse nível, a presença do cinestésico é notável. Isto é, a capacidade de usar o corpo para expressar ideias. As crianças olham mais claramente para o mundo ao seu redor e, em seguida, o expressam na folha. É quando elas começam a desenhar círculos, pontos e linhas cortadas.

“A importância dos rabiscos das crianças reside na ativação da imaginação e das habilidades motoras finas desde cedo”

Rabisco com nome

Também conhecido como nível de representação, vai dos 30 aos 48 meses. Nesse estágio, a criança já tem mais domínio de suas habilidades motoras e é capaz de explicar o que desenha. Geralmente, reflete na página o que observa ou sente, embora o que desenha não se pareça com a realidade.

Durante essa fase, a criança começa a escolher os materiais a serem usados, o que será pintado e de que cor. Além disso, ela centraliza o seu desenho um pouco mais e vai se orgulhar das possíveis reações recebidas dos adultos que virem as suas criações. É por isso que é extremamente importante encorajá-la e parabenizá-la por seu trabalho.

Rabisco pré-esquemático

Esse nível compreende dos 3 aos 7 anos. Nesse caso, a criança representa os objetos que vê, além das pessoas e dos animais, por exemplo.

Esses desenhos podem ser entendidos um pouco melhor, embora as figuras humanas sejam um círculo para a cabeça e duas linhas para o corpo. Muitas crianças desenham os dedos das mãos e cabelos.

Por estar em idade escolar, é na sala de aula que as crianças vão explorar seu potencial com os traçados. Lá, elas vão manifestar as suas ideias, compartilhar com seus colegas e ter uma visão melhor do mundo infantil.

Os recursos para as suas obras de arte vão ser variados e elas vão poder desenvolver suas habilidades motoras ao máximo.

Rabisco controlado

Os níveis seguintes são: o esquemático, que vai dos 7 aos 9 anos, e o de maturidade gráfica, que vai dos 9 aos 14 anos. É nesse último que ocorre o aperfeiçoamento dos rabiscos das crianças, que na verdade já vão ser desenhos.

Durante esses estágios, a criança demonstra abertamente suas habilidades com os traçados e combinações de cores.

Por tudo o que foi dito anteriormente, os rabiscos infantis são muito importantes. Principalmente porque eles despertam as habilidades motoras do cérebro.

São exatamente essas habilidades que vão ajudar as crianças a se expressarem no futuro através de diversas composições artísticas, tais como o desenho e a pintura, por exemplo.

  • Burgess, A. W., & Hartman, C. R. (1993). Children’s drawings. Child Abuse and Neglect. https://doi.org/10.1016/0145-2134(93)90015-W
  • Einarsdottir, J., Dockett, S., & Perry, B. (2009). Making meaning: Children’s perspectives expressed through drawings. Early Child Development and Care. https://doi.org/10.1080/03004430802666999