Posso chorar escondida, mas sempre tenho um sorriso para meu filho

30 Setembro, 2018
Quando foi a última vez que você chorou escondida? Pode ser que você não faça isso sempre, pode ser que tenha feito hoje mesmo.

Longe de ver esse fato como um sinal de fraqueza ou de falta de confiança em si mesma, você deve enxergar o fato como ele realmente é. Chorar escondida é um momento necessário de alívio pessoal.

Chorar não é ruim. De fato, durante a gravidez, o puerpério e os 3 primeiros anos de vida dos nossos filhos, chorar é algo normal em muitos casos.

Em geral, essa ação não está relacionada a nenhum problema clínico. Chorar de vez em quando para emergir de novo livre de tensões é um pouco catártico e até restaurador.

Por outro lado, a tarefa da criação é um teste de resistência para o qual ninguém nos preparou durante a vida.

Ao longo da nossa vida, assumimos muitas responsabilidades pessoais e profissionais. No entanto, com a chegada do primeiro bebê, experimentamos, de repente, alguns medos sobre os quais não havíamos pensado antes.

Com um filho, cada dia é um desafio diferente. É preciso assumir o fato de que os livros não explicam tudo.

Nossas mães, amigas ou irmãs podem ajudar com as experiência pessoais delas. Mas cada criança é única e cada família, cada pessoa, vive uma realidade diferente.

Às questões relativas à criação, devem ser somados, sem dúvidas, o aspecto econômico, o trabalho, o lar, a manutenção da felicidade com seu companheiro, etc.

Sem nos esquecer, é claro, da nossa autoestima e do nosso crescimento pessoal. É como viver em um quebra-cabeças no qual todas as peças devem se encaixar perfeitamente, no qual tudo deve ser perfeito.

E algo assim é um grande foco de estresse e de ansiedade.

Razões pelas quais choramos escondidas

“Por causa dos hormônios!”, muitas pessoas vão dizer. “Essa necessidade de chorar escondida e essas quedas repentinas de humor são o efeito das mudanças hormonais tão comuns em todas as mães”.

chorar escondida

Bem, é possível que em algum momento isso faça alguma diferença. Não há dúvidas. No entanto, nós, mulheres, não somos “hormônios com pernas”.

Os hormônios não determinam tudo o que somos e sentimos. De fato, os pais e as mulheres que não deram à luz, mas que são mães, às vezes também sentem esse caos emocional.

Vamos ver agora algumas das razões pelas quais podemos acabar nos sentindo assim.

O cansaço acumulado

Se as lágrimas servem para alguma coisa, é para nos alertar. Ou seja, para aliviar as emoções e nos permitir pensar com clareza.

  • Às vezes, dormir pouco, ser responsável por cada coisa que nosso filho faz ou deixa de fazer nos deixa em um estado de alerta muito desgastante.
  • Quando estivermos nessas situações é preciso delegar funções durante um tempo para podermos descansar.

Você não vai ser uma mãe ruim por tirar um cochilo ou por tomar um banho relaxante enquanto seu companheiro ou alguém da família cuida do seu filho.

Não sei porque meu bebê está chorando

Podemos acreditar ou não, mas o choro de um bebê nos deixa em estado de alerta e aguça no mesmo instante o nosso instinto maternal.

Além disso, nos deixa em um caos emocional muito grande quando não sabemos por que o bebê está chorando ou do que ele precisa.

chorar escondida

  • Essas perguntas são muito comuns para as mães de primeira viagem. Por sua vez, podem representar um foco de estresse que em dado momento pode terminar em outra “choradeira” às escondidas. A nossa.
  • Não hesite em consultar um pediatra para tirar qualquer dúvida que você tiver. Os bebês choram por motivos muito básicos: fome, medo, necessidade de carinho e conforto, porque precisa que sua fralda seja trocada, etc.

Acho que estou feia

A maternidade muda nosso corpo. Ganhamos peso e não é nada fácil voltar às medidas de antes. A retenção de líquidos, o abdômen saliente, nossos seios, as estrias, as varizes, nosso rosto com bochechas tão saudáveis.

Não conseguimos evitar achar que estamos pouco atraentes frente ao espelho. Ao mesmo tempo, dizemos à nós mesmas que não tem problema. Que somos mães e essa é a melhor coisa que já aconteceu conosco.

No entanto, há momentos em que o desânimo chega com força. Porque mal temos tempo de preparar uma boa refeição, de sair para praticar algum esporte…

chorar escondida

São muitas coisas a fazer e não tenho tempo para mais nada!

Você tem um bebê, está pensando em voltar ao trabalho ou já voltou, tenta manter sua casa em ordem, há inúmeras coisas para fazer e preocupações para resolver.

  • Você não tem tempo para mais nada! Nesses momentos em que você chega ao limite, somente uma coisa funciona como alívio: chorar escondida. Somente por alguns minutos, por um breve instante para encontrar a calma.

Se você está passando por essa situação, tente mudar o ritmo aos poucos e se concentrar. Aproveite mais o aqui e o agora com seu filho, pratique yoga, natação, mindfulness…

Apesar de tudo, sempre vou ter um sorriso para meus filhos

Já dissemos no início que chorar escondida não significa fraqueza nenhuma.

Forte é aquela pessoa que se permite ter momentos de cumplicidade com a própria alma para aliviar as tensões, limpar a mente e conseguir enxergar as coisas de outra maneira.

chorar escondida

  • Forte é a mãe e o pai que deixam de lado seus medos, suas preocupações e seu nervosismo para dar o melhor de si aos filhos. Porque aliviar o estresse com lágrimas é saudável. Porque quem se permite chorar entende que os sentimentos e as emoções devem ser expressadas.
  • Coisas desse tipo nos ajudam a ser muito mais habilidosas com nossos filhos, mais empáticas, mais próximas e mais sábias.

Não duvide disso. Se precisar, chore. Depois disso, o sol vai brilhar com mais intensidade.