O Presente, um curta-metragem comovente

Os curtas-metragens são pequenos encantos audiovisuais com fins educativos que convidam também os adultos a um exercício sempre saudável de reflexão.
O Presente, um curta-metragem comovente

Última atualização: 14 junho, 2022

The Present (O presente, em português) é um curta-metragem de animação que conta a história de um menino que joga videogame. Parece muito simples, certo? Mas, na realidade, inclui muito mais do que parece, contando uma pequena realidade cotidiana.

Esse curta-metragem é difícil de esquecer, daqueles que entram em nosso coração e nunca mais saem. Em suma, é um deleite audiovisual capaz de mudar nossas atitudes e, sobretudo, de convidar jovens e idosos a fazer uma reflexão importante sobre a questão da deficiência.

As curtas-metragens são pequenas delícias audiovisuais com fins educativos que convidam também os adultos a um exercício sempre saudável de reflexão.

Os curtas-metragens são histórias de pouco mais de 3 até 7 minutos cujos principais objetivos são:

  • Alcançar todos os públicos.
  • Abraçar nossa fibra mais sensível, tocar nossos corações, aflorar nossas emoções e com isso nos deixar um aprendizado valioso.

Como seus objetivos são muito precisos e as histórias se desenrolam perfeitamente do início ao fim, os curtas-metragens conseguem atingir seus objetivos com o público. Hoje, tanto a Pixar quanto a Disney, entre outras empresas de entretenimento audiovisual, optam por transmitir curtas-metragens antes de seus filmes.

Através dos curtas-metragens buscamos divulgar um tema específico como uma cápsula. Por sua vez, os curtas-metragens têm sido amplamente divulgados na indústria das telonas devido ao sucesso que alcançaram. Muitas vezes o público vai ao cinema e fica feliz em assistir um curta-metragem antes do filme.

Certamente, as reações geradas pelos curtas-metragens são quase inteiramente positivas. Isso diz muito!

Reconhecido mundialmente

O presente um curta em movimento

O Presente é um curta-metragem que já ganhou mais de 60 prêmios e já apareceu em mais de 180 festivais de cinema.

Quem foi seu criador? Bem, nada mais e nada menos que um jovem estudante alemão. Jacob Frey, estudante de animação na academia de cinema de Baden-Wuerttemberg.

Esse curta-metragem foi o projeto de final de ano de Frey. Sua pequena joia ganhou uma importância transcendental na vida de muitos e você definitivamente não pode ficar de fora.

Também é importante destacar que desde que estreou em 2014 o número de espectadores só aumentou. Já está disponível nas redes sociais e ficou tão famoso que fez sucesso nas buscas na internet.

Qual é o enredo do curta-metragem?

O enredo de O Presente não poderia ser mais simples – assim como cotidiano de muitas famílias – mas não menos criativo ou original por isso.

No início, temos um menino deitado no sofá com de cara feia. A única coisa que ele faz o dia todo é jogar videogame e ele não parece muito feliz. Não parece que sua vida seja muito divertida. No entanto, o bom observador perceberá mais algumas coisas.

À medida que os segundos avançam, logo notamos alguns pequenos detalhes: cortinas baixas, pouca luz e uma certa apatia em nosso jovem protagonista. Em seguida, a mãe do menino entra em cena trazendo um presente dentro de uma caixa de papelão.

É um presente muito especial: um cachorrinho!

O presente um curta em movimento

Está um dia maravilhoso lá fora, abra a janela para deixar o sol entrar. Vamos, por que você não para de brincar e abre o presente que eu trouxe para você? – diz a mãe enquanto o menino não tira os olhos da televisão e se agarra ao videogame.

”O essencial é invisível aos olhos”

Algo que vamos descobrir quando olharmos para o filhote é que ele sofre de uma deficiência: não tem uma das pernas. A criança percebe esse detalhe na mesma hora. A princípio ele reage com estranheza e algum desconforto. Decidindo não prestar atenção no animal, ele opta por ignorar o filhote.

No entanto, o cachorrinho instantaneamente nos encanta com seu caráter, com sua atitude positiva. Para o cão, sua deficiência não importa. A perna perdida não é obstáculo para correr, jogar bola, desafiar a própria vida.

Ao longo do curta, veremos ele caindo e se levantando normalmente. Essa vontade de melhorar, essa vitalidade transbordante e esse positivismo é o que vai acabar tirando o menino de seu isolamento, da sua zona de conforto.

Aprenderemos, por exemplo, como em um determinado momento, todos nós podemos ser capazes de assumir situações contraditórias, de aceitar o que nos acontece e colocar em prática uma atitude resiliente.

Esse curta-metragem é claramente inspirado em “O Pequeno Príncipe” de Antoine de Saint-Exupéry, mas isso não diminui sua originalidade. Pelo contrário, destaca esse aspecto.

Para além da aparência, além de nossa forma, nosso tamanho, nossa natureza ou aspecto físico, estão as essências.

Assim, para além daquele rostinho bonito e daquele corpinho em que falta uma perna, existe um verdadeiro herói que luta todos os dias para ser melhor e que agora deseja acima de tudo conquistar o coração de uma criança.

Convidamos você a ver esse curta com os seus filhos, sobretudo prestando atenção no final. É aí que está o melhor detalhe, aquele que sem dúvida nos fará chorar e promoverá mais do que uma boa reflexão.

Clique aqui e confira O Presente!

Outros curtas-metragens

Acima, falamos sobre um curta para curtir e compartilhar. Em outro espaço, já falamos sobre A Viagem de Said, aquele curta que oferece a oportunidade de trabalhar com crianças e adolescentes sobre questões atuais e valores tão importantes como o respeito por outras culturas.

Além disso, você se lembra de quando o convidamos a descobrir Dia e Noite? Neste, falamos sobre reflexões relacionadas à aceitação e ao respeito pela diversidade.

Certamente, a partir de agora, você aguardará o lançamento dos curtas-metragens com a mesma expectativa que nós.

Pode interessar a você...
A Banda de Um Homem Só: um curta para refletir sobre a rivalidade
Sou Mamãe
Leia em Sou Mamãe
A Banda de Um Homem Só: um curta para refletir sobre a rivalidade

A Banda de um Homem Só é um curta de animação da Pixar, que nos faz refletir sobre o problema da rivalidade. Conheça essa bela criação!