Quantas cesáreas uma mulher pode fazer?

25 Março, 2018
Descubra a seguir tudo sobre as cesáreas e os partos. Quantas cesáreas uma mulher pode fazer? Quais são os riscos? De quanto em quanto tempo a mulher pode fazer uma cesárea?

Você já se perguntou quantas cesáreas uma mulher pode fazer? Existem diferentes opiniões e critérios sobre esse assunto.  

A maioria das mulheres não sabe com certeza quantas cesáreas pode fazer para dar à luz. Há pessoas que acreditam que mais de duas cesáreas já representa um alto risco para a mãe.

Outras afirmam que a mulher pode fazer até três. No entanto, há especialistas que dizem que depois de uma terceira cesárea é possível ter um parto natural, mas na prática não é nada fácil.

Quantas cesáreas uma mulher pode fazer?

A maioria dos médicos recomendam que as mulheres não façam essa intervenção mais de três vezes. Certamente, tudo depende do caso e da saúde da mulher no momento da cirurgia.

De acordo com alguns estudos, o risco que uma mulher corre numa cesárea é irrelevante. Mas há casos em que a frágil parede do útero aumenta as chances de a bolsa estourar.

Como consequência, ocorrem uma série de complicações obstétricas graves, acompanhadas de risco de mortalidade materna e, em especial, fetal.

quantas cesáreas

Com que frequência?

Então, quantas cesáreas uma mulher pode fazer e com que frequência? As estatísticas indicam que depois de fazer duas cesáreas, a porcentagem de risco quadruplica.

Os médicos afirmam que o melhor período entre duas cesáreas é entre 12 e 18 meses. O tipo de incisão também interfere nessa conta. Afirma-se que as verticais envolvem mais riscos, principalmente se a mulher já fez uma cesárea.

Os riscos

Além de saber quantas cesáreas uma mulher pode fazer, é importante conhecer os riscos da intervenção. Em geral, são levados em consideração os seguintes fatores: as aderências e a ruptura uterina.

As aderências consistem em faixas de tecidos cicatriciais que se formam depois de cada cesárea. Quer dizer que, na medida em que o tecido vai cicatrizando, é possível que produza contato com outros órgãos localizados perto do útero: o intestino ou a bexiga, por exemplo.

Cada cesárea origina uma cicatriz com características e efeitos diferentes. Primeiramente, a parede do útero enfraquece e, por outro lado, há possibilidade de novas aderências.

As aderências representam um maior risco na região cicatricial das cesáreas e podem se romper.

As aderências podem causar problemas de fertilidade, pois dificultam que as trompas de Falópio desempenhem suas funções. Por outro lado, podem também causar dores, pois impedem o livre movimento de certos órgãos internos.

A ruptura uterina é a consequência mais perigosa e de maior gravidade tanto para o bebê quanto para a mãe.

É possível ter um parto natural depois de uma cesárea?

Há muitas dúvidas ou controvérsias sobre esse assunto. Apesar disso, é considerado um ato normal realizar um parto natural após ter tido outros bebês por meio de cesáreas. Em geral, não há nenhum fator genético que impeça.

Vale destacar que muitos obstetras recomendam uma cesárea após o terceiro parto.

Mas o ideal nessas situações é procurar a opinião dos ginecologistas. Devemos perguntar quantas cesáreas podemos fazer, com que frequência, etc., para que tudo fique claro e você possa tomar a melhor decisão possível.

quantas cesáreas

“Dar à luz e nascer nos leva à essência da criação, quando o ser humano é corajoso e destemido, e o corpo um milagre de sabedoria”
-Harriette Hartigan-

Recomendações para todas as mães

No momento de programar uma nova gravidez, o correto seria que seu ginecologista conversasse com você sobre os possíveis riscos. Paralelamente, é extremamente importante que ele deixe claro quantas cesáreas você pode fazer.

Embora esteja comprovado que a cesárea é uma intervenção segura e que é realizada frequentemente em todas as clínicas obstétricas, é necessário zelar pela sua saúde e ter bom senso.

A decisão final está nas mãos da futura mãe. Mas sempre é essencial contar com todas as informações necessárias para não correr riscos desnecessários.

Então, quantas cesáreas uma mulher pode fazer? No máximo três se a mulher tiver uma boa saúde.