O sentido do olfato durante a gravidez

17 Fevereiro, 2020
Muitas mulheres sentem um aumento do olfato enquanto estão grávidas. Vamos mostrar aqui as mudanças que ocorrem nesse sentido durante a gravidez.

Durante a gravidez, muitas mulheres experimentam mudanças no sentido do olfato. Isso pode acontecer com certos alimentos e produtos para a pele e com o odor corporal. De fato, isso pode causar náuseas e até mesmo sentimentos de raiva e episódios de depressão.

Devido às ligações entre olfato e paladar, a aversão a certos alimentos pode andar de mãos dadas com a mudança no sentido do olfato durante a gravidez. Isso geralmente acontece no primeiro trimestre e pode até mesmo chegar a causar episódios de enjoo matinal.

Além disso, vários estudos confirmam que é comum o aumento do sentido do olfato durante a gravidez. A maioria das mulheres grávidas percebe uma maior sensibilidade olfativa nessa fase.

No entanto, algumas mulheres percebem apenas uma leve mudança no sentido do olfato, enquanto outras acham que certos odores ficam insuportáveis. Em um grande número de casos, tudo volta ao normal com a chegada do bebê.

O olfato durante a gravidez

A gravidez afeta o corpo de cada mulher de forma diferente, por isso não se sabe exatamente qual será a reação das mamães a certos cheiros.  

Infelizmente, não há nada que você possa fazer para evitar esses odores que induzem náuseas até que descobrir quais são eles. No entanto, você deve saber que existem muitas maneiras de evitá-los.    

Entre outras dicas, você pode reduzir as chances de entrar em contato com odores que possam causar problemas evitando alimentos e bebidas.

Ao mesmo tempo, você também pode lavar as suas roupas com maior frequência, pois as fibras podem reter odores fazendo com que eles permaneçam durante mais tempo do que você gostaria.

O sentido do olfato durante a gravidez

Causas da mudança no olfato durante a gravidez

Não está claro porque as mulheres reagem de maneira diferente a certos odores quando estão grávidas. No entanto, isso pode ser causado pelos seguintes fatores:

1. Aumento do fluxo sanguíneo

O volume de plasma no corpo quase dobra durante a gravidez, o que significa que tudo o que se move, desde o sangue até o cérebro, chega mais rápido e em maior quantidade. Isso, por sua vez, deixará você mais sensível aos cheiros captados pelos seus receptores olfativos.

2. Alterações hormonais

Os níveis crescentes de estrogênio e hormônios durante o primeiro trimestre podem causar náusea e vômito. Se você já tem náusea, é provável que um cheiro forte faça com que ela piore. Lembre-se de que o aumento do sentido do olfato está intimamente relacionado ao enjoo matinal.  

3. Mecanismo de proteção

O seu sentido do olfato pode até mesmo ser um mecanismo de proteção para mantê-la longe de toxinas e outros venenos que poderiam afetar o crescimento do bebê. Nesse caso, essa seria uma ação instintiva originada em nossos ancestrais.

“Algumas mulheres percebem apenas uma leve mudança no sentido do olfato, enquanto outras acham que certos odores ficam insuportáveis”.

Como melhorar o sentido do olfato durante a gravidez?

Aqui estão algumas dicas que você pode seguir para melhorar o sentido do olfato durante a gravidez. Se essas alterações não ajudarem e certos odores ainda fizerem você ficar enjoada, descubra quais remédios naturais podem aliviar as náuseas.

  • Coma e cozinhe de maneira inteligente, sempre buscando os alimentos cujo odor você possa suportar.
  • Deixe as janelas abertas sempre que possível, para eliminar os odores da cozinha ou a umidade.
O sentido do olfato durante a gravidez

  • Os odores podem aderir às fibras, por isso pode ser útil lavar roupas, toalhas e roupas de cama com maior frequência do que o normal. Também pode ser útil usar um pouco de aromatizador de roupas.
  • Dê preferência a produtos de limpeza que não contenham perfumes.
  • Tente se cercar de aromas que realmente façam você se sentir melhor. Hortelã, limão e canela são os mais úteis para acalmar as náuseas.
  • Coloque algumas gotas de um óleo essencial que seja seguro, e de que você goste, em um lenço e guarde-o na bolsa. Se você encontrar um cheiro forte que não consiga evitar, talvez seja um bom momento para usar o lenço para mascarar os odores ao seu redor.

Por fim, lembre-se de que é normal que o sentido do olfato seja alterado durante a gravidez. No entanto, você não deve se preocupar, pois, na maioria dos casos, ele volta ao normal após o nascimento da criança.

  • Cameron, E. L. (2014). Pregnancy and olfaction: a review. Frontiers in psychology5, 67.
  • Di Loreto, S. (2005). Prevalencia de náuseas, vómitos, antojos y aversiones en embarazadas del Hospital Escuela Eva Perón (Doctoral dissertation, Universidad de Belgrano. Facultad de Ciencias de la Salud.).