O que fazer se meu filho se queimar na cozinha

29 de abril de 2019
Quando se tem filhos pequenos, uma hora ou outra, acidentes em casa acontecem. É claro que é preciso sempre dar importância à prevenção. Mas se acontecer, você sabe o que fazer se o seu filho se queimar na cozinha?

O que fazer se o meu filho se queimar na cozinha? Devo praticar os primeiros socorros ou ligar para a emergência imediatamente? Muitas das preocupações dos pais são absolutamente compreensíveis. Geralmente, refletem o desconhecimento geral sobre como oferecer os primeiros socorros aos pequenos em caso de acidentes delicados como as queimaduras.

Ser capaz de identificar a gravidade das queimaduras, saber o que fazer em seguida e aplicar os cuidados que a criança precisa podem garantir uma ótima recuperação do pequeno paciente.

O que fazer se meu filho se queimar na cozinha

As crianças são especialmente propensas a sofrer acidentes e queimaduras na cozinha por dois motivos. A primeira é a necessidade de imitar todas as ações dos adultos. Por isso muitas querem tomar iniciativas como cozinhar. A segunda é que os cheiros e as luzes do fogão despertam a sua curiosidade e atenção.

Por isso, é preciso tentar prever as ações dos pequenos para prevenir qualquer acidente. As crianças devem ser impedidas de entrar na cozinha sem a supervisão de um adulto. Da mesma forma, os objetos perigosos, como facas ou fogo do fogão devem ficar fora do seu alcance.

No entanto, todo cuidado é pouco. O que fazer se não conseguirmos evitar um acidente e a criança se queimar na cozinha? Quais são os passos a seguir para resolver essa situação?

Se a criança se queimar na cozinha, mantenha a calma e aplique água fria.

Identifique a gravidade da queimadura

A fim de ser capaz de tomar as medidas mais adequadas em relação a um acidente por se queimar na cozinha, você deve ser capaz de identificar a gravidade da situação. Veja a lista que apresentamos abaixo:

  1. Retire a criança da cozinha assim que o acidente ocorrer.
  2. Coloque água fresca (a uma temperatura de mais ou menos 20ºC ) sobre a pele que sofreu a queimadura. Essa ação evita que o calor penetre nas camadas mais profundas da pele, impedindo que o ferimento se agrave e chegue a uma queimadura de terceiro grau.
  3. Se você perceber que a queimadura é de terceiro grau, você deve levar a criança imediatamente ao serviço de emergências. Se, por sua vez, a queimadura for de primeiro grau e afetou apenas uma área muito pequena, você pode ajudar a criança em casa mesmo.

Tipos de queimaduras e suas características

Existem três tipos de queimaduras:

1. Queimaduras de primeiro grau

Também chamadas de queimaduras superficiais, afetam apenas a camada superficial da pele. Assim, os sintomas das queimaduras de primeiro grau são: vermelhidão da pele, inflamação moderada, queimação e dor na região.

2. Queimaduras de segundo grau

Esse tipo de queimadura passa da camada externa e chega à camada inferior da pele. Essas queimaduras cobrem áreas entre 5 a 7 centímetros na superfície da epiderme.

Portanto, sua gravidade também está relaciona com a área afetada e não apenas com a intensidade. Os sintomas são: vermelhidão, ardência, dor e inflamação com a presença de bolhas.

“É preciso prevenir os acidentes de todas as maneiras. As crianças devem ser impedidas de entrar na cozinha sem a supervisão de adultos.”

3. Queimaduras de terceiro grau

As queimaduras de terceiro grau penetram e danificam todas as camadas da pele, fazendo com que a pele fique preta ou branca, dependendo do caso. Além disso, também causam dor intensa, que é acompanhada de dormência no movimento da área afetada.

É importante enfatizar que a criança pode ter mais de um tipo de grau de queimadura em sua pele ao mesmo tempo. Portanto, se você identificar que a queimadura cobre uma área grande da pele ou parece ser de terceiro grau, é melhor ir ao pronto-socorro ou procurar um especialista.

Dessa forma, e com a ajuda de um profissional, será possível garantir que a recuperação da pele da criança seja total e, na medida do possível, evitam-se as cicatrizes.

Se seu filho se queimar na cozinha, é preciso avaliar a ferida para saber que ajuda aplicar.

Tratamentos para queimaduras de primeiro grau para fazer em casa

Se você identificou que a queimadura do seu filho é de primeiro grau e também cobre uma pequena área da sua pele, as recomendações para o seu tratamento são:

  • Refrescar a área afetada com água, com temperatura de mais ou menos 20 ou 22 graus por pelo menos 10 minutos.
  • Dar um comprimido de ibuprofeno para aliviar a dor.
  • Quando a área estiver limpa, aplicar um creme cicatrizante hipoalergênico, de aloe vera ou babosa, pelo menos duas vezes por dia.

Como última recomendação, lembre-se de que não se deve esfregar gelo na área da ferida e nem aplicar óleos ou cremes gordurosos. Esses procedimentos só podem piorar a irritação e impedir a cicatrização adequada.