Sinais de que uma criança está pensando em suicídio

É muito importante estar ciente dos possíveis sinais de pensamentos suicidas em crianças. Vamos contar tudo o que você precisa saber a seguir.
Sinais de que uma criança está pensando em suicídio

Última atualização: 17 Março, 2021

Infelizmente, o suicídio muitas vezes chega sem aviso, sem que estejamos esperando por ele, sem saber por que tudo aconteceu. Portanto, é preciso estar atento aos sinais, porque são eles que nos dizem que algo está acontecendo e que podem nos ajudar a deter os pensamentos atrozes na mente de uma criança. Vamos conversar sobre os sinais que indicam que uma criança está pensando em suicídio.

O suicídio de crianças é algo que realmente acontece, embora o mundo adulto queira olhar para outro lado pensando que isso nunca vai acontecer no seio de sua família. O suicídio ocorre quando a pessoa (de qualquer idade) não encontra outra saída para o sofrimento e a dor tão profundos que sente. É uma tristeza profunda que distorce e obscurece o pensamento.

É verdade que é horrível pensar que crianças, estando na flor da vida e sendo tão inocentes, são capazes de tirar a própria vida. Embora pensemos que a infância deva ser um momento de absoluta felicidade para os pequenos, nem sempre é assim. Portanto, é necessário saber quais são os sinais mais sutis.

Menino olhando pela janela pensando em suicídio.

O suicídio na infância

O suicídio na infância ocorre entre 5 e 14 anos, e é a partir dessa idade que pode ser realizado com mais sucesso. Na verdade, é uma das causas mais prováveis de morte em meninos e meninas jovens.

É um sentimento mais crítico no desenvolvimento, pois os adolescentes se sentem pressionados, mais estressados, questionam sua identidade, afastam-se da família, isolam-se, sentem-se desprotegidos, têm distorções da realidade, podem surgir transtornos de personalidade difíceis de diagnosticar devido à volatilidade do estágio em que se encontram, etc.

Quando uma criança ou adolescente não consegue encontrar uma rede sólida de apoio em amigos ou familiares, ele se sente abandonado. Esse sentimento de abandono para eles é ainda pior do que a morte.

É preciso estar ciente de que o suicídio pode ser prevenido com um bom aconselhamento profissional e, em muitos casos, com a intervenção de um especialista. Mas para além da importância da intervenção profissional, é muito importante estar atento aos sinais que podem ser detectados para poder pedir ajuda ao especialista o mais cedo possível.

Sinais de que uma criança está pensando em suicídio

Existem alguns sinais que podem indicar que uma criança deseja cometer suicídio. Se você acha que seu filho apresenta algum deles, você precisa procurar ajuda profissional o mais rápido possível.

  • Tem poucas habilidades sociais.
  • Tem dificuldade ou não pede ajuda.
  • Se pede ajuda, é de uma forma tão sutil que é difícil perceber.
  • É considerada uma criança mais madura, tanto emocional quanto fisicamente.
  • Possui inflexibilidade cognitiva.

Embora esses sinais não precisem ser significativos, a realidade é que, se achar ou intuir que seu filho pode ter esse tipo de pensamento, você deve procurar ajuda o mais rápido possível.

Circunstâncias que podem levar a criança a ter tendências suicidas

Existem algumas circunstâncias que podem fazer com que as crianças tenham pensamentos suicidas. Algumas dessas circunstâncias podem ser as seguintes:

  • Depressão.
  • Transtornos afetivos ou comportamentais.
  • Transtornos de personalidade.
  • Sofrer bullying na escola.
  • Tentativas anteriores de suicídio.
  • Problemas acadêmicos.
  • Muitas exigências sobre si mesmo.
  • Perda de uma pessoa amada.
  • Divórcio dos pais.
  • Violência ou maus-tratos de qualquer natureza.
Menina muito triste com um ursinho de pelúcia enquanto pensava em suicídio.

A melhor proteção para uma criança que pensa em suicídio

A melhor proteção sempre será observar atentamente o comportamento da criança e não desviar o olhar quando ela estiver triste ou afetada por um motivo específico. O maior fator de proteção contra o suicídio é ter um apoio familiar sólido.

Para que uma criança peça ajuda, temos que estar sempre disponíveis. Em qualquer momento, em qualquer lugar. Ela deve saber que estaremos sempre ao seu lado, sem qualquer outra preocupação. Você precisa dizer isso a ela e lembrá-la, porque ela precisa que façamos isso.

Mesmo que você saiba que sempre estará ao lado da criança, se a percepção dela a impedir de enxergar nosso apoio, então não estará tão claro para ela. Você deve dizer isso à criança e também demonstrar com suas ações. Para isso, você terá que ter uma boa abordagem e sempre abrir o caminho do diálogo e da comunicação.

Mostre sua preocupação dizendo frases como “Quero ajudar você “. Valide as emoções dos pequenos para que eles aprendam a canalizá-las corretamente e para que em nenhum momento se sintam julgados. Transmita que os problemas na vida são temporários, que uma solução sempre pode ser buscada. É importante trabalhar a autoestima, as relações sociais e ter um ambiente agradável na vida.

Pode interessar a você...
13 Reasons Why, uma série para adolescentes?
Sou Mamãe
Leia em Sou Mamãe
13 Reasons Why, uma série para adolescentes?

13 Reasons Why é uma série que todos os adolescentes querem ver. Mas será que é aconselhável? A seguir, vamos fazer uma análise sobre isso.