Sinais de diabetes infantil

· 26 de abril de 2019
O diabetes infantil pode surgir desde a mais tenra idade, por isso devemos educar as crianças para que tenham hábitos saudáveis.

O diabetes infantil é uma doença que, ao longo dos anos, se propagou de maneira considerável, aumentando de 5% para 10% da população mundial, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Ele surge porque o corpo deixa de produzir um hormônio extremamente importante chamado insulina, a qual inclusive deve ser substituída com um tratamento especial.

No início, o diabetes pode ser desconfortável para a criança porque, dependendo da sua idade, ela deve aprender a aplicar a insulina, conhecer os seus níveis de açúcar no sangue e contar os carboidratos com um aparelho especial.

O diabetes infantil requer atenção constante. Por isso, o controle da administração de insulina e dos níveis de açúcar no sangue melhoraram muito atualmente com os avanços tecnológicos, proporcionando àqueles que sofrem com essa doença com um tratamento melhor.

Sinais de diabetes infantil

Sintomas

Geralmente, os sintomas do diabetes em crianças surgem rapidamente em apenas alguns dias ou até mesmo algumas semanas. Alguns dos sintomas podem ser:

  • Aumento da vontade de urinar. Grandes quantidades de açúcar se acumulam na corrente sanguínea da criança, fazendo com que ela fique com muito mais sede. Isso causará uma maior ingestão de líquidos e um aumento da vontade de ir ao banheiro. Dessa forma, é muito provável que, se for uma criança pequena, ela poderá urinar na cama.
  • Aumento do apetite. Com pouca insulina circulando para ajudar a transportar o açúcar, é muito provável que os órgãos e músculos fiquem sem energia, causando um aumento do apetite no organismo.
  • Perda de peso. A perda de peso é um dos primeiros sintomas do diabetes infantil. Embora essa doença cause um aumento no apetite e a criança coma mais do que o habitual, sem o açúcar necessário para produzir energia os tecidos musculares vão consumir a reserva de gordura corporal.
  • Fadiga ou falta de energia. Pelo simples fato de não ter açúcar suficiente no corpo, você notará que a criança vai se sentir constantemente cansada.
Sintomas de diabetes infantil

  • Mudanças no comportamento. Mudanças de humor serão um problema constante; é muito comum que o humor passe de muito alegre a deprimido ou principalmente irritado.
  • Hálito com odor frutado. Ao queimar gordura em vez de açúcar, o corpo provoca como resultado a criação de certas substâncias chamadas corpos cetônicos, causando um odor frutado no hálito.
  • Cegueira ou visão embaçada. É provável que essa doença cause cegueira, porque com altos níveis de açúcar no sangue, o fluido cristalino dos olhos pode ser afetado.
  • Candidíase. Especificamente as meninas que sofrem de diabetes são muito propensas a sofrer de candidíase genital.

Causas

Não existe uma causa precisa para o diabetes infantil, mas na maioria dos casos de diabetes o sistema imunológico do corpo combate vírus e bactérias, destruindo as células do pâncreas, que é o produtor da insulina.

A insulina tem como objetivo transportar o açúcar (glicose) através da corrente sanguínea para todo o organismo. Em geral, o açúcar entra na corrente sanguínea quando o alimento é ingerido.

Ao ter as ilhotas do pâncreas destruídas, a criança produz pouca insulina; resultando no acúmulo de glicose em toda a corrente sanguínea. Isso pode causar problemas que colocam a vida da criança em risco.

Prevenção

Atualmente, não há solução ou cura para prevenir o diabetes infantil tipo 1. Embora existam muitos exames para determinar se as crianças têm algum tipo de anticorpo relacionado a essa doença, a presença desses anticorpos não torna o diabetes inevitável.

Os cientistas estão constantemente pesquisando como prevenir o diabetes infantil em pessoas que têm grandes chances de sofrer dessa doença. Por outro lado, outros cientistas estão focados em evitar a destruição das células das ilhotas nas pessoas já diagnosticadas.

Prevenção do diabetes infantil

Por enquanto não há nada que possa ser feito no momento do diagnóstico da criança com diabetes, mas você pode ajudar das seguintes formas:

  • Ajude a manter um bom controle do açúcar no sangue.
  • Ensine a importância de ter uma dieta saudável e equilibrada, juntamente com a prática de atividades físicas.
  • Agende consultas médicas para tratar a doença da criança. Nesse sentido, o mais recomendável é ter uma consulta anual.

“À medida que a criança for crescendo, é essencial que ela aprenda os hábitos necessários para administrar adequadamente a sua doença”.

É importante manter esses sintomas em mente para que você possa se precaver diante de qualquer situação ou problema de diabetes infantil.

  • Dra. Sara J. Carlson. (2017). Diabetes tipo 1 en niños. Mayo Clinic.
  • Organización Mundial de la Salud. (2016). Informe mundial sobre la diabetes.