Como ter uma gravidez saudável

· 19 de novembro de 2016

Para resolver ou enfrentar muitas situações na vida é preciso apenas conhecer o senso comum. Assim, se você se pergunta como ter uma gravidez saudável, a resposta mais sensata é: aplicando hábitos saudáveis.

Além de aplicar nossos conhecimentos sobre o senso comum devemos também buscar informação de qualidade. Por isso apresentamos à você um artigo baseado em conselhos retirados de guias de saúde redigidas e publicadas pela Sociedade Espanhola de Pediatria (SEGO).

O primeiro passo é consultar um médico para fazer uma avaliação de rotina, mais conhecida como “check-up”. Esse é um ótimo momento para rever seu estilo de vida, os medicamentos que você está tomando e colocar as vacinas em dia.

Uma recomendação chave é o controle do peso. Tenha em mente que estar acima ou abaixo do peso adequado pode ser prejudicial durante a gravidez. Se você está preocupada com seu peso, consulte um profissional.

Durante a gravidez é natural que você ganhe peso. O recomendado é ganhar entre 10 e 15 quilos. O peso é um aspecto variável que você vai controlar junto com seu médico como parte do programa de cuidados que será realizado durante esta etapa tão especial.

saudavel2

O exercício é vital: mova-se!

O exercício ajudará você a tonificar e fortalecer os músculos e também irá aliviar o esforço físico exigido durante a gravidez. Por outro lado, continue seguindo as recomendações dos integrantes da Sociedade Espanhola de Pediatria, pois é preciso prestar atenção às demandas do seu corpo.

Não exagere, especialmente se você não praticava muito exercício antes de ficar grávida. O melhor a fazer é evitar planos de exercícios rigorosos, sobretudo se não está acostumada a esse nível de atividade física.

Técnicas como yoga para grávidas são recomendadas para manter a boa forma. Independentemente do exercício que você fizer é imprescindível falar sobre seu estado com um preparador físico qualificado e evitar esportes que possam apresentar algum risco, como o mergulho, o esqui aquático e os esportes de contato.

saudavel3

Comida saudável

Aquilo que você come é o que o bebê come, pois durante a gravidez a única fonte de nutrição do bebê é você. É provável que ouça a tão famosa frase “tem que comer por dois”, o que não é completamente correto, adverte a SEGO. Além disso, depois de dar a luz, poderá ser difícil perder o peso ganho durante a gravidez.

Muitas mulheres acabam mantendo os padrões de alimentação saudáveis adquiridos durante a gravidez para o resto de suas vidas. Isso é maravilhoso porque realmente seu filho vai transformar sua vida e, se você vai melhorar pouco a pouco, adotando hábitos saudáveis de maneira voluntária e consciente estará em condições de dar o melhor de si.

Se levar em consideração essas simples recomendações nutricionais reconhecidas pela SEGO, tanto você como seu bebê irão se beneficiar.

  • Cálcio

Uma dieta rica em cálcio é essencial, já que os ossos do bebê começam a se formar entre a quarta e a sexta semana de gravidez. O leite é uma boa fonte de cálcio, como também são o brócolis, as sardinhas em lata (inclusive a espinha), os produtos de soja, as sementes de gergelim e os laticínios.

É preciso levar em consideração o tipo de laticínio que está sendo ingerido, pois pode apresentar altos níveis de gorduras.

  • Proteínas

Junto com o cálcio, as proteínas são outro elemento importante da dieta. Ambos são de grande importância ao bebê.

Tente consumir três porções de proteína ao dia. Peixe fresco, ovos cozidos, carne bem assada, queijo seco pasteurizado e soja são excelentes fontes de proteína.

  • Vitaminas e suplementos

Tente consumir cinco porções de frutas e verduras por dia, no mínimo. Elas fornecerão vitaminas, minerais e fibras.

Além disso, você deve complementar uma dieta saudável com suplementos para se certificar de que você e o bebê receberão os nutrientes que precisam.

Entretanto, procure informar-se se o suplemento que está tomando é recomendado para grávidas, já que alguns compostos não são adequados nesses casos.

Os profissionais e os manuais sanitários recomendam ingerir um suplemento de ácido fólico de 400 microgramas por dia durante as primeiras 12 semanas de gravidez. Tomar um suplemento de ácido fólico contribui ao desenvolvimento saudável da medula espinhal do bebê.

  • Carboidratos

O ideal é ingerir quatro ou cinco porções de carboidratos por dia, como por exemplo, arroz, massas, batatas e pão integral.

Os carboidratos fornecem energia. Comer pão integral, massas e arroz é ainda mais benéfico, pois esses alimentos contribuem na ingestão de fibras, o que pode ajudar a aliviar a prisão de ventre, um mal estar comum na gravidez.