Tipos de mamilos e sua influência na amamentação

4 de junho de 2018
Comuns, planos, invertidos ou pseudo-invertidos. Existem muitos tipos de mamilos e, geralmente, sua forma não interfere na ingestão natural de leite pelo bebê.

Atualmente, os mamilos são classificados em cinco tipos diferentes, cada um com suas particularidades e sua anatomia. É claro, devemos lembrar que não há vantagens ou desvantagens de ter um ou outro tipo de mamilo. Simplesmente, cada mulher deve conhecer seu próprio corpo e aprender a manipular e cuidar de seus mamilos durante a amamentação.

Os 5 tipos de mamilos e suas características

1. O mamilo comum

O mamilo comum é chamado dessa forma porque predomina na maioria das mulheres. Em estado normal, esse tipo de mamilo tem apenas alguns milímetros sobressalentes em relação à aréola. Quando estimulado pela manipulação tátil, pelo frio, pelo humor ou durante a amamentação, seu tamanho aumenta facilmente.

2.- O mamilo plano

Esse tipo de mamilo se projeta de forma tão discreta que parece formar uma superfície plana em relação à aréola. No entanto, eles reagem da mesma forma que os mamilos comuns diante qualquer estimulação e durante a lactação. O único aspecto peculiar é ser mais curto ou menos notável.

3. Os mamilos inchados

Sua aparência é muito semelhante à dos mamilos planos, já que em um estado normal eles não se sobressaem em relação à aréola. No entanto, os mamilos inchados voltam ao normal rapidamente após se sobressair por qualquer estimulação. Em geral, as mulheres com mamilos inchados têm problemas durante a amamentação.

tipos de mamilos

4.- Mamilos invertidos

Os mamilos invertidos têm um aspecto semelhante às covinhas, porque são afundados. Em geral, eles podem ser facilmente extraídos por meio de uma intervenção cirúrgica. É preciso lembrar que o sucesso da amamentação dependerá, em parte, do estado dos mamilos da mãe.

Atualmente, são conhecidos três graus de inversão dos mamilos, para os quais existe tratamento:

  • Na inversão de primeiro grau não há obstrução relevante nos ductos lácteos. É o melhor caso para a amamentação, uma vez que a gestante poderá amamentar seu bebê normalmente após a extração dos mamilos.
  • Na de segundo grau, são identificadas pequenas obstruções nos ductos lácteos das mamas. Nestes casos, é possível amamentar. No entanto, a mulher vai ter dificuldades e pode sentir dor ao oferecer leite.
  • Infelizmente, na inversão de terceiro grau os dutos de leite materno ficam totalmente bloqueados e é impossível amamentar.

O mamilo “comum” é chamado desta forma porque é predominante na maioria das mulheres em todo o mundo. Em estado normal, este tipo de mamilo sobressai alguns milímetros em relação a aréola

5.- Mamilos unilaterais

As mulheres com mamilos unilaterais têm um mamilo normal e um mamilo invertido. Em geral, é possível suprir a obstrução parcial ou completa do mamilo invertido mudando de posição e amamentando cuidadosamente com o outro mamilo.

Como saber se você tem mamilos invertidos?

Muitas mulheres não sabem que têm mamilos invertidos pois se acostumaram com a aparência de seus seios. No entanto, é fácil identificar se você tem um mamilo invertido com um método caseiro simples. Primeiro, é preciso pressionar suavemente a região da aréola que fica a cerca de 3 centímetros do mamilo.

Se o mamilo aumenta ligeiramente de tamanho ou sobressai em relação a aréola, é um possível sinal de uma pseudo-inversão. Mas se continuar afundado, provavelmente é um caso de um mamilo invertido de segundo ou terceiro grau.

Tipos de mamilos e amamentação

Embora os tipos de mamilos influenciem na lactação, esse não é o único fator determinante. Mulheres com mamilos comuns também podem ter problemas durante a amamentação ou produção de leite. No momento da amamentação, cada mulher terá suas dificuldades e deve encontrar suas próprias soluções, sempre com a ajuda de seu médico.

tipos de mamilos

Muitos bebês têm dificuldade em agarrar e sugar mamilos planos, inchados ou pseudo-invertidos. Para estes casos, existem os chamados protetores de mamilos que ajudam a manter os mamilos protuberantes. No entanto, alguns bebês podem rejeitar o aparelho.

Por outro lado, mamilos comuns, mas grandes, podem causar engasgos por atrito com a boca do bebê. Nestes casos, o trabalho da mãe será evitar com muito cuidado que o bebê coloque o mamilo inteiro dentro da boca.

Mulheres com mamilos de segundo grau invertidos terão maiores problemas de amamentação. O volume de leite pode ser reduzido por causa das obstruções. Isso pode fazer que o bebê mame com mais intensidade, machucando ou causando dor nos seios. Já nos casos de inversão de terceiro grau, a amamentação será impossível.

Recomendados para você