11 causas de dor durante a relação sexual

5 de agosto de 2018
As causas da dor durante a relação sexual podem ser provocadas por vários fatores. Vamos ver quais são alguns deles.

A dor durante a relação sexual pode se transformar em uma desvantagem para uma vida sexual satisfatória e o bom equilíbrio do casal. Esta sensação afeta a vulva e outras partes ao redor da entrada da vagina. Além disso, a dor também pode ocorrer na parte inferior das costas, na área pélvica, no útero e na bexiga.

Se esta experiência desagradável se repete frequentemente, a mulher pode chegar a perder todo desejo e entusiasmo sexual. Do mesmo modo, sua libido diminui porque seu corpo associa o ato sexual com a dor durante a relação sexual.

11 causas de dor durante a relação sexual

A seguir apresentamos onze causas, biológicas ou psicológicas, de dor durante a relação sexual:

1.- Vaginite

É uma inflamação da vulva, da vagina ou de ambas, causada por um fungo ou uma bactéria. Manifesta-se por meio de corrimentos anormais e inconvenientes que realmente complicam o progresso das relações sexuais. Se você sofre disso, deve consultar seu ginecologista o mais rápido possível.

2.- Problemas de pele

Os transtornos dermatológicos, como úlceras genitais na delicada pele da vulva, são uma das causas mais comuns da dor durante a relação sexual. Também é possível que a causa seja dermatite ou reações alérgicas causadas por um desequilíbrio no pH da flora vaginal.

Por isso, é aconselhável evitar sabões perfumados e lubrificantes comerciais. É preferível utilizar água limpa e umidificantes naturais, como óleo de coco.

3.- Secura vaginal

A secura vaginal não se apresenta em uma idade específica, mas é mais comum antes e durante a menopausa porque o nível de hormônios femininos diminui.

Esse desequilíbrio hormonal afeta a lubrificação natural da vagina e produz irritações que fazem com que o ato sexual seja muito doloroso. É aconselhável usar babosa para aliviar e óleo de jojoba ou de coco para a lubrificação.

Vaginite

4.- Uma lesão durante a relação sexual

Muitas vezes algumas lesões internas ocorrem devido à dilatação excessiva do fundo vaginal. Elas podem causar dor severa e tornar o ato sexual quase impossível de ser realizado. Se a dor durante a relação sexual persistir e causar outros sintomas, você deve consultar um especialista o mais rápido possível.

5.- Vaginismo

O vaginismo é uma doença que se caracteriza pela contração involuntária dos músculos do assoalho pélvico, o que faz com que a penetração seja muito difícil, dolorosa e, em ocasiões, impossível.

É um transtorno psíquico da conduta sexual que pode ser tratado, em poucas sessões, com um sexólogo ou psicólogo. Também é recomendável realizar regularmente exercícios específicos para os músculos do assoalho pélvico.

“Para as mulheres, o melhor afrodisíaco são as palavras; o ponto G está nos ouvidos, quem procurar mais em baixo estará perdendo tempo.”
—Isabel Allende—

6.- Episiotomia

Este é o nome da incisão cirúrgica realizada pelo médico durante o parto para facilitar a saída do bebê. Se não estiver completamente curada, pode causar dor durante as relações sexuais nos meses posteriores ao parto.

Os médicos aconselham a realização de terapias físicas, meditação e, em casos mais extremos, cirurgia.

7.- Alergia ao látex

Algumas mulheres são alérgicas ao látex ou à substância que lubrica o preservativo. Isto faz com que a vermelhidão e a coceira sejam intoleráveis, até o ponto de fazer com que o ato sexual seja desagradável.

8.- Problemas emocionais

A saúde emocional é essencial para o prazer experimentado durante a relação sexual. O medo, a culpa, a vergonha ou o estresse impedem que se alcance o nível de relaxamento necessário para atingir o orgasmo ou simplesmente aproveitar o ato sexual.

Portanto, a libido diminui e a penetração dói. Pode ser porque a vagina não esteja suficientemente lubrificada ou haja falta de excitação.

9.- Problemas no casal

A falta de comunicação ou as infidelidades podem ter um impacto muito negativo na vida sexual de um casal, já que podem afetar o desejo. Estas dificuldades podem fazer com que os momentos de intimidade sejam insuportáveis e dolorosos.

10.- Algumas drogas

Entre os efeitos colaterais da pílula anticoncepcional, alguns antibióticos e analgésicos, estão a diminuição da libido e alterações na lubrificação da vagina.

11.- Cistite

Esta inflamação da bexiga também é um obstáculo para uma vida sexual satisfatória e sem dor. O desejo constante de urinar e a dor causada pela cistite farão com que o ato sexual não seja possível até que se tenha recebido o tratamento adequado.

Definitivamente, para que a sua vida sexual a dois seja plena é essencial que, no caso de dor durante a relação sexual, se busque sua origem o quanto antes. Assim você poderá solucionar essa questão sem que isso afete a relação. Falar com seu parceiro e com especialistas te ajudará a reverter a situação.