18ª semana de gravidez

· 24 de dezembro de 2017

Semana a semana, mãe e bebê vão se transformando durante a chamada “doce espera”. Na 18ª semana de gravidez, o bebê mede, mais ou menos, o mesmo que uma fruta de tamanho médio. Nesse período, a conexão entre mãe e filho fica mais próxima, em parte por causa dos movimentos do bebê na barriga. A mulher consegue sentir o bebê mais ativo durante as noites.

Com sorte, nessa semana já será possível descobrir o sexo do bebê. Caso seja menina, os órgãos reprodutores já estarão formados. Ao passo que, nos meninos, será possível ver os genitais.

O bebê na 18ª semana de gravidez

Na 18ª semana de gravidez, o bebê mede 14 centímetros ou 5,5 polegadas. Seu peso é de 190 gramas aproximadamente. Seus movimentos ficam cada vez mais fortes. Em uma ultrassonografia, será possível ver o bebê esticar e dobrar as extremidades do corpo. Assim como abrir e fechar a boca no aprendizado de engolir.

Desde a 17ª semana, o bebê já começou a praticar exercícios de respiração. No entanto, seus pulmões não vão se formar completamente até a 35ª semana. Seus ossos se tornam cada vez mais sólidos. Os ossos dos ouvidos e algumas terminações nervosas do cérebro já estão quase completamente formados. Por isso, o bebê já consegue escutar alguns sons.

Alguns especialistas recomendam colocar música para estimular o bebê. Também existem mães que preferem conversar com seus filhos. Mesmo que não pareça, isso pode proporcionar o sentimento de tranquilidade à criança.

É possível ver os vasos sanguíneos devido à transparência da pele. Os cílios e as sobrancelhas começam a aparecer. E as orelhas e os olhos assumem a posição de uma fisionomia normal. Em uma ultrassonografia, é possível observar o bebê colocar os dedos na boca.

Bocejar ou fazer caretas. Alguns bebês podem, até mesmo, ter soluços durante a ultrassonografia. Através desses exames, também é possível ver o bebê pular no seu cubículo natural.

18ª semana de gravidez

O corpo da mamãe na 18ª semana de gravidez

Chegou o momento de usar as roupas de maternidade. A barriga já está bastante saliente e não pode mais ser disfarçada. Na 18ª semana de gravidez, a mulher poderá sentir dor na lombar ou nas costas. Isso se deve ao fato de que o útero cresceu mais e a barriga começa a pesar.

Os incômodos podem durar a noite toda, momento no qual pode ser difícil encontrar uma posição para dormir. O mais recomendável é que a grávida durma apoiada no lado esquerdo do corpo. Dessa maneira, vai evitar realizar pressão sobre a veia cava. Essa posição contribui para a oxigenação do bebê.

Colocar um travesseiro entre as pernas ou debaixo do quadril pode ajudar a aliviar as dores nas costas. O tamanho do útero também vai fazer pressão sobre a bexiga. Por essa razão, a mãe vai precisar urinar com frequência, principalmente à noite.

Outro sintoma da 18ª semana de gravidez é a perda de concentração. É possível que a mãe se sinta desorientada e esquecida. A sensação se assemelha a estar com a cabeça cheia d’água. Isso se deve a todas as mudanças hormonais pelas quais o corpo passa. Algumas mulheres sofrem com pesadelos ou transtornos do sono. Outras podem apresentar mudanças radicais de humor, com maior tendência à sensibilidade.

Para minimizar os efeitos desse sintoma, é muito positivo que a grávida se mantenha ativa. Os exercícios ajudam a oxigenar o cérebro e diminuem a ansiedade e o estresse.

18ª semana de gravidez

Os cuidados da mamãe na 18ª semana

Geralmente, o apetite aumenta durante essa semana. Além disso, as grávidas sentem os chamados “desejos da maternidade”. É importante que a grávida cuide da alimentação a partir dessa fase da gestação. Não apenas pelo bem do bebê. Mas também para evitar o aumento excessivo de peso.

Para evitar uma anemia, a mulher deverá aumentar o consumo de carnes vermelhas, frutas secas e legumes. Dessa maneira, vai aumentar os níveis de ferro no corpo.

Assim como nas semanas anteriores, água não pode faltar. É importante beber um mínimo de 8 copos por dia. Também não podem faltar os complementos vitamínicos e os reforços de cálcio, receitados pelo médico.

A gravidez paternal

Muitos homens reclamam que sofrem alguns dos sintomas que a grávida sente durante a gravidez. Esse tipo sintoma pode ser variado. Desde físicos como náuseas, até emocionais como mudanças de humor ou hipersensibilidade.