3 erros que favorecem os ciúmes em seus filhos

16 Agosto, 2018
O mais comum é que exista ciúmes entre irmãos, embora também possa haver ciúmes de um dos pais, do novo parceiro da mamãe ou do papai, de um vizinho, de um amigo...

Os ciúmes é uma reação bastante comum em crianças que se sentem inseguras ou que têm medo de que as deixem de amar. Os ciúmes podem vir de qualquer parte, mas às vezes são simples erros que podem fazer com que as crianças sintam ciúmes de forma desnecessária.

É necessário que os pais estejam conscientes dos ciúmes que podem haver em seus filhos para com outras pessoas a fim de poder sanar esses comportamentos e para que também sejam estabelecidas novas dinâmicas na família ou no relacionamento familiar entre pais e filhos. O objetivo é evitar que esses sentimentos tão negativos prejudiquem as crianças.

Os ciúmes são sinônimo de rivalidade. Nesse sentido, haverá muito estresse e muita ansiedade nos pequenos. Para evitar, os pais devem estar cientes de alguns erros que geralmente cometem. Veja a seguir algumas possibilidades.

1. Comparação com outras pessoas

Você pode comparar seu filho com os irmãos, o vizinho ou uma criança que tira melhores notas em sala de aula, por exemplo. Às vezes, os pais comparam seus filhos com os outros. Dessa forma, mostram baixa autoestima, falta de controle e até mesmo a própria insegurança. É possível que esses pais que comparam seus filhos fossem comparados quando eram pequenos. Se for o caso, estão, simplesmente, projetando suas experiências e frustrações passadas sobre seus filhos.

os ciúmes

Comparar os filhos com outras crianças é uma forma de manipulação. É um esforço por controlar que apenas fará a criança sentir ciúmes. Quando os pais começam a falar melhor de outro ou o comparam com outra pessoa, parece que preferem a pessoa com a qual o estão comparando em vez de seu próprio filho. As crianças são sensíveis e perceptivas. Por isso, perceberão essas nuances quando você começar a compará-las.

2. Demonstrar favoritismo por outra pessoa

Outro erro que potencializa os ciúmes dos filhos pelos irmãos, primos ou outras pessoas é quando os pais mostram seu afeto ou seu amor para com os outros em vez de para com seus filhos.

As crianças podem detectar o favoritismo e a rejeição imediatamente. Se durante um tempo você começar a mostrar mais afeto por um filho do que por outro, além de promover os ciúmes, você estará prejudicando seriamente o desenvolvimento do filho que não recebe tanto afeto.

As crianças precisam sentir que são igualmente queridas em comparação aos irmãos e que têm prioridade sobre qualquer outra pessoa que não seja parte da família. O amor incondicional é uma necessidade para que os filhos possam se desenvolver emocionalmente estáveis.

os ciúmes

3. Não demonstrar amor

Na sequência do ponto anterior, as crianças podem ficar com ciúmes de outras pessoas ou de seus irmãos quando acreditam que não estão recebendo o mesmo amor ou quando simplesmente sentem que não recebem o amor que merecem de seus pais.

Às vezes, os pais podem se sentir irritados por alguma situação estressante ou porque têm que colocar “limites”. Mas temos que continuar demonstrando o amor por nossos filhos por mais irritados que estivermos. Eles precisam saber que nós sempre estaremos ao seu lado e que nunca perderão nosso amor. Não importa o que aconteça.

Além disso, se for necessário, temos que pedir desculpas se gritamos em um momento de estresse, por exemplo, para que aprendam que nós também somos responsáveis por nossas ações. Inclusive, se estamos cansados pelo trabalho ou por qualquer outra situação, sempre temos que encontrar um espaço no dia para demonstrar o nosso amor sincero e incondicional.

Esses são três erros muito importantes que devemos considerar deixar de cometer para fazer com que as crianças deixem de sentir ciúmes de forma desnecessária.