3 recomendações para prevenir a diabetes gestacional

· 19 de setembro de 2017

A diabetes gestacional ocorre devido a uma alteração no metabolismo da glicose durante a gestação. É um tipo de diabetes que ocorre somente na gravidez, o que provoca o bloqueio na função da insulina. Nesse sentido, cria um desequilíbrio na regulação dos níveis de açúcar no sangue.

Essa doença é comum, uma vez que entre 1% e 4% das mulheres grávidas sofrem com esta doença. Ela se relaciona principalmente com a condição genética da mulher, portanto, ela afeta um grupo particular.

É aconselhável que as mulheres com propensão ou histórico dessa doença, realizem exames anualmente, especificamente se quiserem permanecer saudáveis. Essa doença é detectada através de um exame chamado Teste de O‘Sullivan. Esse exame consiste em uma análise sanguínea para verificar se os níveis de insulina são adequados.

Quais são os sintomas da diabetes gestacional?

 Essa doença se caracteriza por não apresentar nenhum sintoma. Por esse motivo as grávidas realizam um exame de tolerância a glicose entre 24 e 28 semanas de gestação.

No entanto, as mulheres que são diagnosticadas com diabetes durante a gravidez costumam ter bebês saudáveis. Isso dependerá do controle dos níveis de açúcar no sangue, caso contrário o bebê pode nascer obeso por sobrenutrição.

Por sua vez, mulheres que sofrem de diabetes crônica preexistente devem controlá-la mais durante a gravidez. Nestes casos, não é chamado de diabetes gestacional, porque essa só acontece na gravidez. Se uma mulher sofre desse problema durante a gestação, ela pode voltar ao normal após esse estágio.

Fatores de risco da diabetes gestacional

Enquanto os níveis de glicose estiverem controlados, a gravidez não deverá apresentar maiores riscos nessas circunstâncias. No entanto, é necessário cuidar rigorosamente da alimentação e dos exames médicos.

Por sua vez, o bebê também pode desenvolver hipoglicemia, que é um baixo nível de açúcar no sangue. Por esse motivo é recomendado amamentá-lo rapidamente quando ele nasce. Da mesma forma, sabemos que os bebês nascidos de mães com diabetes gestacional estão mais propensos a sofrer essa doença no futuro.

Alguns fatores aumentam as probabilidades de desenvolver a diabetes gestacional, entre os mais comuns, temos:

  • Obesidade
  • Diabetes preexistente
  • Histórico de familiares diabéticos
  • Açúcar na urina
  • Pressão alta
  • Ter mais de 35 anos

O importante é levar um estilo de vida saudável antes de engravidar. O risco de sofrer esta doença pode ser reduzido se cuidarmos antecipadamente de nosso organismo. Ter um peso adequado e se exercitar regularmente serão fatores decisivos para a saúde da mulher que queira engravidar.

Como prevenir a diabetes gestacional?

Para prevenir a diabetes gestacional recomenda-se seguir os seguintes conselhos:

  • Fazer exercícios. Ter uma rotina diária moderada ajudará a mãe a controlar seu peso. Além disso, aumentará sua energia e diminuirá a irritante dor nas costas. Uma alternativa é caminhar, nadar, ou fazer yoga por 30 minutos.
  • Ir ao médico. Ter um controle durante sua gravidez é muito importante, lá você poderá consultar todas as suas dúvidas. Dependendo do andamento das coisas, o médico fará exames para monitorar níveis de glicemia e de glicose no sangue.
  • Tenha uma dieta adequada. Manter uma dieta equilibrada é muito importante para a saúde da mãe e do feto. A nutrição deve depender do peso, altura, e atividade da gestante. Os alimentos devem ser variados e adaptados para cada gravidez. Uma dieta equilibrada representa a melhor ajuda na prevenção dessa doença.