5 valores que temos de ensinar às crianças

· 5 de fevereiro de 2017

A infância é o momento mais precioso de qualquer pessoa. É também a etapa na qual aprendemos mais, é quando começamos a formar nossos conceitos e modelos. Seu filho vai aprender com você, se inspirará em você. Você é a sua mãe, o seu primeiro e mais estimado modelo a ser seguido. Por isso, você deve tentar se manter cercada de coisas boas, da beleza, da lealdade, do que é verdadeiro e do amor, porque estes são os cinco valores que temos de ensinar às crianças.

É na nossa infância que aprendemos a reconhecer o que é bom e o que é mau, o que nos faz bem, o que nos torna corajosos, o que nos faz avançar. Essa é a etapa em que reconhecemos os perigos que podem machucar o nosso corpo e a nossa vida. Nós aprendemos que o fogo pode nos queimar, que a eletricidade pode nos machucar se não manusearmos adequadamente e compreendemos que ser cuidadosos nos previne da dor física e emocional.

Como qualquer ser vivo, quando somos crianças buscamos estar perto do que nos faz bem, do que nos dá forças, do que nos conforta o corpo e o espírito. Naquele momento, a maior sensação de bem-estar e segurança vem da nossa mãe e por isso queremos estar sempre perto dela, perto do seu coração.

Por outro lado, você como mãe, possui o privilégio, a alegria e a responsabilidade de ter a infância dos seus filhos nas suas mãos. A tarefa de ensinar deve ser sutil e doce, qualidades que se alimentam principalmente de uma relação baseada na solidariedade e no amor.

A primeira coisa que as mães devem ensinar aos seus filhos é apreciar o quão valiosos são e mostrar todas as possibilidades eles que têm ao alcance apenas pelo simples fato de estarem vivos. Com essa base, o seu filho vai aprender o que lhe faz bem, assim como agir bem. Irá apreciar o bem como um valor.

O valor do bem

Garantir o bem-estar de uma pessoinha tão especial como uma criança envolve tanto esforço e ao mesmo tempo requer tanto amor que só uma mãe pode cumprir esta louvável tarefa. Cuidar do bem-estar de uma criança implica garantir que ela se alimente, de que seu corpo e seu ambiente estejam limpos, que se mantenha saudável, que suas necessidades básicas sejam atendidas de modo que possa continuar crescendo.

Todas as mães instintivamente cuidam do bem-estar de seu filho, está escrito no seu código genético. Sua primeira missão, de alguma forma, é proteger a vida do seu filho que é certamente a mais bela e delicada criatura que os seus olhos já viram.

Porém, além das necessidades básicas, toda mãe deve cuidar do bem-estar emocional de seu amado filho. Certamente ela o faz todos os dias, com o seu melhor e maior esforço, proporcionando-lhe segurança, tranquilidade, paz, serenidade…

Dessa forma, a criança estará aprendendo que deve se comportar de uma maneira que preserve a sua integridade física, a sua saúde e também e o seu bem-estar emocional. A criança que é capaz de distinguir o que faz de bem ou o que é bom para ela,  assim como para a humanidade em geral, e fará todas essas coisas para o próximo.

Essa criança que faz o bem será um adulto que comerá de forma saudável, que dormirá as horas necessárias, que se rodeará de pessoas que a valorizam e a ajudarão a crescer, e que sabe identificar e preservar tudo o que lhe faz bem.

valores2

O valor da beleza

Quando você pensa sobre a beleza certamente lhe vem à mente a imagem de uma paisagem, de uma flor ou das estrelas. A beleza, embora também possa estar associada com a imagem de uma supermodelo, é apreciada no seu máximo esplendor na natureza, nas criaturas e nos fenômenos que existem no planeta Terra e no universo, entre os quais estão incluídos os seres humanos.

A maioria das pessoas admira a beleza e você certamente está entre elas. Se você decifrar o que gosta na beleza, descobrirá que gosta da ordem, da suavidade, da luminosidade, do frescor… Todos esses aspectos estão presentes ao admirar a beleza de uma paisagem ou do rosto de uma pessoa. Além disso, a beleza pode ser encontrada dentro de cada ser humano, em uma alma que exala beleza pela coerência das suas ações e pensamentos, pela ordem em levar a vida, pela suavidade com a conduz, pela luz que dela emana…

A maioria dos humanos está buscando a beleza. Identificar, valorizar e cultivar é uma arte que seguramente seu filho poderá dominar à medida que vá buscando a sua beleza interior.

A lealdade, um dos valores que você deve ensinar a seu filho

A educação dos filhos consiste em preencher as suas possibilidades com força, dar segurança aos seus desejos, aceitar as suas decisões e ensiná-los a serem fieis a si mesmos. Uma das maiores satisfações na vida é seguir o conselho do seu coração, ser fiel à sua essência, aos seus princípios, aos seus sonhos e alcançar seus objetivos.

Talvez o seu filho mude de ideia e não estude medicina, por exemplo. Independentemente do que escolher, será determinante se estiver seguindo seu coração. Por isso, você deve ensiná-lo a se ouvir e a ser leal com os seus valores e princípios. Isso lhe dará a paz de espírito de que as suas decisões estejam sempre guiadas por um bom coração.

O valor da verdade

Você já terá vivido a experiência de que este mundo está cheio de muita falsidade. São muitas as coisas que são vendidas como joias, mas não passam de mentiras que eventualmente se desgastam e escurecem. Essa sensação de falsidade por vezes também encontramos nos sentimentos de algumas pessoas. São aquelas em que depositamos a esperança de encontrar o amor verdadeiro, a verdadeira amizade, a verdadeira lealdade, mas em vez disso encontramos falsidade. Ah… Como dói encontrar bijuteria onde esperávamos encontrar ouro.

valores3

Então, para ensinar seu filho a reconhecer e valorizar o que é verdadeiro, como mãe você deve exercitar para reconhecer e valorizar também. Você provavelmente já sabe quais são alguns dos sinais do que é verdadeiro. Por exemplo, uma peça de ouro assim como uma amizade real, não se deteriora e nem escurece ao longo do tempo. O tempo não danifica o verdadeiro; o transforma e o modela, mas não o estraga.

E assim, pouco a pouco, prestando atenção em detalhes você aprenderá a decifrar o que é verdadeiro e o que não é. Muitos adultos já sabem, especialmente as mães que sabem tudo sobre o amor verdadeiro. Elas experimentam diariamente com seus filhos, a quem devem ensinar a identificar a verdade, o verdadeiro, para apreciá-lo como o grande tesouro que é.

O valor do amor

Você é quem mais preocupa se com o futuro do seu filho. Dar abrigo, cuidado, diversão, tempo para brincar, segurança, paz, solidariedade, são apenas algumas formas de mostrar o amor. Você, como mãe, agora mais do que nunca sabe o que é o amor. Sabe que amar é um ato incondicional que não é afetado por qualquer influência externa.

Agora que você está aprendendo com o seu filho a amar verdadeiramente ele também aprende com você; você é ao mesmo tempo professor e discípulo. Ambos aprenderão que quando se ama uma flor, se amam todas as flores. Quando se ama sinceramente, nem o tempo e nem a distância causam estragos, nem mesmo outra pessoa é capaz de interferir. O amor é incondicional.

Quando você ama seu filho, ele aprende a reconhecer o amor, a identificá-lo, a colocá-lo em prática, a receber e dar. O amor é a razão pela qual vivemos, é o que nos faz livres, o que nos faz sentir vivos.