6 dicas de primeiros socorros para acidentes domésticos

· 21 de junho de 2018
Todo mundo sabe que é melhor prevenir do que remediar. Quando isso não é possível, temos que saber como agir em caso de acidentes domésticos.

A partir do momento em que as crianças nascem, estão exposta a muitos pequenos inconvenientes de saúde que podem aparecer por vários fatores. Os primeiros passos, por exemplo, as deixam suscetíveis a quedas, batidas e arranhões.

E isso é só o começo! A seguir, você verá algumas das medidas que você deve tomar em situações que acontecem com frequência em casa com crianças de todas as idades.

Primeiros socorros para acidentes domésticos com crianças

1. Para cortes e arranhões

  • Aja rapidamente. Se a criança estiver sangrando, primeiramente você deve pressionar o machucado com um pano limpo até estancar o sangramento.
  • Quando parar de sangrar, lave e seque a ferida com delicadeza. 
  • Se a lesão estiver suja ou for causada por um animal, limpe com água e sabão.
  • Cubra com um curativo ou uma gaze para impedir que a ferida infeccione e para conter o sangramento, caso ainda não tenha parado.
  • Se você perceber que o machucado começou a inflamar, ficou vermelho ou solou pus, leve imediatamente a criança ao médico porque esses são sinais claros de uma infecção.
primeiros socorros para acidentes domésticos

2. Para queimaduras

  • Se forem necessários primeiros socorros para acidentes domésticos relacionados a queimaduras, o essencial é colocar imediatamente a área do corpo afetada em contato com água fria ou compressas até que a dor diminua. Vale deixar claro que essa medida deve ser tomada somente quando as queimaduras forem superficiais.
  • Nunca estoure as bolhas que possam aparecer depois na pele.
  • Se a pele rachar, aplique um creme com propriedades antibióticas na lesão e cubra com um curativo.
  • Assim como no caso anterior, se sair algum líquido, se houver inflamações ou vermelhidão na pele, é hora de procurar ajuda médica.

3. Sangramento no nariz

  • Faça seu filho se sentar em posição ereta, mas não incline a cabeça da criança para trás.
  • Deixe afrouxado qualquer acessório ou roupa que possa estar apertando a região do pescoço. 
  • Faça uma ligeira pressão com seus dedos na cartilagem onde se inicia o nariz por cinco a dez minutos.
  • Se o sangramento for consequência de uma pancada, reduza a inflamação colocando uma compressa de gelo no nariz até que a hemorragia pare.
  • É necessário levar a criança a um hospital se o sangramento durar mais que do dez minutos ou se se repetir várias vezes ao longo do dia.

É muito importante ter conhecimento de algumas técnicas de primeiros socorros para aplicar em caso de acidentes domésticos.

4. Para pedaços de vidro fincados na pele

  • Com água e sabão, limpe a área ao redor do corpo estranho. Em seguida, limpe uma pinça com álcool e use para extrair o pedaço de vidro. Isso deve ser feito somente se um dos extremos estiver visível e ao alcance das mãos.
  • Em muitos casos, as lascas de vidro saem da pele sozinhas.
  • Se o corpo estranho não sair depois de dois dias, se a ferida doer, ficar vermelha ou liberar algum líquido, leve seu filho ao hospital.

5. Lesões nos olhos

  • Se a criança sentir dor, se os olhos estiverem lacrimejando constantemente, se houver sensibilidade à luz ou se a visão estiver turva após um trauma, coloque um pano limpo molhado com água fria na área e leve seu filho à emergência de um hospital. Pode ser que haja uma ferida superficial no olho.
  • Se ocorrer alguma reação diferente devido a um produto químico que pode ter entrado em contato com o olho, mantenha-o aberto e deixe correr água morna por cima.
  • Faça um acompanhamento para verificar se não se apresentam sintomas anormais na visão durante os dias posteriores à lesão.
primeiros socorros para acidentes domésticos

6. Picadas de insetos

  • Se o inseto deixou um ferrão, raspe com delicadeza a pele usando suas unhas ou um cartão (que devem estar limpos!) para retirá-lo sem deixar resíduos. 
  • Leve a criança imediatamente ao pronto-socorro se ela sentir dificuldade para respirar, se tiver tosse, problemas na voz ou se apresentar inflamação nos lábios ou na língua.
  • Para aliviar a coceira, procure fazer compressas frias na área por um minuto ou aplicar uma loção que contenha calamina ou algum outro anti-histamínico, como a hidrocortisona.
  • Uma das dicas mais importantes: quando a picada ocorrer em algum lugar em que haja epidemia de doenças transmitidas por insetos, você deve levar a criança para consultar um médico a fim de evitar maiores problemas.