6 maneiras divertidas de melhorar a concentração das crianças

27 de dezembro de 2019
Sem dúvida, as crianças precisam aprender a se concentrar. Essa é uma maneira de conseguir concluir certas tarefas no seu dia a dia e também algo muito útil tanto na vida em geral quanto nos processos de aprendizado em particular.

É possível ajudar a melhorar a concentração das crianças. Mas como podemos saber se os nossos filhos têm pouca concentração ou se os seus períodos de atenção são curtos demais? É muito simples. Só precisamos observar e procurar por sinais. Alguns deles podem ser:

  • Sentar-se em lugares diferentes em curtos espaços de tempo.
  • Ficar distraído facilmente.
  • Ter dificuldade para se organizar.
  • Perder as coisas com frequência.
  • Ter dificuldade para aprender ou se lembrar de alguma coisa.

Se você notou algum desses comportamentos, este é um bom momento para começar a trabalhar para melhorar a sua concentração. Assim, veremos algumas maneiras divertidas de melhorar a concentração das crianças.

6 maneiras divertidas de melhorar a concentração das crianças

1. Quebra-cabeças

Os quebra-cabeças são ótimas ferramentas para melhorar a concentração. Podemos comprar alguns, escolhendo bem. É importante que a imagem seja escolhida pela criança ou, pelo menos, devemos ter certeza de que ela irá achar interessante.

Dependendo da idade da criança, o quebra-cabeça terá mais ou menos peças e uma maior ou menor dificuldade. Podemos dar apoio enquanto ela estiver montando, ajudar um pouco, mas ela deve aprender a montá-lo sozinha.

melhorar a concentração das crianças

2. Os alfabetos ou séries de números incompletos

Essa atividade pode ser muito divertida. Vamos explicar para as crianças que vamos dizer o alfabeto em voz alta e em ordem, e que, quando perceberem que pulamos uma letra, elas deverão gritar para pararmos. O mesmo também pode ser feito com números. É uma brincadeira adequada para crianças que já conhecem o alfabeto e sabem contar.

  • 1, 2, 3, 4, 7, 8, 9…
  • A, B, C, D, F, G, I…

3. Trava-línguas para melhorar a concentração das crianças

Os trava-línguas são divertidos e também são excelentes para melhorar a concentração e a pronúncia. Podemos brincar de trava-línguas com as crianças. Para fazer isso, podemos escrevê-los em pequenos quadros-negros ou em pedaços de papel, por exemplo. A criança pode escolher um dos que tivermos escrito e, então, devemos pedir para que ela leia.

Uma vez que tiver lido, podemos pedir para que a criança aumente a velocidade ao ler e podemos observar se ela é capaz de evitar gaguejar. Outra opção, após ela se familiarizar com eles, é pedir à criança que invente os seus próprios trava-línguas.

4. Contra o relógio

Dependendo da idade do nosso filho, podemos decidir fazer algumas atividades que possam ser concluídas em menos de um minuto. Por exemplo, guardar os brinquedos, resolver um problema de matemática, colocar os livros na mochila, etc.

Devemos ajustar o cronômetro, explicar a brincadeira e solicitar que ele termine a tarefa antes que o tempo acabe. É uma brincadeira muito motivadora que promove o mindfulness nos pequenos.

5. Jogo da memória

O jogo consiste em encontrar pares de cartas iguais e descartá-los. A cada turno, o jogador vira duas cartas e é necessário tentar virar os pares da mesma carta.

Quando um jogador consegue combinar as cartas, porque elas são iguais, elas devem ser removidas da mesa e, além disso, a criança tem outra chance de virar outras duas cartas. Quem conseguir o maior número de pares de cartas no final vence o jogo.

a concentração das crianças

Uma opção é fazer as nossas próprias cartas com desenhos e, dessa forma, também vamos trabalhar a criatividade da criança. Outra opção é pegar dois baralhos de cartas idênticas e colocar todas as cartas viradas na mesa e jogar. Essa seria a versão ‘difícil’ do jogo.

6. Encontrar as diferenças para melhorar a concentração das crianças

Nosso filho terá que adivinhar o que mudou em um cenário específico. Isso também é uma brincadeira. Então, por exemplo, podemos nos vestir de uma certa maneira e ficar em algum lugar sem se mexer.

A criança deve observar tudo. Então, ela deve fechar os olhos durante 15 segundos e, nesse momento, vamos mudar coisas no espaço e nas nossas roupas.

Por fim, a criança terá que identificar quais foram as coisas que mudaram. É como um jogo de ‘encontrar as diferenças’ no papel, porém mais criativo e interativo.

Todas essas são brincadeiras muito divertidas e, ao mesmo tempo, muito úteis para melhorar a concentração das crianças. Enquanto brincam, elas estarão concentradas sem nem perceber e, pouco a pouco, a sua capacidade de manter essa concentração vai aumentar.

  • Joe L. Frost, Sue Clark Wortham and Robert Stuart Reifel. (2001). Play and child development. Merrill, Prentice Hall.