6 recomendações para cuidar de um bebê prematuro

· 26 de novembro de 2017

Cuidar de um bebê prematuro é algo muito delicado e requer mais atenção do que cuidar de um bebê nascido no período correto. Por isso, existem diversas recomendações que devemos seguir para que ele cresça de maneira saudável.

É importante saber que o bebê vai passar por diversas situações em que devemos prestar muita atenção; por exemplo, a respiração de um bebê prematuro pode variar de forma brusca e repentina, por isso é muito importante observar seu padrão regular de respiração e, ao notar alguma variação, consultar um pediatra.

Ao observar a respiração de um bebê devemos ter especial atenção ao tórax, o número de respirações por minuto e os ruídos que ele faz ao respirar.

Recomendações para cuidar de um bebê prematuro

Temperatura

A temperatura do quarto do bebê deve ser mantida entre 20-24 graus. Caso o ar-condicionado ou o aquecedor estejam ligados, é necessário umidificar o ar. É importante que o bebê não fique em ambientes carregados de fumaça, já que pode afetar a sua saúde.

Pés de um bebê prematuro

Visitas

O bebês prematuros são mais sensíveis e propensos a contrair qualquer doença. Por isso, é importante que não receba muitas visitas ao mesmo tempo e que os familiares ou amigos fiquem a uma distância prudente.

Se algum familiar ou amigo estiver com resfriado ou gripe, devemos prestar muita atenção e evitar que se aproxime muito do bebê. Da mesma forma, se a mãe estiver doente, é recomendável utilizar uma máscara quando amamentar o bebê ou ao pegá-lo no colo, para evitar qualquer tipo de contágio.

Saídas

Para cuidar de um bebê prematuro, é importante ser precavido com as saídas, principalmente nas primeiras semanas. Quando nos assegurarmos de que o bebê está bem e está crescendo regularmente, você poderá levá-lo para passear. Mas sempre depois de ter consultado o seu pediatra. Você também deve evitar lugares com grande aglomeração de pessoas.

Hábitos de higiene

Um bebê prematuro é mais propenso a contrair o vírus sincicial respiratório, que é muito parecido com um resfriado comum. Para evitá-lo, é preciso tomar medidas higiênicas como lavar as mãos com frequência, utilizar panos descartáveis, limpar e desinfetar os brinquedos, assim como manter limpos os espaços próximos ao bebê. Também é recomendável evitar as creches e preparar um quarto diferente para ele.

Alimentação

Devido ao fato dos seus músculos de sucção serem fracos, os bebês prematuros precisam de mais tempo para se alimentar. Por isso, precisam se alimentar mais vezes, durante breves períodos ao longo do dia e em intervalos contínuos. No caso da mamadeira, é possível utilizar um bocal mais macio do que o normal. Caso você perceba que a respiração do bebê para e que ele muda de cor enquanto está se alimentando, você deve parar a sucção e estimulá-lo com leves palmadas nas costas.

Choro

Os bebês prematuros podem chorar seis ou, até mesmo, mais horas durante o dia. É importante que os pais aprendam a interpretar o seu choro. Dessa forma podem saber se chora porque sente fome, sono, se a fralda está suja ou se sente incômodo por alguma outra razão. Se o choro se prolonga muito, será necessário consultar o seu pediatra.

Como cuidar de um bebê prematuro

Quando consultar um médico

Devemos prestar muita atenção diante de qualquer situação suspeita. Se notarmos que algo não está normal ou que o estado ou comportamento do bebê está estranho, devemos consultar imediatamente o pediatra. Esses são alguns dos sintomas aos quais devemos prestar atenção:

  • Dificuldade para respirar.
  • Dificuldade para acordar.
  • Mudança de cor do rosto (azulado ou muito pálido).
  • Febre.
  • Hipotermia.
  • Movimentos oculares anormais.
  • Ausência de acompanhamento visual.
  • Suja muito as fraldas.
  • Chora sem motivo e durante muito tempo.
  • Não quer comer ou come pouco.

“Cuidar de um bebê prematuro requer tempo, paciência e dedicação dos pais”

Acompanhamento dos bebês prematuros

Os bebês prematuros necessitam de um acompanhamento médico especial. Sobretudo aqueles bebê que pesam menos de 1.500 gramas. Periodicamente se examina a visão e a audição e é realizado o acompanhamento do desenvolvimento do sistema nervoso, prestando atenção especial ao momento em que sorriem, se sentam e andam pela primeira vez.

Também se realiza um acompanhamento no desenvolvimento da linguagem falada e do tônus muscular. Alguns bebês prematuros precisam de logopedia ou fisioterapia quando crescem, por isso é importante determinar isso com o tempo.

Devemos prestar muita atenção aos sinais que o nosso bebê mostra e observar se notamos algo fora do normal, principalmente durante os primeiros dias que passarem em casa. Se você empregar os cuidados mencionados anteriormente, será mais simples cuidar do seu bebê e fornecer o melhor para a sua saúde.