Como evitar as cáries de mamadeira?

18 de novembro de 2017

As cáries de mamadeira aparecem em crianças que usam demais a mamadeira. Elas passam a maior parte do tempo com o bico na boca mesmo quando não estão bebendo nada. Ao contrário do que pensam muitas mães, esse mal-estar não é o motivo pelo qual os filhos recusam comida, não mostram apetite, fazem caretas ou tem até arrepios enquanto comem. Apesar disso, pode ser um dos motivos que mais atrapalham a boa nutrição nos estágios iniciais quando a criança está começando a comer alimentos sólidos.

A saúde bucal deve ser priorizada desde a infância, já que tem influência direta na qualidade de vida da criança. É essencial que você incentive o seu filho a adotar bons hábitos alimentares e a ter uma higiene bucal adequada desde cedo.

As chamadas cáries de mamadeira podem afetar a saúde e até o humor de uma criança.

O que são as cáries de mamadeira?

As cáries de mamadeira são aquelas que aparecem nos dentes de leite durante os primeiros anos da criança, desde o começo da fase de dentição.

Esse tipo de condição está diretamente relacionada ao abuso do uso da mamadeira, aos maus hábitos alimentares e à falta de higiene bucal. As cáries de mamadeira podem causar dor, sensibilidade extrema aos alimentos quentes e frios ou dificuldades para comer.

Mãe dando a mamadeira ao bebê

Quais medidas devem ser tomadas para evitar as cáries de mamadeira?

Para evitar as cáries de mamadeira é importante considerar as seguintes recomendações:

  1. Não deixe o seu filho ter o hábito de usar a mamadeira como chupeta. O bico da mamadeira tem a borracha impregnada de leite, suco ou outras bebidas. Se o bebê tiver contato com esses resíduos por muito tempo na boca, por exemplo, se ele dormir com a mamadeira na boca, pode fazer com que suas primeiras cáries apareçam.
  2. Evite oferecer alimentos doces. Não apresente o mau hábito de mergulhar a chupeta da criança no mel, geleias, leite condensado ou outros alimentos que contenham açúcar como tática para a criança se acalmar em momentos difíceis. Em princípio o único problema de comer alimentos com alto teor de açúcar é causar cáries. No futuro, no entanto, essa preferência por doces pode levar a diabetes, obesidade e muitos outros problemas de saúde.
  3. Ofereça bastante água. A água é o melhor remédio para o corpo. Ela ajudará a eliminar qualquer placa bacteriana que se acumular na cavidade bucal.
  4. Leve o seu filho regularmente ao dentista. Mesmo que ele seja pequeno, uma revisão geral com um dentista nunca é demais. Se você achar que o seu filho pode ter cáries, é essencial que um especialista oriente com mais precisão sobre os cuidados necessários.

Higiene bucal: o melhor método para evitar as cáries de mamadeira

Além das medidas que já mencionamos, o método mais eficaz para evitar as cáries de mamadeiras é manter uma higiene dental adequada. Desta forma a placa bacteriana que produz a cárie não terá efeito sobre os dentes.

Sabemos que tentar fazer com que uma criança siga uma rotina de higiene bucal pode ser uma tarefa difícil. Apesar disso, é seu dever como mãe verificar a boca da criança com frequência.

Menino escovando os dentes para evitar as cáries de mamadeira

No caso de o seu filho ser muito pequeno e quase não ter dentes, é importante que você limpe a boca, a língua e as gengivas com um pano úmido. Se os dentes já nasceram, use uma escova de dentes de cerdas macias. Se ele ainda não conseguir escovar  os destes sozinho ajude-o, sempre ensinando os movimentos. A criança deve escovar os dentes após cada refeição e principalmente, antes de dormir.

É aconselhável escovar os dentes três vezes ao dia após cada refeição

Os dentes inferiores são escovados de baixo para cima e os superiores de cima para baixo. É importante fazer este movimento tanto do lado interno quanto do lado externo dos dentes. Esta técnica protege as gengivas e permite que os dentes fiquem devidamente limpos.

Além disso, é recomendável que as crianças usem pastas de dente adaptadas o uso infantil. As pastas de dente com flúor ajudam a preservar o esmalte dos dentes. Aconselhamos sempre perguntar primeiro ao seu dentista porque em alguns casos esse tipo de pasta está sujeita à prescrição médica.

Apostar em uma boa higiene oral desde a infância é ter uma pequena garantia de que a criança nunca terá cáries. Se você ajudar o seu filho a adquirir esse costume, logo verá que ele vai começar a se cuidar sozinho e provavelmente vai continuar mantendo hábitos saudáveis ao longo da vida.

  • Molina Escribano Antonia, López Garví Antonio J., López Ibáñez Catalina, Sáez Cuesta Úrsula. Caries del biberón. Rev Clin Med Fam  [En  línea]. 2008; 2 (4): 184-185. Disponible en:
  • Ramos-Gomez FJ, Weintraub JA, Gansky SA, Hoover CI, Featherstone JD. Bacterial, behavioral and environmental factors associated with early childhood caries. J Clin Pedi Dent 2002;26(2):165-73.
  • Erickson PR, Mazhari E. Investigation of the role of human breast milk in caries development. Pediatr Dent 1999;21(2):86-90.