A importância de se lavar as mãos

· 15 de março de 2017

O comovente caso do pai que compartilhou nas redes sociais a foto de uma experiencia dramática que ele atravessava junto à sua filhinha internada, acabou por conscientizar os demais pais, demostrando a importância de se lavar as mãos antes de pegar em um bebê.

É o caso de um criança de Memphis (EUA) que contraiu meningite, por isso precisou ser hospitalizada e nesse mesmo tempo, contraiu um vírus inter-hospitalar denominado ‘Sincicial Respiratório’, responsável por grande parte das doenças respiratórias em crianças, o qual colocou em risco a vida dessa menina.

Por isso, através desta iniciativa, os pais decidiram destacar a imperiosa necessidade de se lavar as mãos com frequência, além de evitar dividir os utensílios para comer ou beber a fim de evitar possíveis contágios que possam vir a causar tragédias familiares.

A seguir explicaremos por que é tão importante lavar as mãos antes de carregar seu filho, especialmente se for um bebê prematuro, recém-nascido ou doente. Você verá que se trata de uma técnica sanitária infalível tanto para os pais como para crianças.

Lavar as mãos. Por que?

Lavar as mãos é um hábito de higiene indispensável para os adultos e para as crianças. Assim, antes de pegar nosso bebê devemos tomar essa medida e, igualmente devemos transmitir a nossos filhos desde pequenos esta prática frequente e como parte fundamental de nossa rotina.

Deste modo, prevenimos a transmissão de resfriados, gripes, infecções e demais doenças, ainda que vivamos rodeados de vírus, bactérias e germes na escola, trabalho e casa. Não subestime a importância de lavar as mãos: os segundos investidos nesse ato, evitam as consultas médicas.

Além disso, você deve ter notado que as crianças estão sempre com as mãos no chão: chão, paredes, terra, bichos de estimação e todo tipo de superfícies e coisas na rua. Quer dizer, as crianças vivem em contato permanente com os mais diversos focos de contaminação.

Porém, o problema vai mais além desse simples contato porque elas acabam por levar as mãos a boca, comer com a ajuda das mãos ou simplesmente tocar em outras crianças, transmitindo e contraindo milhões de bactérias ou vírus que causam doenças.

lavar as mãos para evitar infecções

Quais são as fontes de contágio?

Tais organismos como vírus, germes e bactérias podem ser transmitidos de diferentes maneiras, preferentemente ao tocar em mãos sujas ou trocando fraldas sujas. Entretanto, também é possível  propagar esses odiosos “bichos” da seguinte forma:

  • Água ou comida contaminada
  • Gotas de saliva lançadas quando se tosse ou se espirra
  • Superfícies contaminadas
  • Fluxos corporais de uma pessoa doente

Por sua vez, se a pessoa recebe algum organismo de alguma dessa fontes de propagação pode se infectar coçando os olhos, o nariz ou a boca. O pior disso é que, uma vez doente, em questão de dias o resto da família estará contagiada, e contrairá essa mesma doença.

Lavar as mãos, a primeira linha de defesa

Os especialistas sustentam que lavar as mãos adequadamente é a primeira linha de defesa frente a todo tipo de doenças infecciosas, entre as quais se encontram nada menos que meningites, bronquiolites, gripes, hepatites A e as diarreias.

A UNICEF afirma que com o simples ato de se lavar as mãos antes de comer ou depois de ir ao banheiro se poderia reduzir pela metade as mortes infantis por diarreia, além de reduzir consideravelmente os casos de infecções respiratórias, a primeira causa de morte em crianças menores de cinco anos.

Agora, é importante ter em conta que para diminuir o risco de contágio é necessário estabelecer uma rotina de lavar as mãos constantemente, especialmente:

  • Antes de cozinhar e comer
  • Depois de ir ao banheiro
  • Depois de manipular alimentos (carnes, frutas e verduras)
  • Após limpar a casa
  • Depois de mexer com animais
  • Posteriormente ao visitar amigos ou familiares doentes
  • Logo após assuar o nariz, tossir ou espirrar
  • Ao entrar em casa
lavar as mãos para evitar transmissão de bactérias

Como se deve lavar as mãos?

A lavagem das mãos deve ser feita com abundante água morna e sabão, preferentemente os anti-bactericidas, e deve durar entre 40 e 60 segundos. Para isso, é fundamental levar a cabo os seguintes passos básicos de higiene pessoal:

  • Molhar as extremidades
  • Colocar duas gotas de sabão
  • Esfregar as mãos entre si, chegando a altura dos cotovelos
  • Com movimento circular, lavar cada um dos dedos
  • Limpar as zonas compreendidas entre os dedos
  • Se houver sujeiras debaixo das unhas, limpá-las com uma escovinha macia
  • Enxaguar as extremidades retirando os restos de sujeira e células mortas, além do excesso de sabão
  • Secar as zonas molhadas fazendo uso de uma toalha limpa ou usando toalhas de papel descartável

Uma boa opção quando não estamos em casa são os géis antibactericidas, desinfetantes ou também o álcool em gel, já que estes produtos limpam as mãos sem água ou sabão, mas nos protegem das possíveis doenças.

E você. Conhecia a importância de lavar as mãos?  Vamos respeitar esse simples ato higiênico tão benéfico para a saúde? Que tal incorporar esta prática à rotina diária de seus filhos?