7 coisas que as mães devem ensinar às suas filhas

07 Setembro, 2018
Nós, mães, temos um compromisso especial com nossa filhas. Os pais também, mas talvez nós, como mulheres, saibamos um pouco mais sobre como é ser mulher.

Não podemos achar que nossas filhas vão crescer em um mundo igualitário, isento de machismo ou de sexismo, ou que vão aprender por si mesmas as lições que nós mulheres temos que aprender ao longo do caminho da vida.

A tarefa de erradicar o machismo e de construir um mundo igualitário, no qual as mulheres não sejam julgadas pela aparência ou no qual não tenham que demonstrar habilidades ou aptidões já pressupostas para os homens começa pela educação que as meninas recebem em casa.

Não é o momento de falar em defesa das mulheres, nem de criticar o modo como as coisas são feitas. É o momento de assumir a realidade e agir porque uma coisa são os ideais e os pensamentos politicamente corretos e outra muito diferente é o que acontece na realidade.

O que as meninas devem aprender com suas mães

Homens e mulheres não são iguais, isso está mais que evidente. Mas não significa que nós, mulheres, não tenhamos os mesmo direitos, nem que devemos nos submeter ao que tradicionalmente vem sido instituído como realidade de gênero.

A realidade é o que ela é. Se você quer que sua filha não seja vítima do sexismo e do machismo, você deve deixar algumas questões bem claras para que ela aprenda a viver de acordo com a liberdade e o direito que possui, sem se deixar levar por convencionalismos ou culturas ultrapassadas.

Ensine sua filha a não aceitar limites por ser mulher

Ensine sua filha que ela pode sonhar com coisas grandes. Ser mulher não é uma limitação. Ficou para trás aquela época em que as mulheres podiam exclusivamente se dedicar a ser enfermeiras ou professoras.

Ensine sua filha a sonhar com liberdade, a não se deixar influenciar por convencionalismos de gênero. Deixe que ela explore, brinque e se relacione com todo o tipo de pessoas. Não limite as ações dela mais do que você faria com um filho menino. Se ela cair, deve se levantar e, se possível, deve fazer isso sozinha. Ela vai precisar se levantar muitas vezes na vida.

Ensine sua filha a identificar e combater mensagens machistas e sexistas

Durante muito tempo as mulheres aguentaram comentários, imagens e ideias machistas e sexistas que estão por todos os lados. Ou seja, nós nos submetemos a isso e ainda hoje fazemos.

Ensine sua filha a reconhecer essas mensagens que degradam a imagem da mulher ou que a rotulam com determinadas ações ou obrigações As propagandas, os programas de televisão e, inclusive, a vida pública são espaços repletos desse tipo de mensagem. Ensine sua filha a ser crítica em relação a isso e converse com ela sobre o que essa situação representa.

mães devem ensinar

Ensine à sua filha que os pensamentos dela são importantes e devem ser expressados

Ensine à sua filha que os pensamentos e as opiniões dela são relevantes e, por isso, ela deve expressá-los em voz alta. Não permita que ela seja submissa e aceite o que as pessoas dizem quando ela mesma pensa diferente. Encoraje-a a agir assim em casa. Provoque se for necessário. Encoraje-a a se expressar na escola e no grupo de amigos.

Muitas vezes, a mensagem que recebemos da sociedade é que as meninas boas são tranquilas e não provocam discussões, nem polêmicas. Mas o que nos torna “bons” ou “maus” não tem nada a ver com o que pensamos, mas com o modo como falamos. As ideias podem ser expressas com tranquilidade. Não é preciso gritar nem assumir uma postura violenta.

Ensine à sua filha que ela é muito mais que um corpo e uma roupa

Com frequência, as mulheres e as meninas continuam sendo rotuladas e definidas pela aparência, muito mais do que os meninos. É normal se preocupar com a própria aparência para se sentir bem, naturalmente. Mas quando uma mulher que se preocupa com seu aspecto externo não significa que ela não tenha mais nada para oferecer.

Ensine sua filha a cuidar de si mesma e a decidir sozinha de que maneira quer se vestir. Da mesma forma, ela deve cuidar também do espírito e da mente. Ensine-a a se valorizar permanentemente porque somente assim ela será completamente valorizada pelas outras pessoas.

Ensine sua filha a respeitar a si mesma e a rejeitar os rótulos

Ensine à sua filha que ninguém tem o direito de faltar com o respeito nem de fazer comentários sobre o corpo dela, a aparência ou a condição de mulher. Sua filha deve aprender a se fazer respeitar.

Você também deve ensinar sua filha a não aceitar rótulos de nenhum tipo, especialmente os relacionadas ao gênero. Fazer-se respeitar vai ser a principal e a melhor arma para evitar se relacionar com pessoas indesejáveis que somente querem se aproveitar dela, de uma forma ou de outra.

mães devem ensinar

Converse com sua filha sobre o assédio e a violência de gênero

Evitar a realidade não vai afastar o problema. Converse com sua filha sobre os problemas inerentes à violência de gênero, sobre a repressão e sobre a intimidação que muitas mulheres sofrem por parte dos seus companheiros.

Converse com sua filha sobre o que ela deve fazer para evitar esse tipo de problema e sobre os meios que ela tem ao alcance se estiver passando por problemas desse tipo. Sua filha deve aprender que o amor não justifica suportar humilhações, insultos nem violência.

Converse com sua filha sobre corresponsabilidade

As tarefas de casa e o cuidado com os filhos não são somente responsabilidades das mulheres. E não se trata de fazer os homens ajudar. Trata-se de dividir equitativamente e de forma compreensiva as tarefas, por decisão mútua.

Sua filha deve saber que tudo o que for relacionado à vida em casal é assunto dos dois, igualmente. Tudo o que for relacionado ao lar e à família deve ser conversado e decidido em comum acordo. Não deixe que sua filha ache que por ser mulher ela deve saber fazer alguma coisa.

Os meninos também devem aprender tudo isso

A tarefa de educar para um mundo mais igualitário e responsável se completa educando os meninos nas mesmas condições, ensinando-os a respeitar as mulheres e fazendo-os refletir sobre os sinais e os problemas do machismo e do sexismo.