7 segredos para mães que trabalham em casa

· 19 de outubro de 2018
Se você trabalha em casa, pode ser difícil separar a vida familiar da vida profissional. Paciência: aqui apresentaremos algumas recomendações para tornar este caminho um pouco mais fácil e produtivo.

Conciliar trabalho e maternidade não costuma ser uma tarefa fácil. E, nesse ínterim, um caso particular é o das mulheres que trabalham em casa.

Essa combinação pode obrigá-las a trabalhar como babás e em sua profissão ao mesmo tempo, sem deixar espaço para fazer plenamente nenhuma das atividades.

Por isso, daremos alguns conselhos para mães que trabalham em casa e ainda cuidam das crianças.

Ter a possibilidade de trabalhar em casa tem benefícios indiscutíveis, mas também traz alguns problemas.

Quando alguém já exerce a maternidade, pode tornar-se um pouco complicado combinar o trabalho de mãe com o de trabalhadora.

Muitas vezes, ocorre uma sobreposição das demandas, os horários não são suficientes e a exaustão mental torna-se perceptível.

Nesses casos, é melhor seguir algumas recomendações para trabalhar em casa com crianças e não morrer na tentativa.

Segredos para trabalhar em casa com crianças

1. Contrate uma babá

De maneira nenhuma você deve pensar que, porque “você está em casa o dia todo”, pode cuidar de seu filho sozinha.

Embora existam exceções, você geralmente vai precisar estar com a mente clara para se dedicar às suas obrigações. Caso contrário, fará tudo pela metade.

Portanto, pedir ajuda ao seu companheiro ou contratar uma babá está longe de ser desnecessário.

Afinal, trabalhar em casa é o mesmo que fazê-lo em um escritório, mas com a vantagem de que você estará lá para quando for realmente necessário.

trabalham em casa

2. Organização e determinação

Pode ser que você esteja trabalhando e se lembre de que deve fazer uma compra ou uma tarefa do lar.

Para evitar essas distrações, tente estabelecer uma agenda com horários fixos e determinados para o trabalho. A partir daí, quando você a tiver, tente cumpri-la.

Caso contrário, você irá trabalhar sob pressão o tempo todo, estará aberta para que qualquer coisa tire seu foco e, o que é pior , pode não cumprir seus objetivos de trabalho como pretendia.

3. Escolha um local de trabalho

Assim como o tempo, o espaço desempenha um papel fundamental em todas as áreas de trabalho.

Então, se você tem a possibilidade de adaptar um espaço da sua casa para o trabalho, não hesite em fazê-lo.

Isso é importante porque todos os membros da família devem saber respeitar sua privacidade quando você estiver lá.

Além disso, pense em adicionar uma linha telefônica exclusiva para seu escritório, para que você esteja sempre disponível para seus clientes.

“Quando alguém já exerce a maternidade, pode tornar-se um pouco complicado combinar o trabalho de mãe com o de trabalhadora”

4. Use as atividades extraescolares a seu favor

Quando as crianças estão em idade escolar, as coisas ficam muito mais fáceis. Durante o turno que vão à escola —seja de manhã ou à tarde— elas já terão as horas ocupadas.

No período em que não estiverem na escola, você pode matriculá-las em alguma atividade esportiva ou artística. É evidente que são as crianças quem devem decidir de quais querem participar.

Em conjunto com essa excelente ferramenta, você pode combinar, por exemplo, uma visita aos avós durante a semana ou até mesmo planejar tardes livres com seu companheiro para alternar a supervisão das crianças.

Então, a babá será necessária em horários específicos e você poderá economizar dinheiro.

5. Seja inteligente e flexível

Trata-se, precisamente, de uma das maiores vantagens de trabalhar em casa. Nessa dinâmica, não há horários.

Portanto, se uma noite você não consegue pegar no sono ou necessita ficar acordada para cuidar de um dos seus filhos, poderá adiantar o trabalho.

É claro que isso não deve se tornar uma regra, já que trabalhar excessivamente não é a solução.

No entanto, pode ser útil quando você sabe que não consegue dormir imediatamente e, como resultado, estará cansada na manhã seguinte.

6. Aproveite o “tempo extra”

Na mesma linha do tópico anterior, você também pode aproveitar alguns momentos nos quais você sabe que as crianças não exigirão sua atenção.

Por exemplo, quando elas estiverem assistindo TV ou jogando videogames, provavelmente não vão precisar de você. Ou pode ser que até mesmo não percebam que você não está ali.

Nesses momentos, você pode aproveitar esses minutos para terminar algo pendente ou adiantar alguns detalhes.

Mas, cuidado! Não é aconselhável que você se concentre nos trabalhos principais nesses momentos. Simplesmente considere atividades que se encaixem no ‘tempo extra’.

trabalham em casa

7. Encontre equilíbrio

Embora a maioria das recomendações anteriores tenha como objetivo maximizar o tempo disponível, isso não significa que você deva afastar as crianças o máximo que conseguir.

Muito menos significa que você deve considerá-las um incômodo a ser evitado.

Você e elas precisarão de momentos juntas, para que você nem sempre esteja fechada e para que ‘não perturbem durante o horário de trabalho‘.

Permaneça aberta e receptiva aos pedidos delas. Inclusive, você pode até mesmo designar tarefas simples para elas, como empilhar papéis, por exemplo, para passar o tempo juntas e fazer com que se sintam úteis.

Nós te avisamos desde já: não será uma tarefa fácil. No entanto, com organização e vontade – e também paciência – isso irá funcionar perfeitamente.

Em suma, trabalhar em casa com crianças não é apenas viável: é também uma grande vantagem que muitos gostariam de aproveitar.