9 coisas que a mãe do recém-nascido deve fazer

· 23 de novembro de 2018
A emoção de finalmente ter o bebê nos braços faz com que toda a dor do passado tenha valido a pena.

Depois do parto, existe uma série de passos e inclusive alguns processos que devem ser realizados, os quais num momento de tanta emoção podem ser esquecidos.

Saber o que é preciso fazer e tomar as providências necessárias ajudará para que dê tudo certo com seu bebê.

9 coisas que a mãe do recém-nascido deve fazer

Registar o bebê como seu filho

O registro do bebê é muito importante. Dependendo do lugar em que você vive, o procedimento para registrar seu filho pode ser diferente.

Em alguns países, os recém-nascidos são registrados antes de sair do hospital onde nasceram, ainda que em outros casos seja possível realizar esse procedimento posteriormente. O recomendado é já ter os nomes definidos para evitar confusões.

Preparar a casa

O ideal é deixar a casa pronta antes de ir ao hospital tanto em matéria de organização quanto de limpeza porque ao voltar será difícil arrumar tudo.

É muito importante que os quartos estejam em ordem. Principalmente o local onde vamos ficar com o bebê nos primeiros dias, além de todos os elementos que necessitaremos para seu cuidado.

Também é preciso que tanto o berço quanto o colchão sejam adequados.

Incluir o bebê no seguro de saúde

Contar com um bom seguro de saúde é importante para um recém-nascido. Muitos seguros de maternidade cobrem imediatamente o bebê, enquanto em outros é preciso um contrato separado.

Os pais devem verificar tudo o que se refere às políticas antes da data do parto. Dessa forma, quando a criança nascer, já estará com o seguro em dia.

do recém-nascido

Buscar um bom pediatra

Um bom pediatra poderá diagnosticar qualquer problema. Ele vai acompanhar para que a saúde do bebê se mantenha sempre em bom estado e poderá te aconselhar a respeito disso.

Buscar referências de pediatras é a melhor opção porque sempre é bom ver quais são os mais recomendados.

Respeitar o calendário de vacinação

Cada país possui diferentes tipos de vacinas com o intuito de proteger os recém-nascidos contra vírus ou doenças existentes em cada região.

É preciso que você tenha uma lista de todas as vacinas que o bebê deve tomar e as datas que elas devem ser administradas.

O pediatra sempre estará atento à questão da vacinação da criança. No entanto, é importante que os pais também estejam atentos.

“O que se sente ao se tornar pai? É um das coisas mais difíceis que existe, mas a mudança te ensina o significado do amor incondicional”

-Nicholas Sparks-

Prestar atenção ao cordão umbilical

Uma das principais perguntas dos pais é relacionada ao que fazer com a parte que fica pendurada do cordão umbilical do bebê.

Não é algo muito complicado. Mas é preciso prestar atenção para garantir que nenhum problema apareça.

Manter seca a região ao redor do cordão, limpar com cuidado e deixar que caia por sozinho são alguns conselhos que devem ser seguidos para que não haja problemas.

Informar-se

É importante que os pais leiam muito sobre recém-nascidos antes de ter o bebê nos braços. Muitos se assustam ou se desesperam diante de situações que são normais.

Assim, informar-se trará uma maior confiança e tranquilidade durante os primeiros dias do bebê.

do recém-nascido

Dar muito carinho ao bebê

A proteção que o bebê sente dos seus pais o ajuda a ficar relaxado. O apego pode ser desenvolvido com o tempo e no dia a dia com a criança.

Ainda assim, é recomendável que seja algo constante, já que traz inúmeros benefícios.

Uma pesquisa das Universidade de Duke, nos Estados Unidos, afirma que crianças que não recebem abraços têm uma tendência maior a desenvolver problemas neurológicos.

Não se esqueça de você mesma

O recém-nascido vai ocupar quase todo o seu tempo nas primeiras semanas. É importante, entretanto, que você não se esqueça de cuidar de si mesmo e da sua saúde.

Continuar tomando suas vitaminas pré-natais, assim como começar a fazer exercícios ou retomar a rotina, ajudará a manter suas defesas altas.

A grande carga hormonal depois da  gravidez pode afetar seu humor. Se você sentir que não consegue controlar suas emoções e que está deprimida, é importante que peça ajuda especializada.

A depressão pós-parto é situação que pode ser resolvida com o tempo.