9 técnicas de estudo para crianças

· 19 de dezembro de 2018
Além de ajudar a melhorar os resultados acadêmicos, a aplicação de boas técnicas de estudo traz vantagens no processo de aprendizagem do seu filho. Por exemplo, encoraja a motivação, favorece o interesse, facilita a cooperação e permite uma maior autonomia, iniciativa e criatividade.

As técnicas de estudo para crianças são atividades específicas e sistematizadas que geralmente são internalizadas para adquirir conhecimento de maneira mais simples, o que certamente ajudará as crianças com seus resultados acadêmicos.

O processo de conscientização acerca das necessidades da criança no processo de aprendizagem fez surgir diferentes técnicas de estudo para ajudá-las a se desenvolverem nesta etapa.

Felizmente, considera-se que o conhecimento deve ser transmitido de maneiras diferentes e sempre levando em consideração o estágio de desenvolvimento de cada criança.

Da mesma forma, devem ser consideradas suas características individuais, que variam desde sua personalidade até ao contexto, entre outros aspectos, a fim de poder aplicar as técnicas de estudo que produzam melhores resultados no processo de ensino dessa criança.

técnicas de estudo

9 técnicas para estudar

Vamos apresentar a seguir 11 técnicas de estudo para crianças que pais ou professores podem usar para ajudá-las a encontrar aquela que melhor se adapte às suas necessidades.

É importante saber que as técnicas de estudo podem ser usadas uma após a outra, como se fosse um esquema, ou podem ser tomadas individualmente:

A leitura

Para ser assimilado, um texto deve ser lido com antecedência. Para isso, são propostos dois tipos de leitura: a leitura exploratória ou pré-leitura. Esta primeira leitura é rápida. Aproxima a criança do texto ou narração.

Após a primeira leitura, é feita uma leitura compreensiva. É aconselhável pausar em cada parágrafo e elaborar uma pequena compreensão oral sobre o que foi lido no parágrafo anterior. Dessa forma, a compreensão do texto será internalizada.

Sublinhar

Geralmente, a técnica de sublinhado é aprendida passo a passo. O ideal é que, depois de realizar o passo anterior de leitura, se identifique mentalmente a ideia principal e se responda à seguinte pergunta: o que esse texto quis nos dizer?

Partindo dessa pergunta, seu filho pode sublinhar o mais importante do texto ou parágrafo para uma melhor compreensão ou uma posterior análise.

Fazer anotações

Esta etapa consiste em realizar um desenvolvimento próprio do sublinhado. É importante e útil que seu filho escreva um texto com suas próprias palavras, e não literalmente copiando o que o texto diz. Dessa forma, você pode perceber até onde o texto foi assimilado.

Por outro lado, é importante respeitar os termos particulares que não podem ser substituídos. Por exemplo: se o texto é sobre um acontecimento histórico, não é conveniente omitir as datas no resumo.

técnicas de estudo

Elaborar mapas mentais

Os mapas mentais são de muita ajuda particularmente para crianças que possuem memória visual.

No entanto, mesmo que seu filho não tenha esse tipo de memória, os mapas as vezes são muito úteis, pois associam  palavras-chaves através de redes de comunicação que podem ser representadas por setas.

Guias de estudo

Este método é útil quando é necessário incorporar datas ou números. Geralmente é usado extensivamente em matérias como história, química, matemática, geografia e idiomas.

Teste

Os testes servem para confirmar quanto conteúdo seu filho tem assimilado e quando é necessário rever um pouco mais.

São semelhantes às avaliações chamadas questões de múltiplas escolha, nas quais é necessário escolher a resposta correta entre 3 ou mais respostas possíveis.

Utilizar regras mnemônicas

As regras mnemônicas são usadas associando um termo difícil de se assimilar a outro que é conhecido pela criança.

Dessa forma, ancora-se uma nova ideia a outra já existente. Também é muito útil para lembrar palavras ou datas.

Fazer desenhos

Muitas crianças usam suas habilidades de desenho. Este tipo de talento é particularmente útil em matérias como geografia, arte ou história.

Um desenho pode ajudá-las a gerar associações mentais pictográficas.

Gravar as aulas

Aquelas crianças que geralmente adquirem seus conhecimentos através do caminho auditivo geralmente gravam as aulas para, depois, reproduzi-las em casa e gravar novamente com sua própria voz.

O poder desta aprendizagem é muito poderoso e de grande utilidade. Principalmente quando a criança reconhece sua voz na gravação, uma vez que gera um efeito de incorporação do conhecimento muito mais preciso do que escutar uma voz alheia.

Algumas dicas extras

Embora aparentemente não seja uma técnica de estudo, é indispensável ter um espaço limpo e organizado.

Por outro lado, é importante que você saiba que pode usar cada uma dessas técnicas como um esquema que vai desde a primeira até as últimas, o que ajuda a facilitar a aprendizagem do seu filho.

No entanto, como expressado desde o início, existem técnicas que são mais utilizadas por algumas crianças do que por outras, já que isso depende das habilidades naturais de cada uma, de sua personalidade, do estágio evolutivo, do contexto e da matéria.

Imagem da capa em mylittlewalnutphotography.com