A aprendizagem vivencial e a sua importância

6 de janeiro de 2020
Ser capaz de refletir sobre uma experiência como uma forma de aprendizagem é o objetivo da aprendizagem vivencial. Vamos falar sobre a sua importância neste artigo.

A aprendizagem vivencial é uma abordagem ou metodologia educacional que tem como objetivo permitir que o aluno aprenda a partir das experiências. Ou seja, os alunos enfrentam diferentes situações através das quais aprendem os conceitos e conteúdos curriculares.

Características da aprendizagem vivencial

A metodologia da aprendizagem vivencial sustenta que uma aprendizagem significativa acontece por meio da ação.

Dessa forma, longe das aulas expositivas e da memorização de conceitos, a aprendizagem vivencial pretende que os alunos participem da própria aprendizagem e, para isso, façam uso de todos os seus sentidos e da sua capacidade de raciocínio em uma experiência educacional ligada a uma situação real.

Juntamente com outras metodologias ativas de aprendizado, a aprendizagem vivencial tem como objetivo envolver o aluno ativamente, para que ele estude e pesquise sobre um fenômeno ou situação específica.

A aprendizagem vivencial e a sua importância

É como a aprendizagem baseada em desafios, projetos ou problemas, os centros de interesse ou o ciclo de aprendizagem vivencial de Kolb. Ou seja, todas essas são estratégias de ensino-aprendizagem globalizadoras, que consideram as particularidades de quem aprende, integrando e envolvendo conteúdos de diferentes disciplinas.

Como já dissemos, o objetivo principal da aprendizagem vivencial é fazer com que os alunos enfrentem uma situação de aprendizagem baseada em uma experiênciaE que, além disso, possam analisar o seu próprio processo criticamente, bem como os novos elementos, comportamentos e conceitos aprendidos.

Qualidades da aprendizagem vivencial

  • Permite ao aluno aprender por meio da experiência e de situações relacionadas ao seu ambiente mais próximo. Dessa maneira, ele pode obter um conhecimento global desse ambiente.
  • É válida para diferentes níveis e idades educacionais, desde que as situações de ensino sejam adequadamente elaboradas e desenvolvidas.
  • Envolve uma aprendizagem significativa, profunda e de longo prazo.
  • Dá um papel de liderança ao aluno, incentivando a sua participação, colaboração e entrega.
  • Ajuda os alunos a obter autonomia quanto ao seu próprio processo de aprendizagem, assumindo que os erros fazem parte de todos os processos vivenciais.
  • Considera o educador uma peça fundamental para o processo de aprendizagem do aluno ao assumir um papel de orientador e mediador. O professor deve estabelecer um relacionamento de igual para igual com os seus alunos a fim de acompanhá-los e de atender às demandas particulares de cada um deles.
  • Busca o desenvolvimento integral dos alunos como resultado de uma aprendizagem experimental, na qual diversos conhecimentos e, portanto, matérias, são tratados, além das diferentes dimensões sociais, culturais, psicológicas e de personalidade.

Uma aprendizagem por meio da experiência

Assim, a aprendizagem vivencial deve ter, como ponto de partida, atividades educacionais pensadas a partir das experiências. Ou seja, recorrendo a situações reais, práticas e empíricas para aprender as disciplinas escolares.

A aprendizagem vivencial e a sua importância

Por exemplo, é possível recorrer a técnicas de teatro ou de dinâmica de grupo para aprender literatura ou habilidades sociais. Priorizar o contato direto com a natureza para aprender biologia ou física, ou usar a expressão plástica ou musical para o desenvolvimento da psicomotricidade ou da criatividade.

Por outro lado, aprender a partir ou por meio das experiências não tem um impacto apenas sobre o desenvolvimento da inteligência e dos sentidos, mas também sobre o desenvolvimento das emoções.

Quando as pessoas vivenciam uma experiência, entram em jogo sensações e sentimentos que permitem que elas desenvolvam ou se conectem com aspectos da sua personalidade.

Em resumo…

A importância da aprendizagem vivencial está no fato de que usa a experiência para o aprendizado. Uma experiência a ser vivida sobre a qual, depois, deve-se refletir.

É nesse aspecto que reside o potencial educacional dessa metodologiapois realmente aprendemos quando podemos refletir sobre os conhecimentos, as competências e as habilidades necessárias para enfrentar uma situação específica.