A importância de ensinar o valor da amizade para as crianças

15 Agosto, 2018
Nós somos seres sociáveis devido ao vínculo familiar. Além disso, o vínculo com as nossas amizades são muito importantes para nos sentirmos bem com nós mesmos e com aqueles que vivem ao nosso redor.

Em qualquer idade, ter amigos proporciona apoio emocional e promove uma boa saúde mental e bem-estar. A amizade nas crianças também é muito importante para o seu desenvolvimento social e emocional.

Através das amizades, as crianças aprendem a se relacionarem umas com as outras, desenvolvem habilidades sociais, ensinam outras crianças a serem bons amigos e a entender os laços que existem entre as pessoas.

A maioria das crianças querem ter amigos. As crianças que têm, adquirem mais probabilidade de confiarem mais nos outros e, inclusive, de terem melhor rendimento acadêmico na escola, se comparadas àquelas que não têm amigos.

Quando as crianças têm dificuldade de fazer amigos e de mantê-los, é provável que elas se sintam sozinhas e infelizes. Esse fato fará com que se sintam mal com o mundo que as rodeia. Quando uma criança se sente rejeitada pelas outras pessoas, ela pode adquirir uma angústia significativa com relação às outras pessoas. 

É muito importante aprender o valor da amizade e saber ser um bom amigo. Além disso, é essencial possuir habilidades de amizades positivas para poder ajudar as crianças socialmente e para que elas se sintam mais felizes e possuam mais confiança.

valor da amizade

Ser um bom amigo faz com que você seja mais feliz

Ter bons amigos nos faz feliz. As amizades podem se desenvolver dentro das famílias, nos bairros, nas escolas e, inclusive, através da internet. No entanto, para ter boas amizades, primeiro, é preciso ser um bom amigo. Ser um bom amigo não é uma habilidade que as crianças aprendem no pátio da escola. O desenvolvimento das amizades requer muito trabalho. Contudo, é uma das coisas mais gratificantes que acontecem ao longo da vida da criança.

O que fazem os bons amigos? Para poder ensinar às crianças o valor da amizade, é preciso fazer com que elas entendam o papel dos bons amigos. Para que elas entendem como devem ser os bons amigos (tanto elas com relação às outras crianças como as outras crianças com relação a elas), você deve dar alguns exemplos claros, como por exemplo:

  • Lembrar de coisas importantes (aniversários, eventos).
  • Ter confiança, ser “de confiança”, poder contar com eles quando precisar.
  • Fazer coisas boas pelos outros.
  • Usar um linguajar respeitoso.
  • Ajudar um amigo quando ele estiver triste ou tiver algum problema.
  • Passar tempo com o seu amigo aproveitando novas experiências.
  • Divertir-se com o seu parceiro e com as outras pessoas.
  • Gostar das outras pessoas de uma forma positiva.

As amizades requerem dar e receber

As amizades requerem dar e receber. Por isso, as crianças irão dividir brinquedos, tempo, jogos, experiências e sentimentos. As crianças irão aprender que podem ter amigos e que as amizades se desenvolvem através da troca mútua e da concordância.

valor da amizade

As habilidades que as crianças precisam para manter as amizades mudam à medida que elas crescem. Além disso, suas ideias sobre a amizade também vão mudando conforme vão se desenvolvendo e evoluindo. Isso se reflete nas atividades de acordo com a idade. Por exemplo, crianças de dois anos, após um sorriso já brincam juntas normalmente. No entanto, crianças com mais de 8 anos, além de confiarem na outra pessoa, precisam ter interesses em comum.

É preciso ensinar às crianças habilidades sociais positivas para que possam ter boas amizades. Isso significa trabalhar a inteligência emocional, a empatia, a assertividade, a resolução de conflitos, etc. Dessa forma, elas irão aprender a valorizar a amizade e a entender como é importante ser um bom amigo. Além disso, irão priorizar encontrar amizades que tragam coisas positivas.

É bom que ambos os pais sejam um bom exemplo para a criança. Também é importante ler para os seus filhos livros que falem sobre o valor da amizade, etc. Pouco a pouco, as crianças irão aprender a importância de ter bons amigos.

  • Arias Martínez, B. y Fuertes Zurita, J. (1999). Competencia social y solución de problemas sociales en niños de educación infantil: un estudio obser- vacional. Mente y Conducta en situación educativa. Revista electrónica del Departamento de Psicología. Universidad de Valladolid, 1, (1), 1-40.
  • Bandura, A. y Walters, R. (1974). Aprendizaje social y desarrollo de la personalidad. Madrid: Alianza.
  • Lacunza, A. B., & de González, N. C. (2011). Las habilidades sociales en niños y adolescentes. Su importancia en la prevención de trastornos psicopatológicos. Fundamentos en humanidades, 12(23), 159-182. https://www.redalyc.org/pdf/184/18424417009.pdf
  • Michelson, L., Sugai, D., Wood, R. y Kazdin, A. (1987). Las habilidades sociales en la infancia: Evaluación y tratamiento. Barcelona: Martínez Roca.
  • Ovejero Bernal, A. (1998). Las habilidades sociales y su entrenamiento en el ámbito escolar. En F. Gil y J. León (comp.) Habilidades sociales. Teoría, investigación e intervención (pp. 169-185). Madrid: Síntesis Psicológica.