A inteligência das crianças é surpreendente

· 29 de novembro de 2018
Os pais e, sobretudo, os avós se surpreendem ao ver a inteligência de seus netos. Neste artigo, descubra mais sobre a inteligência dos pequenos.

A inteligência das crianças é tão surpreendente que mostra aos adultos de hoje a urgente necessidade de abordar outros métodos de educação, nos quais os talentos naturais das crianças possam ser iniciados e desenvolvidos.

Um dos desejos mais profundos de todos os pais é que seus filhos tenham uma vida plena, que desenvolvam todos seus talentos ao máximo e que encontrem o mais cedo possível sua vocação. É possível conseguir isso, à princípio, valorizando a inteligência das crianças.

Tipos de inteligência

Existem oito tipos de inteligência. Segundo a Teoria das Inteligências Múltiplas, idealizada pelo psicólogo americano Howard Gardner  como contrapeso ao paradigma de uma inteligência única, ele cita oito tipos de inteligência.

“Gardner propôs que a vida humana requer o desenvolvimento de vários tipos de inteligência. Assim, Gardner não entra em contradição com a definição científica da inteligência que a define como a «capacidade de solucionar problemas ou elaborar bens valiosos”, explica em um de seus artigos o psicólogo educativo Bertrand Regader.

A investigação de Howard Gardner conseguiu identificar e definir até oito tipos de inteligências distintas.

Uma delas é a inteligência linguística, a qual faz referência a habilidade para a comunicação oral, assim como outras maneiras de se comunicar, como a escrita, a gestualidade, etc…

Também existe a inteligência lógico-matemática, a qual está associada à capacidade das crianças para o raciocínio lógico e a resolução de problemas matemáticos. Esses talvez sejam os dois mais conhecidos tipos de inteligência, porém existem outros.

a inteligência das crianças

Diferentes inteligências, todas surpreendentes

Além das inteligências já mencionadas, existe por exemplo, a inteligência musical, que é reconhecida em algumas áreas do cérebro que executam funções vinculadas com a interpretação e composição musical.

Existe uma inteligência chamada de inteligência corporal e cinestésica, que está relacionada com a habilidade de usar ferramentas. Ademais, também existe a inteligência intrapessoal, que nos permite compreender e controlar nosso âmbito interno.

Outro tipo de inteligência é a naturalista, a qual faz parte de uma série de capacidades mais intuitivas como o uso da inteligência corporal para expressar sentimentos através do corpo.

Esta, como qualquer tipo de inteligência, pode ser treinada e aperfeiçoada. Então, imagine a vida tão plena que seu filho pode ter se conseguir desenvolver de forma positiva todos seus talentos.

Você sabe que ele tem esse potencial porque já deve ter se dado conta de que a inteligência das crianças é surpreendente.

De fato, o psicólogo americano propõe que a vida humana requer que todos os seres humanos desenvolvam vários tipos de inteligência.

Essa proposição está em perfeita sintonia com a definição científica da inteligência, que define este atributo como a capacidade de solucionar problemas ou elaborar bens valiosos.

A inteligência necessita ser desenvolvida

a inteligência das crianças

Esse homem da ciência e seus colaboradores da prestigiosa Universidade de Harvard advertiram que a inteligência acadêmica (a obtenção de títulos e méritos educativos; o expediente acadêmico) não é um fator decisivo para conhecer a inteligência de uma pessoa.

As inteligências pouco capazes se interessam pelo extraordinário. As inteligências poderosas, pelas coisas comuns

-Victor Hugo-

E isso foi comprovado por muitas pessoas ao longo do tempo. Dessa forma, significa que o sistema educacional que conhecemos até agora deve mudar e se adaptar às necessidades das crianças de hoje em dia.

Sem dúvida, os peqenos muitas vezes deixam os adultos que os rodeiam perplexos porque certamente têm uma inteligência surpreendente.