A relação entre irmãos: um vínculo único

· 7 de junho de 2019
O ser humano pode ter muitas relações ao longo de sua vida, mas nenhuma possui um vínculo tão único e especial quanto o que é criado entre irmãos. Neste artigo, trataremos dos pormenores dessa relação. 

Os seres humanos estabelecem muitas relações em suas vidas, algumas mais importantes que outras. Sem dúvida alguma, a relação entre os irmãos é única e insubstituível.

É verdade que a relação mais forte e estável é a que estabelecemos com nossos pais, mas pode-se dizer que a que mais se assemelha a esta é a que temos com os nossos irmãos.

Desde do primeiro encontro, os irmãos criam um vínculo único e inabalável que vai se fortalecendo com o passar dos anos, as experiências vividas e a cumplicidade forjada.

Um irmão é o amigo incondicional que a vida lhe concede. É alguém que não foi escolhido por você, mas que foi imposto por algum poder divino para ser seu aliado, companheiro, cúmplice e, em alguns momentos, principalmente na infância, o seu pior pesadelo.

Por isso, essa relação pode chegar a se tornar o pilar de segurança entre irmãos, uma fonte de afeto bilateral. Por sua vez, é a base das relações com futuras amizades e permite aprender a resolver diferenças entre colegas e amigos.

Entre irmãos costuma-se desenvolver a primeira relação de igual para igual que se tem na vida. É uma espécie de treinamento prévio para sabermos nos relacionar com outras pessoas, em igualdade de condições, à medida que ocorre a inserção paulatina na sociedade.

O tratamento e a convivência estabelecida entre os irmãos refletem, de certa forma, as coisas boas e difíceis da sociedade. No dia a dia entre irmãos, podemos vislumbrar o amor fraternal, as brincadeiras, a prática de valores e princípios, e também grandes conflitos e desavenças com as quais devemos aprender a lidar.

Nossos irmãos: seres fundamentais na vida

A relação entre os irmãos está cheia de vínculos e histórias inesquecíveis e incomparáveis com qualquer outro laço afetivo, uma vez que é um dos mais importantes, duradouros e constantes na vida.

Os irmãos são essas pessoas com as quais aprendemos e que ensinamos. Eles representam nossos inícios com o estabelecimento de vínculos sociais. Entre irmãos se aprende a compartilhar, negociar, ceder ou a defender o que acreditamos ser justo.

irmãos brigando por brinquedo

Promova uma boa relação entre os irmãos

Como pais, devemos saber canalizar a boa relação entre nossos filhos. É necessário demonstrar-lhes o equilíbrio e a harmonia que representam na família e a importância que todos têm nela. As seguintes dicas também poderão te ajudar:

Promova a consciência sã

Evite rivalidades através de palavras ou ações que possam refletir favoritismo por qualquer um dos seus filhos. Promova um vínculo saudável entre eles para garantir uma boa relação no futuro.

Valorize as individualidades de cada um

Cada filho é único e merece a mesma atenção por parte de ambos os pais e todos os familiares. Aprenda a valorizar os aspectos positivos de cada um e aplauda as suas realizações.

Empregue o seu tempo com qualidade

Compartilhar o tempo de maneira conjunta e individual com cada um deles também é importante. Procure criar espaços de comunicação, jogos, momentos de felicidade e atividades para lhes dar a oportunidade de tomar decisões juntos.

“Nossos irmãos e irmãs estão lá desde o amanhecer de nossas vidas até o inevitável pôr do sol.”

—Susan Scarf Merrell—

Não faça comparação entre os irmãos

Evite as rivalidades comparando-os entre si. Para fortalecer a individualidade entre irmãos, é preciso reconhecer que cada um deles tem interesses e habilidades especiais que os ajudam a encontrar um lugar especial dentro de seu núcleo familiar.

Estimular e desenvolver as capacidades de seus filhos e reconhecer as suas virtudes será um bom exemplo para que se desenvolva entre eles uma comunicação positiva. Assim, valorizarão as qualidades de seus irmãos.

Faça com que eles compartilhem espaços dentro de casa

As relações interpessoais se baseiam na convivência e interação. É por isso que se recomenda propiciar espaços lúdicos comuns afastados da tecnologia, que regularmente isolam o indivíduo em um espaço virtual.

Se eles têm um lugar agradável, onde podem compartilhar e se desenvolver, sem dúvida, as tensões decorrentes de qualquer conflito em breve desaparecerão.

Atribua responsabilidades iguais

Devemos alcançar um equilíbrio nas responsabilidades do lar. Isso ajuda a desenvolver um vínculo fraterno e de cooperação entre os irmãos. Dividir as tarefas domésticas de forma equitativa, evitará conflitos e promoverá o apoio entre eles.

irmãos indo juntos para escola

Seja o exemplo a ser seguido

Como mãe, devemos ser um exemplo a ser seguido. É por essa razão que, para ter um ambiente harmonioso em casa, recomenda-se evitar maus-tratos físicos e/ou verbais. Tudo aquilo que fazemos com nossos filhos será repetido em suas relações fraternas.

Apesar de o vínculo entre os irmãos ser algo que vemos pouco em outras relações, o exemplo dado pelos pais a família e o entorno serão elementos fundamentais para que essa relação seja confortável e próxima.

Um irmão sempre vai ser o melhor amigo que qualquer um poderia ter. É o aliado mais que especial que dura para toda a vida. Valorize a relação entre irmãos, ajude os seus filhos a colherem um vínculo forte e cheio de amor. Assim, eles sempre terão esse apoio incondicional para o resto de seus dias.