Ensine a relação de causa e efeito ao seu filho

· 6 de dezembro de 2018
É importante que a criança entenda como e por que as situações ao seu redor acontecem. Na atualidade, há inúmeros meios de exercitar o cérebro de uma criança.

A relação de causa e efeito é de vital importância para o desenvolvimento cognitivo da criança. As sensações, a percepção, a memória, a atenção e a concentração são processos que ajudam na elaboração desse tipo de relação.

Na vida cotidiana, são observadas situações que se relacionam a esse tema como, por exemplo, o bebê sabe que quando chora (causa) alguém vai confortá-lo (efeito).

Como ensinar a relação de causa e efeito de acordo com a fase de desenvolvimento da criança?

Neste caso, vamos tratar sobre como se deve estimular as crianças:

Crianças na fase II, entre 1 e 4 meses

causa e efeito

  • Permitir que a criança interaja com os brinquedos. Neste caso, são mais recomendáveis aqueles brinquedos que fazem barulho, ou seja, que emitem algum ruído em resposta a uma ação realizada pela criança. Por exemplo, uma boneca que emite um som quando pressionada.
  • No começo, você deve ensinar mostrando como se faz. Tente várias vezes até que a criança consiga fazer sozinha.
  • Com os chocalhos, mostre ao bebê o movimento que se deve fazer para que o som seja produzido. Assim, ele poderá entender que vai provocar um som se balançar o chocalho.
  • Para que a criança associe a obtenção de leite com o movimento de sucção, é possível fazer um exercício. No momento em que você estiver dando a mamadeira ou o seio, retire para um momento de descanso e, ao dar de volta, deixe-o chupar.
  • Pegar ambas as mãos do bebê e bater palmas com elas. Isso ajuda o pequeno a perceber que, ao bater as mãos, vai produzir um som.
  • Andar ao redor do bebê sempre falando de forma que a criança consiga seguir você com o olhar.

Crianças na fase III, de 4 a 8 meses

causa e efeito

  • Colocar a criança de barriga para cima no berço para que alcance os móbiles com as pernas. Ela vai saber que ao mexer as perninhas pode movimentar um objeto e vai repetir essa ação quando quiser.
  • Colocar um rádio na frente do bebê, mostrando que, quando se aperta o botão, ele liga ou desliga. A criança vai repetir essa ação para produzir o som.
  • Se a criança balbucia, a mãe pode repetir o que diz para que se estabeleça uma boa conversação entre os dois.
  • Estimular o bebê a cantar, colocando uma música calma na qual ele possa prestar atenção. Ou também a mãe pode cantarolar para que o bebê observe.
  • Falar constantemente com o bebê, depois do banho, após dar a mamadeira, etc. O que importa é falar e é muito positivo variar o tom de voz.

Crianças na fase IV, de 8 a 12 meses

  • Assim que a criança começar a falar, é possível praticar para que ela associe os nomes das pessoas ao seu redor. Após isso, é recomendável que as pessoas se virem quando a criança chamar.
  • Mostre à criança um móbile adequado, isso quer dizer, um suficientemente leve que possa ser acionado de diferentes maneiras, tocando, empurrando. Deve-se deixar a criança praticar sozinha.
  • Na hora de comer, a mãe pode dizer o nome dos alimentos como mamadeira, pão, batata, etc., sempre mostrando qual é qual.
  • A mãe pode cantar junto com a criança. Enquanto isso, pegue um paninho do bebê e coloque na sua boca para que o pequeno não cante. Ao retirar, a mãe volta a cantar. Repita várias vezes para que o pequeno compreenda o exercício.
  • Mostre à criança vários instrumentos musicais de modo que ela possa aprender o que se deve fazer para que o objeto emita um som.