Conselhos para ajudar as crianças na adaptação à creche

· 19 de outubro de 2017

Uma das coisas que mais nos preocupam quando nosso filho cresce é o processo de adaptação à creche. Quando tomam essa difícil decisão, muitas mães se preocupam sobre questão de se a criança vai conseguir se sentir à vontade, o que ela vai aprender e, devido ao nosso instinto protetor, como ela vai ser tratada.

Não existe uma receita mágica para que as crianças gostem da creche. Nós devemos estar conscientes de que ela não pediram isso e que provavelmente para elas não será simples se acostumar rapidamente. Embora não exista uma fórmula secreta, você pode se informar e conhecer alguns conselhos que vão ajudar seu filho a se adaptar muito melhor e de maneira mais rápida.

Conselhos para ajudar as crianças na adaptação à creche

Contar para elas o que vai acontecer

Se explicarmos ao nosso filho o que vai acontecer, ele vai começar a entender o processo muito antes. Você pode encenar a vida na creche e o que costuma acontecer lá com os bichinhos e os bonecos da criança. Você também pode fazer uma encenação real, com a criança sendo ela mesma e a mamãe sendo a educadora. Quanto mais fizermos essas atividades com nosso filho, mais rápido ele vai se sentir à vontade na creche e isso vai se transformar na nova rotina.

Você deve dar tempo às crianças

Pode acontecer duas coisas no processo de adaptação à creche. Primeiro, a educadora pode ser muito rígida e não oferecer um período flexível para o processo de adaptação da criança ou, em segundo lugar, os pais, devido às suas ocupações e a falta de tempo, podem não oferecer esse tempo também. A criança, em geral, não vai se adaptar em poucas horas ou dias a um ambiente totalmente novo para ela. Por isso, devemos tentar proporcionar esse tempo para que ela conheça sua nova cuidadora, seus novos amigos e para que ela se sinta segura no novo lugar.duas crianças brincando juntos na creche

 

Sempre se despeça

Muitas crianças acabam se sentindo completamente abandonadas nas escolinhas infantis. Se deixarmos a criança na creche e do nada desaparecermos, a primeira coisa que a criança vai sentir é o abandono. Por isso, é muito importante se despedir dela com uma mensagem que transmita a segurança de que você vai voltar em breve. Provavelmente a criança vai chorar no começo, mas logo vai se sentir mais tranquila porque vai saber que voltará a ver você em breve. Por isso, sempre se despeça.

Muitos pais simplesmente saem para que a criança não os veja ir embora, o que gera tristeza nos pequenos. Nunca vá embora de um lugar sem se despedir do seu filho.

Seja compreensiva

Devemos ser o mais compreensivas possível e ter muita empatia nessa situação. É essencial nos colocar no lugar da criança e entender o que ela está sentindo, entender essa mudança tão radical pela qual ela está passando. Se nosso filho nos pedir mais carinho quando estivermos em casa, devemos dar. Nesses casos, o mais provável é que a criança precise sentir que nosso amor ainda existe. Lembre-se de que é muito importante apoiar seu filho nesse processo, ele vai precisar de você para se adaptar.

Estabelecer confiança com a educadora

É importante que a criança veja que temos uma boa relação com a educadora e que ela pode ser uma pessoa em que seu filho também pode confiar. É positivo nosso filho nos ver conversando amigavelmente com ela, para que ele perceba que a educadora não é uma desconhecida. Tudo isso vai fazer a criança se sentir mais tranquila e, portanto, nós como pais também nos sentiremos assim ao conhecer um pouco mais a pessoa responsável por cuidar do nosso filho.

Manter nossa alegria e nosso positivismo

Embora para você também seja um processo complicado, você deve parecer estar alegre e positiva com a entrada do seu filho na creche.  Se ele perceber que você está mais preocupada do que o normal ou que você desconfia da situação, seu filho pode se sentir incomodado ou inseguro também.mãe sentadas no chão da creche com seus filhos no colo

 

Objeto de apego

Uma boa forma de ajudar na adaptação do seu filho à creche é deixá-lo levar seu brinquedo preferido com ele, para que assim possa sentir que tem em mãos alguma coisa que o conecta com sua casa. Esse tipo de objeto proporciona segurança e confiança nesse processo de transição, o que vai ajudar a criança a se sentir à vontade no lugar em que estiver.

Sintomas de problemas de adaptação à creche

Pode acontecer de o seu filho não se adaptar bem à creche. Por isso, você deve ficar bem atenta aos sinais e tentar apoiá-lo para que se sinta mais à vontade. Para isso, você precisa observar o comportamento do seu filho, o que vai nos indicar se ele está se adaptando bem ou não. Alguns dos sintomas de problemas de adaptação à creche são:

  • A criança se mostrar muito dependente de você. Se ela estiver com problemas de adaptação, a criança pode se agarrar muito mais em você quando acaba de sair da creche. Se isso acontecer durante muito tempo, você deve tentar corrigir e minimizar essa reação.
  • A criança fica triste o dia todo. A educadora informa que seu filho passa o dia todo chorando, não brinca e quando você chega quer apenas ficar no seu colo.
  • A criança apresenta problemas para dormir nas primeiras semanas. Seu filho pode apresentar dificuldades para conciliar o sono durante esse tempo. Isso pode significar que não está assimilando as experiências do dia.
  • A criança pode manifestar mudanças de humor. Você pode notar isso quando perceber mudanças de temperamento e quando às vezes seu filho não quiser obedecer.
  • A criança pode apresentar retrocessos no desenvolvimento. Ela pode começar a pedir a mamadeira de novo, começar a comer mal ou voltar a ter hábitos de higiene próprios de quando era um bebê.

O mais importante da adaptação da criança a esse novo ambiente é que, como pais, devemos compreender, guiar e apoiar nosso filho nesse processo. Não será fácil para ele nem para você, mas talvez seja uma decisão que você precise tomar por motivos de trabalho ou pessoais. Além disso, esse pode ser o primeiro contato do seu filho com pessoas estranhas. Por isso, significará um grande aprendizado para vocês e para seu filho.