Ajude seu filho a formar uma autoimagem positiva

· 1 de dezembro de 2017

Você sabia que a imagem que seu filho terá de si mesmo é, em parte, condicionada pelo que você ensina? Sim, a importância dos pais em formar seu próprio autoconceito é vital. A seguir, ensinaremos como você pode ajudar seu filho a formar uma autoimagem positiva.

A família é o contexto mais importante para obter uma autoimagem positiva. Como pais, trazemos aos nossos filhos um pequeno reflexo de quem são, já que somos o primeiro espelho deles. Que tarefa importante!

Cada um de nossos filhos é o mais bonito, o mais esperto e o mais capaz. Essas afirmações são uma pequena ajuda para dar confiança e amor ao nosso bebê. É importante para os pais que seus filhos cresçam sabendo que irão alcançar tudo o que for proposto porque eles valem muito.

Mas todos esses comportamentos são parte de um grande processo que vai acompanhar nossos filhos por muitos anos: a formação da autoimagem.

Formando a imagem 

A imagem pessoal é formada pelo que nós mesmos vemos e observamos junto com a reflexo do que os outros nos oferecem. Ou seja, tanto a própria criança quanto o ambiente que a rodeia se encarregarão de mandar informações para que primeiro crie um conceito de quem é.

contruindo uma autoimagem positiva

O autoconceito é construído e definido ao longo do desenvolvimento por influência de pessoas significativas do meio familiar, escolar e social e, como consequência de suas próprias experiências de sucesso e fracasso.

-Machargo-

A influência que nós pais temos na imagem pessoal de nossos pequeninos faz com que possamos criar ou não uma estabilidade em sua autoestima, a chave para o autoconceito.

Até a idade de 10-12 anos, o ambiente mais próximo de qualquer criança será a família e a escola. Portanto, se favorecermos a formação de uma autoimagem positiva nesses ambientes, nossos filhos irão:

  • Crescer mais felizes
  • Desenvolver suas próprias capacidades
  • Se sentir mais seguros de si mesmos
  • Ser capazes de assumir seus sucessos e seus fracassos
  • Ter maior capacidade de confiar nos outros e neles mesmos

Embora você possa achar que ajudar seu filho nesse sentido seja dizer apenas coisas boas, aqui apresentamos mais conselhos que podem ser úteis nesta tarefa.

Maneiras de ajudar a criar uma autoimagem positiva

  • Pense em seu filho ou sua filha. Pense nas características que os tornam únicos e especiais. Ninguém mais no mundo poderia ser idêntico a ele. Reconheça seu valor como um ser único.
  • Seja realista. Com ele e com você mesma. Ser realista não consiste em mentir. A confiança é muito importante. Consiste em ajudar a criança a ver o que ela realmente é e o que é capaz de fazer.
  • Concentre sua atenção nos pontos fortes. Todo mundo tem pontos fortes. Por que nos fixar somente nas fraquezas? As capacidades que temos serão o que nos levaram para onde quisermos ir.
autoimagem positiva mãe e filha

 

  • Dê seu amor incondicionalmente. Seu filho merece ser amado simplesmente por ser como é. Quando as crianças percebem que o amor está sujeito a condições, elas levam essa crença para a idade adulta. E, assim, para todas as suas relações posteriores.
  • Promova sua capacidade crítica. Ajude seu filho a resolver problemas, sem julgar o tempo que ele precisa. Forneça apoio e o oriente na busca de soluções. Dar tudo solucionado, o tornará inseguro e, no futuro, ele não vai se considerar capaz de enfrentar seus problemas sozinhos.
  • Valorize suas realizações. Seu filho ver a reação que as conquistas dele geram em você, será um reforço poderoso para ele. Não deixe de reconhecê-las.
  • Respeite-o. Ser uma criança também é ser uma pessoa com características próprias. Respeite suas opiniões, se interesse pelas preferências dele, por sua maneira de pensar e o deixe ver que são valorizadas. Você pode não concordar com ele, mas você valoriza sua opinião.
  • Escute-o. Ensine que ele tem o direito de se expressar e ser ouvido. Isso será de grande ajuda quando ele tiver que expressar sua opinião em um ambiente novo e diferente.

Autoestima e segurança

Definitivamente, amar seu filho dando valor e respeito vai fortalecer sua autoestima e vai gerar segurança suficiente nele para saber que pode conseguir tudo o que se propõe, que ele é tão capaz quanto os demais de fazer as mesmas coisas e, embora muitas vezes não pense assim, ele possui qualidades que o tornam único.