Aleitamento misto: tudo o que você precisa saber

11 de novembro de 2017

Refere-se ao aleitamento misto quando o bebê é alimentado tanto com leite materno quanto com leite artificial. É o método que muitas mães escolhem para alimentar o seu recém-nascido.

Embora esta não costume ser a primeira opção escolhida pela mãe, o aleitamento misto é a solução ideal para muitas mulheres. Esta decisão muitas vezes é influenciada pelas dificuldades de alimentar o filho exclusivamente com leite materno.

Se você é completamente nova neste assunto, provavelmente vai se perguntar: afinal, por que escolher o aleitamento misto? Isso influencia no desenvolvimento do bebê? Quando é recomendado? Em seguida, nós lhe contaremos tudo sobre o aleitamento misto.

Razões para escolher o aleitamento misto

Geralmente, a mãe escolhe entre a amamentação natural exclusiva ou o aleitamento artificial exclusivo. A combinação dos dois tipos de alimentação costuma ocorrer por causa de algum problema com a amamentação natural, decorrentes de qualquer dificuldade por parte da mãe ou do bebê.

mãe dando leite na mamadeira para o bebe faz parte do aleitamento misto

Há muitas razões que levam a mãe a escolher o aleitamento misto como método de alimentação para o seu pequeno. Normalmente, elas podem ser resumidas em:

  • Escolha pessoal. Muitas mulheres têm uma experiência ruim com a amamentação e acaba sendo conveniente combiná-la com o aleitamento artificial.
  • Por causa do bebê. Por algum motivo o bebê a não consegue ser bem alimentado somente com o leite materno e precisa de um apoio extra.

Aleitamento materno vs aleitamento misto

Um momento chave para uma mulher que acabou de dar à luz é quando ela dá o peito ao filho pela primeira vez. Embora se tenha muitas informações sobre o assunto, esse momento é único e exclusivo para todas as mães.

Muitas vezes a frustração de um mal “encaixe” transforma a hora de amamentar o filho em um momento de estresse para a mãe. O problema é que quanto mais estresse, mais difícil é amamentar. Diante desta situação muitas vezes a mãe acaba decidindo combinar a amamentação natural com o leite artificial, até chegar a abandonar o aleitamento materno completamente.

É recomendável que você tire todas dúvidas sobre amamentação com o seu médico. Muitas vezes esses problemas podem ser resolvidos facilmente.

O aleitamento materno é, em geral, suficiente para alimentar seu bebê. Mas a amamentação mista ou artificial também cumpre adequadamente a função de alimentar o seu filho.

Quando o aleitamento materno não é suficiente

A produção de leite materno é diferente em cada mulher. Ao longo do último trimestre de gestação o corpo da futura mamãe já está se preparando para a amamentação. Uma vez que o bebê nasce e ocorre a expulsão da placenta o corpo já está pronto para amamentar.

No entanto, pode acontecer de a demanda por leite ser maior do que a quantidade produzida pela mãe ou que o bebê tenha complicações para pegar o mamilo. Tais problemas fazem com que o bebê não se alimente bem o suficiente.

bebê tomando leite no peito faz parte do aleitamento misto

É normal que um recém-nascido perca peso imediatamente após o nascimento e vá recuperando sem maiores problemas alguns dias depois. Se isso não acontecer, consulte o seu médico pois talvez seja necessário complementar a alimentação do seu filho por meio do aleitamento misto.

“A maternidade é a profissão mais importante de todas.
Requer mais conhecimento do que qualquer outro assunto relacionado ao ser humano”

-Elizabeth Cady Stanton-

O aleitamento misto pode trazer algum problema?

O bebê acabará escolhendo o método de que mais gosta de forma natural e os pais decidirão o que for mais conveniente para todos.

Alimentar o seu bebê por meio do aleitamento misto não vai trazer nenhum tipo de problema. Não se preocupe com o fato de não amamentar exclusivamente com leite materno e ter que dar a mamadeira. No entanto, pode chegar um momento em que você não poderá manter os dois procedimentos, você ou o seu bebê acabarão escolhendo apenas um.

Se você perceber que seu bebê não quer a mamadeira e prefere o peito, fique tranquila pois é a coisa mais normal que poderia acontecer. A conexão do bebê com a mãe é um vínculo muito especial que é fortalecido no momento da amamentação. Se, por outro lado, ele optar pela mamadeira, provavelmente é porque acha o bico da mamadeira mais cômodo de mamar do que o mamilo.

Alimentar um recém-nascido é uma atividade que exige tanta responsabilidade que pode tirar a tranquilidade de muitas mães. Não se preocupe pois o seu bebê lhe dará pistas sobre o caminho a ser seguido. E, acima de tudo, não se esqueça de sempre consultar os profissionais que estão à sua disposição para tirar quaisquer dúvidas.