Amamentação e tatuagem: tudo o que você precisa saber

Embora as tatuagens sejam uma moda atual, existem algumas dúvidas na hora de realizá-las durante a amamentação. Elas afetam o bebê? São seguras? Aqui vamos contar tudo a você.
Amamentação e tatuagem: tudo o que você precisa saber

Última atualização: 15 maio, 2022

A amamentação levanta muitas questões quando se trata de tomar certos medicamentos, consumir álcool, fumar ou fazer uma tatuagem. Embora não existam muitos estudos ou endossos de associações pediátricas sobre este último ponto, hoje vamos contar tudo o que você precisa saber sobre isso.

A decisão de fazer uma tatuagem

As tatuagens são uma moda que continua sempre em vigor em qualquer parte do mundo. Na verdade, as pessoas decidem fazê-las por vários motivos:

  • Como forma de expressão.
  • Para fins artísticos ou espirituais.
  • Em homenagem a alguém que elas perderam.
  • Santificar um relacionamento especial.

Muitos novos pais inclusive fazem tatuagens com os nomes ou rostos de seus filhos ou de toda a família. E a realidade é que não há muita pesquisa sobre a conveniência e segurança de tatuar durante a amamentação.

As posições dos especialistas estão divididas. Alguns aconselham esperar até o final da amamentação e outros não consideram que uma tatuagem represente um problema de saúde. No entanto, todos concordam com a importância de tomar as devidas precauções higiênicas e consultar o médico antes.

Garota adolescente com uma tatuagem nas costas.
As tatuagens são uma forma de expressão, mas fazê-las traz alguns riscos. Avalie a conveniência ou não de tatuar durante a amamentação e discuta o assunto com seu médico.

Amamentação e segurança da tatuagem

Durante a amamentação ou não, é sempre recomendável tomar as precauções de higiene necessárias para prevenir infecções. Para isso, é necessário garantir que o estabelecimento respeite todos os requisitos de assepsia. Inclusive, que possui materiais estéreis e descartáveis para evitar possíveis infecções.

O ideal é priorizar os seguintes cuidados e práticas de higiene:

  • O tatuador deve usar luvas de látex durante todo o processo.
  • O local deve estar limpo e as áreas de piercing e tatuagem devem ser separadas.
  • O estabelecimento deve possuir autoclave, que é uma máquina que esteriliza equipamentos e instrumentos reutilizáveis.
  • As agulhas devem ser descartáveis, suas embalagens devem ser seladas individualmente e abertas na frente de cada pessoa antes de iniciar.
  • Os pigmentos para a tatuagem devem permanecer em um recipiente estéril.

Embora a tinta da tatuagem permaneça na superfície da pele (não entra na corrente sanguínea), algumas podem conter metais pesados como mercúrio, chumbo e arsênico.

Como permanece na superfície da pele, a tinta não deve passar para o sangue ou leite da mulher. Se isso acontecer, não é contraindicado o uso de aerossóis com lidocaína (como anestesia local) ou o consumo de analgésicos orais, como ibuprofeno ou paracetamol.

Outra consideração importante é evitar tatuar a área da aréola ou do mamilo, pois o bebê pode ingerir acidentalmente alguns componentes tóxicos do corante.

Remoção de tatuagem durante a amamentação

No caso de querer remover definitivamente uma tatuagem com tratamento a laser, a situação é diferente. Isso porque o laser utiliza uma tecnologia que dispersa os pigmentos da tatuagem que, nesse caso, podem passar para o sangue e o leite materno.

Uma tatuagem pode infeccionar?

A higiene dos estabelecimentos de tatuagem não é um aspecto universal. De fato, alguns deles não respeitam as normas mínimas de segurança quanto à esterilidade de equipamentos e instrumentos.

Consequentemente, isso aumenta o risco de contrair infecções venéreas, como hepatite B, HIV e hepatite C, conforme descrito pela American Pregnancy Association.

Uma vez feita a tatuagem, não é necessária nenhuma desinfecção, apenas uma lavagem diária da pele com água e sabão. Além disso, recomenda-se hidratar a área tatuada com cremes com alto teor de vitamina A várias vezes ao dia, por pelo menos três semanas.

Características de uma tatuagem infectada

As infecções são muito arriscadas para as mulheres que amamentam. Por um lado, podem transmitir germes aos filhos e, por outro, ter problemas na hora de amamentar e receber certos medicamentos. Dessa forma, é conveniente consultar rapidamente diante da menor suspeita de doença.

Algumas das manifestações clínicas que sugerem uma infecção são febre, cansaço e calafrios. Além disso, corrimento fétido da área da tatuagem, bolhas cheias de pus e dor nas articulações.

Por esse motivo, é muito importante seguir as instruções do tatuador, pois os germes podem colonizar a ferida enquanto ela cicatriza. Embora na maioria dos casos essas infecções sejam facilmente tratadas, existe a possibilidade de contrair condições mais graves, como as causadas por estafilococos.

Adolescente fazendo uma tatuagem.
Se optar por fazer uma tatuagem, certifique-se de que o tatuador e o estabelecimento atendem aos requisitos de assepsia. Além disso, o material deve ser descartável e aberto apenas na sua presença.

A decisão de fazer uma tatuagem pode esperar

Resumindo, se você não se sentir segura ou confortável em fazer uma tatuagem durante a amamentação, opte por não fazer. Na verdade, é melhor prevenir do que remediar e não arriscar contrair doenças complexas como hepatite B, C e HIV.

No entanto, se você deseja fazer tatuagens durante a amamentação, certifique-se de tomar todas as medidas necessárias para evitar essas infecções, assim como faria em qualquer outro momento.

Pode interessar a você...
10 ideias para fazer uma tatuagem com o nome do seu filho
Sou Mamãe
Leia em Sou Mamãe
10 ideias para fazer uma tatuagem com o nome do seu filho

As crianças deixam uma marca na alma e dentro de nós; por que não colocar essa marca na nossa pele também? Este é um costume que se tornou comum. P...