Como andar sem tropeçar

· 4 de julho de 2017

Quando seu pequeno filho dá seus primeiros passos é o momento mais emocionante que ficará sempre na sua memória. Vê-lo aprendendo a andar, se levantar e andar vai fazer você derramar muitas lágrimas de alegria. No entanto, é preciso ter muita paciência porque é um processo de adaptação muito agitado para todos.

Antes de mais nada, é importante que nos primeiros meses o bebê queime etapas para ir adquirindo força. Quando aprende a andar, são valiosos os exercícios que praticam ao longo do ano até chegar ao ponto de conseguir se levantar. Esses exercícios fazem com que os músculos se fortaleçam para que no momento em que ele levante, consiga se manter de pé.

Se o seu filho está aprendendo a andar, o estímulo que lhes dermos pode ser muito útil nesse sentido, antes de chegar ao momento de se manter de pé. A seguir, resta praticar o que foi aprendido e fortalecer os exercícios que antes eram mais difíceis. São muitos os sinais que vão nos permitir saber que de fato o bebê está se preparando para andar muito em breve.

Sinais de que a criança está aprendendo a andar

Mesmo quando pequeno, o bebê começa a dar indícios de que quer se movimentar de maneira independente. Sabe-se que pelo menos durante o primeiro ano, ele tentará se levantar e andar. Por isso, é possível ajudá-lo a se exercitar nesse sentido, para saber que já está pronto e praticar, devemos ficar atentos quando ele realizar os seguintes movimentos:

  • Mudar da posição de cabeça para cima para a de cabeça para baixo. É a primeira etapa na qual você vai perceber que seu bebê se esforça para virar, que aproveita o peso dele para poder conseguir ficar nessa posição. Para a criança essa postura será fácil, já que em algum momento ele terá a força para virar, se esticar sobre o seu abdômen, apoiar seus braços e levantar sua cabeça.
  • Apoiar-se com os braços e levantar a cabeça. No começo, ele não conseguirá se apoiar muito bem e você vai ver que ele apoia os braços para levantar a cabeça dele e volta a cair. Entretanto, quando esse exercício se tornar frequente, de maneira rápida seu filho se adaptará e conseguirá observar todos os lados.
  • Dar um giro em volta de si. Quando o bebê conseguir se apoiar ele terá a curiosidade de observar o entorno dele, e reconhecerá outras possibilidades. Pouco a pouco, ele desenvolverá a capacidade de conseguir girar no mesmo lugar. De qualquer forma, a criança já estará com os braços fortalecidos para realizar essa atividade.
  • Pode se arrastar para trás e para frente. Com a ajuda dos bracinhos dela, a criança pode girar, também pode se arrastar para trás ou para frente. Esses movimentos lhe servem para se movimentar na direção do brinquedo favorito dele ou de algum objeto que chame a atenção dele. Nessa fase, é recomendável ter cuidado quando o bebê estiver na cama. Devemos ficar de olho nele para evitar que se arraste até a beira da cama e caia no chão. É preferível deixá-lo no berço.
  • Engatinha e se senta. Ao se arrastar, em algum momento seu filho terá força para mexer as pernas dele, se apoiar com os braços e os joelhos deles, ao mesmo tempo em que chegará a hora em que vai conseguir se sentar, observar e continuar engatinhando. Para os pais, essa fase será muito divertida e será possível conhecer a inteligência do bebê, sendo capaz de entender como ele aprende tão rápido.

  • Apoia-se em uma cadeira, cama ou móvel. Os bebês são muito curiosos e tudo é novo para eles. Nesse momento em que estão engatinhando, ele pode se levantar e se apoiar para conseguir seu objetivo. É comum vê-los no berço se projetando na grade, querendo observar a mamãe deles.

Exercícios para ajudá-lo a andar

São muitos os exercícios que podemos fazer com nosso bebê para ajudá-lo a andar. Um exercício que é muito eficaz é fazer com que ele se apoie em uma cadeira de plástico, suficientemente leve para que possa arrastá-la.

Existem muitas opiniões muito positivas sobre esse método, embora a criança fique exposta a sofrer quedas. O mesmo acontece com o andador, ainda que muitos o prefiram. No entanto, o importante é evitar tropeços que lhe façam sentir medo de andar.

Os exercícios a seguir podem ser úteis para estimular o seu bebê a partir dos três meses de idade.

  • Agarrá-lo debaixo dos braços e levantá-lo; isso faz com que a criança mexa as pernas dela pouco a pouco.
  • Apoiá-lo e colocar os pés dele sobre seus músculos e deixar ele saltar. Isso ajuda as articulações das pernas e a ter força para poder esticá-las.

  • Colocá-lo de cabeça para baixo; isso ajudará a fazer com que o bebê consiga se apoiar em seus braços e levantar a cabeça.
  • Assim que o bebê for capaz de se apoiar nas cadeiras ou nos móveis, você pode agarrar as mãos dele e andar pouco a pouco junto com ele.

Por fim, chega esse momento, em que seu filho consegue se sustentar com as próprias pernas e dá os primeiros passos dele. Então, você se dará conta de que foi um longo processo com resultados maravilhosos. Nenhuma criança está isenta de sofrer quedas, por isso é muito importante que você preste muita atenção nos primeiros dias.