A apendicite em crianças: sintomas, causas e tudo o que você precisa saber

· 9 de dezembro de 2017

Como saber se o seu filho sofre de um dor na barriga ou de apendicite? Qual é o limite entre uma dor e outra? Se você quer saber tudo o que pode estar relacionado à apendicite em crianças, continue lendo este artigo; contamos a seguir.

A apendicite é uma inflamação do apêndice causado por uma infecção. Quando falamos de apendicite em crianças, sabemos que esse problema não costuma surgir antes dos 3 anos de idade. O apêndice se encontra no intestino grosso e é um pequeno tubo cuja função ainda não está muito clara.

Quando acontece essa infecção, é necessário retirá-lo. Envolve uma cirurgia que não traz riscos e é possível levar uma vida totalmente normal depois dessa cirurgia.

Como alguns dos sintomas podem parecer com os de uma dor na barriga comum, queremos oferecer a você algumas dicas para identificar esse problema para que leve seu filho ao médico, caso suspeite que ele sofre de apendicite.

Sintomas concretos da apendicite em crianças

1. Dor na barriga localizada na parte superior ou ao redor do umbigo, mas que mais tarde muda para a parte inferior direita.

2. Náuseas, vômitos e, até mesmo, febre.

3. Falta de apetite

Não hesite em procurar o médico se você comprovar que a dor dura mais de uma hora ininterruptamente.

A principal complicação pode aparecer no caso de acontecer a ruptura do apêndice, já que pode provocar uma forte infecção que afeta o intestino da criança.

medica apalpando a barriga de uma menina doente, a apendicite em crianças

Causas da apendicite em crianças

As razões que ocasionam a inflamação do apêndice são variadas:

  • Infecção por algum tipo de micróbio. Essa é a causa mais comum de inflamação do apêndice.
  • Infecção por acumulação de excrementos. O intestino grosso é uma passagem obrigatória para os dejetos do nosso organismo, por isso alguma parte pode ficar acumulada no apêndice, provocando assim uma infecção.
  • Infecção motivada pela presença de um corpo estranho. Da mesma forma que os excrementos, pode acontecer de um corpo estranho ficar no apêndice, sendo foco direto de infecção.
  • Parasitas ou micro-organismos. Podem provocar a inflamação do apêndice ou sua infecção.

A felicidade do corpo se encontra na saúde

-Tales de Mileto-

Tratamento contra a apendicite em crianças

Não existe um tratamento para tal infecção. Essa infecção é interrompida exclusivamente quando se retira o apêndice antes de ele suturar.

A cirurgia de retirada do apêndice se chama apendicectomia, uma cirurgia muito comum e simples. Ela exige anestesia geral, por isso seu filho não vai entender nada e vai estar anestesiado durante a operação.

A extração do apêndice não interfere no andamento normal da vida. Assim, não se preocupe, não haverá nada que seu filho não possa fazer quando já estiver recuperado da operação.

Cuidados para se tomar depois da apendicectomia

Quando já tiverem dado alta ao seu filho, vocês já poderão voltar para casa sem mais preocupação. Mas lembre-se, é importante manter cicatriz da operação limpa.

Além disso, também não tem motivo para seguir uma dieta específica, podendo continuar a seguir sua dieta habitual. E, quanto ao restante das atividades, sempre e quando seu filho se sentir capaz de fazê-las, ele vai poder fazer sem problemas. Entretanto, é bom que durante os primeiros dias, ele fique de repouso e não realize atividades que exijam grande esforço.

médica tocando na barriga de um menino, apendicite em crianças

Embora tenhamos dito que é uma cirurgia muito comum, existem sim precauções que você deve ter. Assim, se algum dos seguintes sintomas aparecerem no pós-operatório, procure o médico imediatamente.

  • Febre alta.
  • Hemorragia na área da cirurgia.
  • Vermelhidão, inchaço ou tumefação na área da cirurgia.
  • Dor que piora mesmo tomando analgésicos.
  • Secreção de coloração amarelada ou esverdeada, fedorenta e espessa, que é expelida pela área da cirurgia.
  • Perda de apetite ou vômitos.

Recomendações para os pais

Quando se fala de apendicite em crianças, o normal é que elas sejam quem menos tem informação sobre esse tema. Nós, pais, além disso, sentimos que temos que protegê-las de tudo. Por isso, aqui vão alguns conselhos que você pode seguir.

Se o seu filho tiver que ser operado por conta da apendicite, não esconda isso dele. Embora isso seja algo pelo que passam muitas crianças, provavelmente, seu filho está assustado, assim explique a ele o que vão fazer para curá-lo.

Você também não tem que ficar obcecada pelos sintomas aparentes de alerta. É ótimo saber o que pode acontecer com o seu filho, mas, em caso de dúvida, lembre-se que o único diagnóstico válido é o dado pelos médicos.

E, por último, não hesite em perguntar ao médico tudo o que causar intranquilidade a respeito da doença, da operação, ou dos cuidados pós-operatório. Faça com que seu filho guarde uma recordação boa da sua internação no hospital. Não vai ser agradável, mesmo que seja por dois dias. Encoraje seu filho, lembrando como ele é valente e forte.