As necessidades básicas da infância

19 de junho de 2019
Os pais sempre querem saber como devem educar os seus filhos e o que devem proporcionar para que eles tenham um desenvolvimento seguro e feliz. Neste artigo, você vai descobrir quais são as necessidades básicas mais importantes da infância.

“Quais são as necessidades básicas da infância?”. “O que nunca deve faltar para uma criança?”. Essas são algumas das perguntas que vêm à mente de qualquer mãe ou pai que acaba de estrear nesse papel. Então, continue a ler e descubra quais são os pilares que sustentam um desenvolvimento saudável.

T. Berry Brazelton e Stanley I. Greenspan não têm dúvidas em relação à diferença que a satisfação das necessidades básicas da infância pode fazer. Eles argumentam que, se as necessidades básicas forem atendidas, será fornecida a base sobre a qual as habilidades intelectuais, sociais e emocionais serão construídas.

As necessidades básicas da infância

1. Segurança

As crianças devem se desenvolver em um ambiente seguro e saudável. Um pacote que inclui, naturalmente, todas as necessidades básicas de sobrevivência: vestuário, abrigo, nutrição, cuidados de saúde, proteção, etc.

No entanto, certamente também estamos nos referindo à parte emocional. Situações que, como adultos, podem parecer simples ou insignificantes para nós, podem ser angustiantes para as crianças. Assim, é importante que as ajudemos a entender as emoções que estão se desenvolvendo.

2. As necessidades básicas da infância em termos de relações afetivas

É importante educar as crianças não apenas com base na disciplina. Palavras e ações devem promover a confiança e o respeito. O modo como os laços familiares são estabelecidos vai influenciar o desenvolvimento emocional da criança.

Psicólogos como Anna Freud ou Erik Erikson argumentam que as crianças não só precisam que as suas carências sejam atendidas, como também precisam consolidar relações afetivas sólidas que as ajudem a desenvolver a segurança.

As necessidades básicas da infância em termos de relações afetivas

Além disso, Brazelton e Greenspan entendem que a interação emocional, o afeto e a cordialidade ajudam na evolução adequada do sistema nervoso central de bebês e crianças pequenas. Ou seja, durante a infância, o aprendizado mais importante é recebido por meio do contato e da interação humana.

3. Estabilidade e consistência como necessidades básicas da infância

As crianças devem receber orientações e instruções consistentes. Ou seja, a dinâmica “policial bom e policial malvado” não é válida. Os pais devem estar sincronizados para que, dessa forma, ambos transmitam a mesma mensagem e os mesmos valores para os seus filhos.

Por outro lado, as crianças devem ser criadas em um ambiente estável que elas possam chamar de “lar”. Um lar onde reine a tranquilidade, o carinho e a compreensão, no qual os seus integrantes possam se relacionar com confiança.

4. Lazer

Todas as crianças devem ter um tempo de lazer diário. Essa necessidade é tão importante quanto as outras. O lazer convida a sair da rotina, a experimentar o novo.

O lazer é uma experiência positiva e, como tal, está diretamente relacionado ao desenvolvimento humano. Manuel Cuenca, em seu livro Ócio Valioso, destaca que o lazer expande e aprimora os recursos intelectuais, sociais e físicos, especialmente nas crianças.

5. Atividade física

Ultimamente, é cada vez mais comum ver como as crianças têm um estilo de vida sedentário. Não só a sua forma de se divertir mudou, mas também a sua maneira de se relacionar.

Ou seja, elas não têm mais a necessidade de sair de casa e ficar com os seus amigos com frequência porque podem suprir a necessidade de se relacionar sem sair de casa.

Para os especialistas em saúde, a inatividade física das crianças é um problema alarmante. José Devís e Carmen Peiró, especialistas em educação física, avaliam que a ausência de atividade física é um risco para doenças cardiovasculares.

Assim, os pais e a escola devem se preocupar em satisfazer essa necessidade básica da infância. Eles têm a tarefa de estabelecer nas crianças o hábito de ter um estilo de vida em que a atividade física esteja presente. Em última análise, a atividade física é essencial tanto para a saúde física quanto para a saúde mental.

6. Educação

A educação desempenha um papel decisivo no nosso modo de ser e viver no mundo. Sem dúvida, é uma necessidade humana e, graças a ela, sabemos como nos comportar em sociedade e também como seguir as regras para fazer parte dela.

A educação desempenha um papel decisivo no nosso modo de ser

As crianças devem receber uma educação de qualidade desde cedo. Isto é, uma educação que as ajude a entender como o mundo funciona e, em última análise, como viver nele. De fato, a educação é a melhor ferramenta para poder fazer parte da sociedade.

“O homem não pode tornar-se um verdadeiro homem senão pela educação.”

-Kant-

Como já sabemos, a infância é uma fase na qual inúmeros fatores do ambiente que são decisivos para o desenvolvimento da criança coexistem. Certamente, existem infinitas necessidades possíveis que uma criança pode requerer. Mas não há dúvida de que toda criança deve ter as suas necessidades básicas da infância atendidas.