O que avaliar para escolher um jardim de infância

O que avaliar para escolher um jardim de infância

Última atualização: 18 Março, 2021

Mais cedo ou mais tarde, seu bebê vai frequentar o jardim de infância ou a creche. Esta última opção é escolhida principalmente quando as mães têm que cumprir uma jornada de trabalho prolongada quando a licença maternidade termina. O jardim de infância, por sua vez, é uma alternativa possível quando a criança já tem pelo menos dois anos.

Em ambos os casos, quase sempre surgem dúvidas sobre quais aspectos avaliar na escolha da melhor opção para o bebê. Este artigo aborda alguns dos pontos que você não deve ignorar na hora de procurar o melhor de jardim de infância possível para o seu pequeno.

Em primeiro lugar, você deve analisar por que e para que seu bebê vai começar a frequentar o jardim de infância. O mais aconselhável é matriculá-lo a partir dos 2 anos, principalmente porque antes disso o seu sistema imunológico não terá amadurecido o suficiente para se defender de todos os ataques infecciosos do período anterior aos 2 anos.

Todos os pais querem escolher o melhor jardim de infância ou a melhor creche para o seu filho. Para isso, primeiro você precisa pensar se a instituição onde pretende matricular seu pequeno é realmente o que você está procurando.

Existem algumas questões muito específicas que devem ser avaliadas antes de matricular o bebê, tais como o espaço físico, quantos professores ficam responsáveis por cada grupo de crianças e quantos alunos compõem um grupo.

Procure escolher instituições que tenham turmas pequenas, entre 10 ou 12 crianças. Também é importante saber quais atividades serão propostas para que os pequenos desenvolvam ao longo da semana, quais áreas de aprendizagem são priorizadas e como são abordadas e, claro, as questões relacionadas ao cuidado e à segurança.

Além disso, é fundamental que a instituição escolhida fique localizada próximo à sua residência, para que a criança não tenha que se deslocar por muito tempo no percurso até a escola.

Crianças fazendo atividade em grupo.

Algumas orientações para escolher um bom jardim de infância

  • Procure referências de outras pessoas sobre a escola, como parentes ou amigos de confiança.
  • Veja se o local possui instalações adequadas para evitar acidentes comuns entre crianças pequenas. Além disso, procure descobrir como a instituição lida com esses casos quando eles ocorrem.
  • O preço também é importante, cuide do seu bolso e analise se o orçamento familiar está de acordo com os gastos da escola. Caso contrário, visite outras opções que se enquadrem no orçamento e ainda sejam de qualidade.
  • Ao visitar outros lugares, verifique se o local possui refeitórios adequados e cardápios que incluam refeições saudáveis e completas.

Olhe mais além

Existem alguns aspectos mais subjetivos que têm a ver com o lugar onde imaginamos a criança se divertindo. Isso inclui se as famílias que já fazem parte dessa comunidade educacional são semelhantes à sua, se compartilham valores ou gostos, como se comunicam entre si…

Além dos dados objetivos, é muito positivo prestar atenção a outras questões mais intuitivas e que têm mais a ver com a sua percepção do lugar. Quando for visitar o jardim, vá com o seu bebê para ver como ele reage, como ele se sente e se você acha que ele poderá desfrutar de sua estada ali.

Professora ensinando bebês.

Na hora de se reunir com a direção da instituição, é bom esclarecer os pontos que a família considera indispensáveis. Se possível, anote-os, para que você possa tirar suas dúvidas e tomar uma decisão em família por meio de conversas com seu parceiro.

É altamente recomendável que você e seu parceiro se sintam incluídos e vivam na comunidade educacional, pois, ao estabelecer vínculos e compromissos com o jardim de infância, será possível potencializar os aspectos positivos e ajudar a amenizar os negativos, se houver.

Uma postura de rejeição pode ser normal na criança durante os primeiros 15 dias de entrada no jardim de infância ou em outra instituição. Não se esqueça de que ela estará começando a se separar de você por longos períodos de tempo e que esse processo não é fácil, podendo inclusive afetar vocês dois.

Porém, se depois desse tempo a rejeição da criança persistir, é aconselhável que fazer uma visita surpresa ao jardim de infância para observar o que está incomodando a criança. Isso pode ter a ver com algum professor muito rígido ou pouco amoroso, mesmo com crianças agressivas…

Obviamente, se esses aspectos forem levados em consideração, sobre os quais inclusive você pode discutir abertamente em família, você poderá escolher a melhor opção para que a criança se divirta e aprenda e para que você possa se dedicar a outras atividades com total tranquilidade.

Pode interessar a você...
Benefícios da creche para bebês e crianças
Sou MamãeLeia em Sou Mamãe
Benefícios da creche para bebês e crianças

Creches para bebês e crianças podem ser uma experiência muito bonita e extraordinária. Ainda mais se tiverem espaço suficiente para brincar e correr, com muitos brinquedos e com profissionais qualificados e atenciosos para cuidar deles.