Primeiro dia de creche do bebê: algumas dicas!

5 de agosto de 2019
O primeiro dia de creche representa um desafio para os pais e, acima de tudo, para os filhos. Portanto, você não pode perder os conselhos que traremos para tornar esse novo estágio mais fácil.

O primeiro dia de creche pode ser uma das datas mais complicadas ao longo do ano. Esta nova etapa representa a primeira separação entre os pais e o bebê. Ambos podem sentir preocupação, tristeza e, no caso de algumas crianças, uma sensação de abandono.

Antes de chegar o primeiro dia, é importante conhecer as possíveis reações que a criança terá e agir de acordo, levando em conta sua idade e personalidade. Essa afirmação se deve ao fato de que muitas vezes são os pais, com angústia e nervosismo, e não as crianças, que criam uma situação tensa nas portas do berçário.

Eles devem saber que a ansiedade de separação na creche dura apenas uma ou duas horas no máximo na mente da criança. No entanto, se a criança e os pais tiverem uma relação de muito apego, as situações desconfortáveis ​​podem durar muitos dias, e a criança pode permanecer relutante em frequentar a creche.

O apego entre pais e filhos

Antes de começar a dar conselhos sobre o primeiro dia de creche, é necessário falar sobre o apego entre pais e filhos. Se você não entender todos os aspectos desse vínculo, será difícil para você se controlar e colaborar na transição para esse novo estágio da vida da criança.

O excesso de apego pode levar a criança a responder com angústia, choro, protestos e birras quando separada dos pais. Isso acontece porque eles não permitiram que ela sentisse independência e confiança para permanecer calma em sua ausência ou na presença de outros adultos e cuidadores.

creche dos bebês

Portanto, a preparação para a criança ir ao berçário deve ser feita com antecedência. Claro, as idades devem ser levadas em conta. Se forem bebês de poucos meses que podem engatinhar, é bom que os pais permitam que se movam livremente em uma área estabelecida para que possam começar a sentir autonomia e autoconfiança.

No caso de crianças que já conseguem falar ou que entendem uma conversa moderadamente, é importante estar informado sobre a importância do berçário para aprender e fazer novos amigos. Dessa forma, a criança pode se sentir mais confortável e, até mesmo, animada para participar.

“O excesso de apego pode levar a criança a reagir com angústia, choro, protestos e birras quando separada dos pais.”

Dicas para enfrentar o primeiro dia de creche

Uma vez estabelecido que a criança deve frequentar a creche, o terreno deve estar preparado para o primeiro dia de aula. As ações a serem tomadas irão variar dependendo da idade da criança:

Para crianças de poucos meses e até três anos

Nessas idades, por não ter uma compreensão real da situação, a criança pode se adaptar mais facilmente. No entanto, pelo menos um ou dois meses antes do horário escolar, os pais devem desenvolver o chamado apego seguro na criança. Esse processo consiste em tomar medidas como as seguintes:

  • Permita que outros adultos carreguem ou brinquem com seus filhos. Deixe-os pelo menos por duas horas na casa de seus avós ou outros parentes para que eles entendam o que é a separação momentânea.
  • Diga tchau sempre antes de sair para que eles possam associar esse gesto a separações temporárias.
  • Defina as mesmas rotinas de acordar e comer que serão estabelecidas no berçário.
crianças na creche

Para crianças com idades a partir de quatro anos

Quando a criança já consegue conversar e entender uma conversa, é crucial que os pais falem várias vezes ao dia sobre a creche. É bom que mostrem fotos e levem a criança várias vezes ao local para que ela comece a se sentir familiar.

Por outro lado, você também poderá mostrar a ela todas as coisas que deverá levar para o berçário, como trocas de roupa, lanches e brinquedos. Além disso, você deve acostumá-la a seus novos horários de acordar, tomar banho e comer. Com isso, ela também aprenderá sobre rotinas e responsabilidades diárias.

Como recomendação final, lembre-se de que o momento mais difícil do primeiro dia de aula será sair de casa. É muito importante que você não fuja ou saia escondida. Você deve dizer tchau à criança com um beijo e explicar que retornará para encontrá-la no horário combinado.