Benefícios psicológicos dos esportes para as crianças

31 de março de 2019
Os benefícios psicológicos dos esportes para as crianças vão fazer com que elas desenvolvam uma série de capacidades e habilidades benéficas para o seu crescimento.

A atividade física é essencial para as crianças. Os benefícios, tanto para o seu desenvolvimento físico quanto para o seu desenvolvimento psicológico, vão permitir que a criança adquira habilidades que vão ajudá-la no seu crescimento.

Tanto brincadeiras simples quando elas são pequenas quanto práticas esportivas individuais ou em grupo quando são mais velhas fazem com que, através dos valores que o esporte incute nas crianças, elas cresçam fortalecendo suas habilidades cognitivas.

Naturalmente, é muito importante que os pais não pressionem as crianças a praticar esportes nem escolham um esporte em particular por elas. Se a criança escolher, ela se beneficiará de todas as vantagens oferecidas. Por outro lado, se isso for feito por obrigação, ela não vai encarar o esporte com uma atitude positiva.

Benefícios psicológicos dos esportes para as crianças

A seguir, vamos mostrar uma série de vantagens que os esportes oferecem às crianças:

1. Concentração aumentada

Praticar um esporte, seja ele qual for, envolve estar concentrado e com os sentidos focados. É por isso que a criança terá mais atenção.

Isso também vai fazer com que a concentração no campo acadêmico melhore, bem como pode possibilitar desenvolver as tarefas com mais facilidade. Da mesma forma, também vai ajudar a criança a tomar decisões de forma consciente.

 Concentração aumentada

2. Melhora do estado de humor

Se entre os hobbies da criança estiver praticar um esporte, isso será feito com uma atitude positiva e feliz, que vai fazer o estado de humor melhorar conforme a criança se sente bem com ela mesma.

Uma melhora no estado de humor pode estar ligada a um aumento da autoestima, o que vai fazer com que a criança sinta vontade de continuar a se exercitar.

3. Aprendizagem de valores

Graças aos esportes, as crianças vão adquirir o valor do respeito. Em primeiro lugar, em relação à pessoa que ensina, o treinador, que pode se tornar uma figura de referência; e em segundo lugar, em relação aos outros companheiros do time, caso seja um esporte coletivo.

Além disso, elas também vão aprender a respeitar as normas ou as regras do jogo que forem impostas. Isso será aplicado posteriormente à vida real para determinar onde estabelecer os limites dos seus atos.

4. Capacidade de socialização

As crianças que praticam esportes coletivos ou que pertencem a clubes esportivos, mesmo que façam isso sozinhas, vão desenvolver melhor a sua capacidade de socialização.

Isso vai fazer com que elas aprendam a valorizar as qualidades de cada um, já que devem confiar plenamente nos seus companheiros de equipe e entender que cada um deles possui habilidades especiais que devemos saber como aproveitar.

Além disso, as crianças vão passar bastante tempo juntas, de forma que é possível que laços de amizade saiam desses relacionamentos.

5. Hábitos saudáveis

Os benefícios psicológicos dos esportes para as crianças andam de mãos dadas com os benefícios físicos. Se, desde pequena, uma criança cria uma série de hábitos saudáveis relacionados à atividade física, é muito possível que eles sejam mantidos durante a adolescência, bem como durante a vida toda.

Praticar um esporte ajuda a limpar a mente, a sentir-se bem consigo mesmo, a manter as obrigações diárias ou semanais e até mesmo a melhorar os hábitos alimentares.

Hábitos saudáveis

O que fazer se o meu filho não gosta de esportes?

Nem todas as crianças mostram o mesmo gosto pelos esportes. É por isso que o papel dos pais é fundamental para, de uma forma ou de outra, encorajar essa prática tão saudável.

A seguir, vamos deixar uma série de recomendações para ajudá-los:

  • O mais importante é não forçar a criança a praticar um esporte em particular. Sempre pergunte se ela gosta ou se quer participar. Existem centenas de possibilidades diferentes e alguma delas sempre vai chamar a atenção delas.
  • Muitas crianças não gostam de competição. O esporte não precisa ser focado em vencer, mas sim em ter momentos divertidos e agradáveis. Andar de bicicleta, correr ou patinar, por exemplo, são atividades que podem estimular o exercício sem envolver uma competição.
  • Praticar esportes em família ajudará a criança a se motivar. Nesse sentido, vocês podem fazer passeios nos finais de semana, caminhar com um bom ritmo, nadar todos juntos, etc.
  • Preocupe-se com os gostos esportivos do seu filho para saber qual esporte pode ser melhor adaptado à sua personalidade.

Agora que você já conhece os benefícios psicológicos dos esportes para as crianças, recomendamos que use as estratégias que funcionem melhor com o seu filho.

  • Unicef. (2004). Deporte, recreación y juego. Unicef.
  • Guillén García, F., Castro Sánchez, J. J., & Guillén García, M. Á. (1997). Calidad de vida, salud y ejercicio físico: una aproximación al tema desde una perspectiva psicosocial. Revista de psicología del deporte, 6(2), 0091-110.
  • Márquez, S. (1995). Beneficios psicológicos de la actividad física. Revista de psicología general y aplicada: Revista de la Federación Española de Asociaciones de Psicología, 48(1), 185-206.
  • Naranjo, L. H. A. (2015). Beneficios del ejercicio. Hacia la promocion de la salud, 8(1), 86-100. http://sanoyfeliz.galeon.com/deporte.pdf