Atividade física após o parto: seu corpo está pronto?

A atividade física pós-parto e outras rotinas de exercício devem ser graduais para evitar lesões e contratempos.
Atividade física após o parto: seu corpo está pronto?

Última atualização: 17 junho, 2018

A atividade física após o parto e todas as perguntas que surgem sobre esse tema é uma das preocupações que algumas mães têm. Quando começar? Qual exercício é o mais aconselhável? Com que intensidade e frequência posso realizar?

Em Sou Mamãe, temos o prazer de poder compartilhar com você as experiências da maternidade e da fase pós-parto. Por isso, agradecemos por poder esclarecer algumas de suas dúvidas.

Quando começar?

Especialistas em Obstetrícia e Ginecologia argumentam que uma mãe deve começar a fazer exercícios físicos quando sentir necessidade e considerar que já está preparada para isso, tanto física quanto psicologicamente. Mente e corpo devem andar sempre juntos.

Contudo, no que diz respeito à atividade física após o parto há uma grande diferença entre uma mulher que teve um parto vaginal normal e outra que teve uma cesariana.

Apesar de o parto normal não ser 100% seguro, geralmente tem menos complicações do que uma cesariana. O mesmo vale para a fase pós-parto.

As mulheres que tiveram filhos por cesariana precisam de mais tempo para se recuperar do que as que tiveram parto normal, pois os riscos nesse período não são poucos.

Se você teve um parto normal pode começar a se exercitar uma semana depois de trazer seu filho ao mundo, desde que se sinta com forças e vontade. Em hipótese alguma exija do seu corpo o que ele não pode fazer.

Se você fez uma cesariana, poderá praticar exercícios 6 semanas após o parto, evitando os abdominais, pelo menos no começo.

Ah, e muito importante! Se você passou por uma cesariana, antes de fazer qualquer tipo de atividade você deve consultar seu médico para receber alta.

Qual é o exercício mais aconselhável?

Independentemente do caso, parto natural ou cesárea, recomendamos que você comece por atividades de aquecimento e alongamento.

Embora existam muitos outros exercícios, apostamos nas caminhadas como a melhor opção nesse momento. São exercícios aeróbicos bastante seguros e eficazes que, além de contribuir para a redução de peso e o exercício dos músculos, fazem muito bem à mente.

Não se esqueça de que sair da casa e dedicar alguns momentos a si mesma será relaxante. Principalmente nessa fase tão difícil.

Então, quando o papai puder ficar um pouco em casa e o bebê estiver dormindo ou brincando, aproveite para exercitar o corpo e espairecer a mente.

atividade física após o parto

Para fazer, escolha percursos onde você fique em contato com a natureza e longe do barulho e agitação da cidade.

Qual intensidade e frequência são ideais?

A atividade física após o parto deve ser gradualmente retomada. Lembre-se de que você passou 40 semanas, ou mais, ganhando peso progressivamente; e que fazer exercício, foi se tornando cada vez mais difícil.

Por isso, é importante ter consciência de que você não vai recuperar a forma em dois dias. Dessa forma, seria irracional querer queimar rapidamente o excesso de gordura acumulada no tecido adiposo da barriga.

Para alcançar a meta de perder quilos saudavelmente e recuperar a forma física, você deverá se exercitar constantemente. Mas também deve ser um processo gradual.

Deve-se considerar também se você praticava ou não exercícios físicos antes e durante a gravidez. As mulheres que não se exercitavam anteriormente não podem iniciar com a mesma intensidade de quem o fazia.

atividade física após o parto

No começo você pode fazer sessões de 15 minutos. Assim, conforme seu corpo “pedir mais”, aumente o tempo e a intensidade. Se você se sentir pronta, pratique 3 vezes por semana.

Atividade física após o parto: seu corpo está pronto?

Devido à importância desse tema, destacamos que primeira e a última palavra em relação à prática de atividade física após o parto é do seu médico.

Depois de fazer uma avaliação, seu médico é o profissional que melhor poderá dizer se seu corpo está ou não preparado para se submeter a qualquer tipo de treinamento.

Pode interessar a você...
Corrida e gravidez: uma combinação possível
Sou Mamãe
Leia em Sou Mamãe
Corrida e gravidez: uma combinação possível

Há pouco tempo, acreditava-se que esporte e gravidez eram incompatíveis, principalmente no caso da combinação corrida e gravidez. No entanto, hoje ...


Todas as fontes citadas foram minuciosamente revisadas por nossa equipe para garantir sua qualidade, confiabilidade, atualidade e validade. A bibliografia deste artigo foi considerada confiável e precisa academicamente ou cientificamente.


  • Thabet AA, Alshehri MA. Efficacy of deep core stability exercise program in postpartum women with diastasis recti abdominis: a randomised controlled trial. J Musculoskelet Neuronal Interact. 2019 Mar 1;19(1):62-68.
  • Deffieux X, Vieillefosse S, Billecocq S, Battut A et al. Postpartum pelvic floor muscle training and abdominal rehabilitation: Guidelines. J Gynecol Obstet Biol Reprod (Paris). 2015 Dec;44(10):1141-6.
  • Dipietro L, Evenson KR, Bloodgood B, Sprow K et al. Benefits of Physical Activity during Pregnancy and Postpartum: An Umbrella Review. Med Sci Sports Exerc. 2019 Jun;51(6):1292-1302.
  • Bane SM. Postpartum Exercise and Lactation. Clin Obstet Gynecol. 2015 Dec;58(4):885-92.
  • Poyatos-León R, García-Hermoso A, Sanabria-Martínez G, Álvarez-Bueno C et al. Effects of exercise-based interventions on postpartum depression: A meta-analysis of randomized controlled trials. Birth. 2017 Sep;44(3):200-208.

Os conteúdos de Sou Mamãe servem apenas para fins educacionais e informativos. Em nenhum momento substituem o diagnóstico, o aconselhamento ou o tratamento de um profissional. Em caso de dúvida, é recomendável consultar um especialista de confiança.