É bom que seus filhos vejam você como uma mãe imperfeita

Os erros e as emoções negativas são humanos e válidos. Portanto, mostrar-se imperfeita para seus filhos os ajudará a encarar e enfrentar essa realidade.
É bom que seus filhos vejam você como uma mãe imperfeita

Última atualização: 01 Setembro, 2021

Como mãe, é provável que, desde o momento em que seu filho nasceu, você tenha sentido a pressão de exercer seu papel materno da melhor maneira possível. Toda mãe busca a perfeição em seu trabalho, mesmo antes do parto, quando tenta cumprir todas as recomendações de saúde durante a gravidez. No entanto, você deve saber que não é negativo que seu filho a veja como uma mãe imperfeita. Pelo contrário, é algo necessário e saudável.

Qual mãe nunca foi para a cama à noite se sentindo culpada por perder a paciência com seu filho? Quem nunca pensou em como afetou seu filho vê-la chorar em uma tarde qualquer?

Nós tememos que nossas ações condicionem a personalidade e o futuro dos pequenos e, por isso, às vezes tentamos nos assemelhar a um robô, uma máquina rigorosamente programada para não cometer erros.

Felizmente, você é humana e, acredite ou não, essas falhas que agora a perseguem podem realmente ser benéficas para o desenvolvimento do seu filho.

Por que é bom que seus filhos a vejam como uma mãe imperfeita?

Mãe brincando e conversando com sua filha.

Uma relação real

Como você se sentiria se seu parceiro ou melhor amigo apenas mostrasse suas emoções positivas? O que você pensaria se, quando estivessem tristes ou com raiva, eles evitassem você ou fingissem uma emoção que não estão sentindo? Todos esperamos e queremos que nossas relações afetivas sejam sinceras e honestas, que o outro se mostre como é, pois é justamente isso que constrói a confiança e o vínculo.

Por isso, é contraproducente tentar se mostrar uma pessoa perfeita para os filhos. Embora pensemos que ainda são pequenos, eles percebem mais do que nós acreditamos e vão perceber que algo não está certo. Eles se perguntarão, então, por que você está tentando se esconder e impedirão que uma confiança mútua seja estabelecida.

Não se trata de sobrecarregar as crianças com nossos problemas de adultos, que eles não conseguem entender ou resolver. No entanto, elas apreciarão se você se mostrar humana e real.

Normalizar imperfeições

As crianças chegam ao mundo sem conhecimento ou experiência de como se comportar e funcionar. Elas aprendem com os pais o que é esperado, aceitável e apropriado. Assim, se você tentar parecer perfeita aos olhos deles, transmitirá a ideia de que o fracasso não é visto como uma opção na vida. Você consegue imaginar a pressão que pode ser gerada por crescer com a perfeição como o único caminho?

Se você aceitar, mostrar e normalizar seus erros, estará dando às crianças a permissão para falhar, cometer erros e aprender com as quedas. É extremamente necessário e saudável que elas tenham consciência de que todos erramos e que isso é algo totalmente natural. Ao se mostrar humana, você as ajuda a não se culparem ou se envergonharem dos erros que possam cometer.

Modelas estratégias de enfrentamento

Por outro lado, todos sabemos que as crianças aprendem muito por imitação. Ao observar seu comportamento, elas adquirem e internalizam ferramentas que mais tarde colocarão em prática por conta própria. Assim, ao aceitar e mostrar seus erros, tristezas e frustrações, você estará servindo de modelo para como lidar com essas emoções.

Se os pequenos virem que você superou uma queda, eles aprenderão a fazer isso também. Se eles observarem você aceitando sua tristeza como algo válido, eles imitarão sua atitude e suas estratégias para lidar com essa emoção negativa. Invariavelmente, todos nós temos dias ruins e seus filhos os terão também. Por isso, é muito valioso que, com o seu exemplo, você os ensine a encarar esses momentos.

Mãe curtindo com as filhas enquanto elas riem.

Deixe que eles vejam você como uma mãe imperfeita

Em suma, mostre-se aberta, honesta e natural com seus filhos. Permita-se ser vista como uma mãe imperfeita. Se um dia você se sentir triste, pode chorar.

Se um dia você estiver cansada ou com raiva, pode dizer isso. Caso cometa algum erro, normalize-o e siga os passos necessários para corrigi-lo. Com sua atitude, você estará apresentando aos seus pequenos a resiliência e a inteligência emocional, valores que serão muito úteis na vida.

Todas as crianças sentem que os pais são heróis, mas o processo natural de desenvolvimento as leva, em algum momento, a compreender que eles são humanos e imperfeitos.

A idealização dos pais leva os filhos a manter expectativas irrealistas em relação aos outros, o que vai gerar dificuldades em suas relações sociais. Portanto, lembre-se de que sua única tarefa é ser honesta e amorosa, e não perfeita.

Pode interessar a você...
A mãe suficientemente boa de acordo com Winnicott
Sou MamãeLeia em Sou Mamãe
A mãe suficientemente boa de acordo com Winnicott

Donald Winnicott foi um pediatra e psicanalista que estabeleceu o conceito de "mãe suficientemente boa" para ajudar na compreensão do vínculo mãe-f...



  • Rycroft, C. (2018). Idealización, ilusión y desilusión catastrófica. Revista de Psicoanálisis83, 337-351.
  • Oros, L. B. (2005). Implicaciones del perfeccionismo infantil sobre el bienestar psicológico: Orientaciones para el diagnóstico y la práctica clínica. Anales de Psicología/Annals of Psychology21(2), 294-303.