Que tipo de pai você é? Modelos de comportamento

9 de abril de 2019
A criação ativa é um elemento de grande importância na educação de uma criança. Por essa razão, identificar que tipo de pai você é pode fazer uma grande diferença na vida adulta do seu filho.

Ao longo dos anos, o papel do pai dentro da família ganhou relevância em várias áreas. Hoje em dia, os pais se permitem cada vez mais a atender às necessidades dos filhos e participar ativamente da criação. Só resta saber que tipo de pai você é e se você se adapta às tendências atuais.

O que significa ser um pai de família?

Considera-se um pai de família aquela figura com autoridade moral e ética para proporcionar uma educação positiva para os filhos. Ele é caracterizado por ser um modelo de vida e passar valores morais ou espirituais dentro de um ambiente afetivo.

Para isso, o pai deve incentivar a comunicação eficaz e promover relações pessoais baseadas em amor, respeito, compreensão, honestidade e paz.

Como determinar que tipo de pai você é

Para estabelecer que tipo de pai você é, é preciso conhecer as definições sugeridas pela psicologia moderna. Esses estilos são definidos de acordo com o esforço que existe para participar do cuidado dos pequenos. De acordo com os comportamentos definidos, os seguintes padrões são estabelecidos:

Pais autoritários

É o tipo de pai com estilos parentais antigos, semelhantes aos dos avós. Esse tipo de pai é visto como rígido, inflexível e pouco afetuoso, além de impor regras de acordo com o que julga ser conveniente no momento.

Esse tipo de pensamento evita ver as conquistas ou as qualidades da criança, uma vez que esse pai costuma enfatizar os erros. Outras características dos pais autoritários são:

  • Usa a punição como consequência ao quebrar as regras.
  • Não explica o porquê de uma norma. O respeito é exigido, assim como a obediência absoluta.
  • Não tenta entender os sentimentos da criança.

Infelizmente, ainda existem muitos pais desse tipo hoje em dia. No entanto, devido às tendências modernas de se envolver mais na criação dos filhos, é comum ver que muitos procuram dar lugar à flexibilidade.

É uma questão de autoconhecimento identificar que tipo de pai você é

Pais ausentes

Em geral, os pais ausentes são o resultado de uma tendência que vem da separação e do divórcio, assim como o fato de refazer a vida com outra pessoa. É comum ver que o pai ausente busca pretextos para não estar com os filhos ou não cumprir com as suas responsabilidades. Alguns aspectos que caracterizam esse estilo parental são:

  • Delega suas responsabilidades a escola, parceira ou familiares.
  • Não proporciona educação ou apoio moral em casos de problemas com a criança.
  • Não demonstra interesse nas atividades ou nos problemas dos filhos.

Saber que tipo de pai você é pode ser positivo no relacionamento entre pai e filho. É importante ter consciência da presença do pai no desenvolvimento da criança, uma vez que ela segue os exemplos que estão ao seu redor. Dependendo das atitudes do pai, pode ser benéfico ou não para a criança.

Pais permissivos

São os pais opostos ao autoritário. Eles são caracterizados por não aplicar regras e dar os filhos uma liberdade excessiva, sem qualquer limite. Além disso, não há controle ou exigências, o que tem como consequência uma família desorganizada. Algumas características desse estilo são:

  • Não há regras ou normas dentro do ambiente familiar.
  • Falta de orientação em advertir o que é certo e errado.

Os pais permissivos devem entender que a disciplina e os limites não são maus-tratos; pelo contrário, são demonstrações de amor.

“Os pais devem incentivar a comunicação eficaz e relacionamentos pessoais baseados em amor, respeito, compreensão, honestidade e paz.”

Pais responsáveis

Os pais responsáveis são o tipo considerado ideal, conforme aceito pela sociedade moderna. O seu comportamento é baseado no equilíbrio. Eles se mostram exigentes e controlados, mas também proporcionam as ferramentas adequadas para a criança alcançar os seus objetivos.

É uma criação cheia de amor, comunicação e compreensão, que incentiva a autonomia e a independência da criança, sem abandonar as suas responsabilidades. Alguns aspectos básicos desse estilo são:

  • Estabelecimento de regras com uma explicação clara de por que elas são benéficas.
  • A disciplina é conseguida por meio do amor e da empatia.
  • Os sentimentos de segurança e confiança prevalecem.

Sem dúvida, a educação permite que as crianças se tornem adultos com capacidade moral e crítica e com grande habilidade de adaptação para o futuro.

Para saber que tipo de pai você é, analise o seu relacionamento com a criança.

Outros tipos de pais

Aprender a entender que tipo de pai você é também envolve a análise de outros comportamentos. Os mais frequentes são:

  • Superproteção: é um estilo no qual se pensa que o mundo é perigoso demais para a criança. Portanto, esses pais geralmente a protegem de forma excessiva e não deixam que ela aprenda por exploração.
  • Negociadores: são pais que ensinam os filhos a evitarem conflitos familiares por meio do comportamento.

Em conclusão, saber que tipo de pai você é ajudará a melhorar o relacionamento com o seu filho. O ideal é agir de acordo para alcançar resultados positivos ao longo do tempo. Você descobriu que tipo de pai você é ou ainda não se identifica com nenhum estilo?