Como tornar a sua casa um lugar seguro para as crianças?

· 8 de janeiro de 2019
A curiosidade das crianças e sua natureza inquieta podem causar riscos de lesões, arranhões ou acidentes mais graves. Quando os primeiros movimentos da criança começam, os riscos também começam. O que podemos fazer para transformar a nossa casa em um espaço seguro para elas?

Uma grande porcentagem dos acidentes infantis no mundo ocorre dentro das casas. Afinal, como tornar a sua casa um lugar seguro para as crianças? Certamente é uma questão de tomar precauções para evitar que os filhos sofram acidentes no espaço em que passam a maior parte do tempo.

Cuidado: riscos em todos os lugares

Embora qualquer lugar seja lugar de risco para algumas crianças dinâmicas, há espaços mais perigosos que outros. Por exemplo, a cozinha, os banheiros e as áreas externas apresentam mais acúmulo de gordura e umidade.

Da mesma forma, as escadas, as varandas, as portas e as janelas também devem ter sistemas de segurança para proteger os pequenos.

Quando a criança começa a engatinhar, o perigo aumenta ainda mais. Por isso, é hora de tomar precauções extremas para garantir um desenvolvimento feliz e uma vida saudável. Para tornar a sua casa um lugar seguro para as crianças, basta seguir estas recomendações.

Como criar um lar seguro para as crianças?

Em primeiro lugar, a supervisão é um aspecto fundamental ao planejar como tornar sua casa um lugar seguro para as crianças. Portanto, deve sempre haver um adulto atento aos seus movimentos a fim de evitar acidentes domésticos.

Na cozinha e no banheiro, sempre acompanhados

O ideal é que as crianças não brinquem na cozinha, onde há objetos quentes, afiados e perigosos. Se for inevitável, considere opções como a instalação de pisos antiderrapantes e antibacterianos. Da mesma forma, nunca deixe uma panela no fogo sem supervisão, nem mesmo um ferro ligado, especialmente quando a criança está por perto.

No banheiro, a criança deve estar sempre acompanhada por um adulto. É importante cobrir o vaso sanitário e manter a criança longe de recipientes ou espaços onde possa se afogar. Lembre-se de que apenas dois centímetros de água são suficientes para uma criança correr sérios riscos.

Para evitar acidentes com crianças em casa, nunca deixe seu filho sozinho na banheira.

Em casa, nunca sozinho

Uma criança nunca deve ser deixada sozinha em casa. Por menor que seja a ausência do adulto, sempre pode existir um perigo real. Assim sendo, é preciso planejar bem, ter outros membros da família com quem contar ou, na falta deles, levar a criança como acompanhante para fazer compras, visitas e outros passeios.

Além disso, certos aparelhos elétricos, como ventiladores e aquecedores, devem ser bem guardados. A curiosidade das crianças não conhece riscos nem mede consequências. Portanto, é essencial colocar esses objetos em lugares altos, longe do alcance delas.

Cuidado com cabos e tomadas

Outro aspecto muito importante é proteger os cabos e as tomadas. Para uma criança, pode ser uma boa ideia pegar ou morder aquela “corda” que está logo ali. Ela não vai poupar esforços ao tentar colocar os dedos ou algum objeto nesses buraquinhos na parede.

Existem no mercado tubos especiais para cobrir cabos defeituosos e tampas para tomada que são uma verdadeira garantia de segurança. Sob nenhuma circunstância, uma criança pequena deve tocar nos cabos ou tomadas.

Velas acesas, objetos cortantes e remédios devem estar sempre fora do alcance das crianças. Os produtos de limpeza, muitas vezes com cores chamativas, são outro risco real. Muitas crianças acabam no hospital depois de ingerir essas substâncias tóxicas que encontraram ao seu alcance.

A boca como destino

Os pequenos objetos que são fáceis de manipular e engolir são outro perigo em casa. Isso porque a boca costuma ser o destino de muitas coisas que a criança encontra em seu caminho. É o seu modo de conhecer mais sobre o mundo, mas também de entrar em contato com o perigo.

“Quando a criança começa a engatinhar, o perigo aumenta. Deve haver sempre um adulto atento aos seus movimentos para evitar acidentes domésticos “

Portas, corrimãos e quinas

Colocar portas e corrimãos em escadas é um item de segurança essencial. Quando engatinham, as crianças querem experimentar coisas novas, e a escada é uma delas. Igualmente, mantê-las longe de varandas, portas de abertura fácil e janelas também é uma necessidade.

Os pais também devem estar atentos para proteger os cantos pontudos de mesas e cadeiras. Geralmente, eles ficam na altura da cabeça da criança, de modo que as pancadas costumam ser frequentes.

Para ter um lugar seguro para as crianças, devemos também considerar os brinquedos.

Cuidado com os brinquedos

Os brinquedos espalhados pela casa são outra causa de acidentes. Recolher os brinquedos com a criança vai ajudar a minimizar os riscos além de poder ser divertido. Assim, criança pode participar de atividades voltadas à sua proteção, o que incentivará a conscientização de sua segurança.

Cerca de 60% dos acidentes envolvendo crianças menores de 5 anos acontecem em casa. Prevenir é uma tarefa meticulosa, importante e imprescindível. As medidas sugeridas farão da sua casa um lugar seguro para as crianças e, ao mesmo tempo, garantirão sua saúde e bem-estar.