Como combater as erupções cutâneas na pele do bebê?

· 20 de fevereiro de 2017

Como é sabido, a pele dos bebês se caracteriza por ser extremamente suave. E justamente essa suavidade e maciez converte ela em uma superfície muito delicada, o que implica em uma série de cuidados para evitar as erupções cutâneas na pele do bebê. 

Principalmente, é fundamental compreender que a pele de seu filho requer especial atenção para evitar as indesejadas erupções e irritações. Por isso, há que ter cuidado com os lenços, as mudanças de temperatura e as alergias cutâneas, fatores que trazem eczemas e irritações em qualquer criança.

Erupções cutâneas na pele do bebê: o que são e por que aparecem?

Essas marcas nas peles dos bebês são erupções cutâneas muito frequentes que se manifestam amplamente na pele das crianças. Por serem semelhantes às dermatites e eritemas, podem surgir em formas de bolinhas ou manchas e são originadas por diversas causas.

Geralmente a dermatite e as erupções costumam aparecer em recém-nascidos, porque logo depois do parto sua pele começa um processo de adaptação ao ambiente fora do ventre materno, assim como seu organismo deve adaptar-se aos novos alimentos.

Mas na maioria dos casos, estas saliências se manifestam aproximadamente até os três anos de idade do pequeno, etapa na qual se pode perceber na pele do bebê uma vermelhidão, erupções com a aparição de bolinhas, com ou sem pus, coceira e até febre em alguns casos.

Causas mais comuns das erupções cutâneas na pele do bebê

  • O uso de determinadas roupas. Por exemplo, uma roupa elaborada à base de fibras sintéticas.
  • O contacto com produtos que contêm químicos. Podem ser cremes, shampoos, sabões, perfumes, etc…
  • O contato com o cloro. Se, por exemplo, a criança expõe sua pele à água de piscinas com cloro.
  • O atrito com fraldas descartáveis.
  • Calor excessivo.
  • A introdução prematura de determinados alimentos na dieta do bebê. 
  • Falta de alguns nutrientes no corpo da criança.
  • Má absorção de nutrientes pelo organismo do pequeno.
  • Irritação, ira e ansiedade.
erupções cutâneas na pele do bebê

Como combater as erupções cutâneas na pele do bebê

De forma geral, uma boa maneira de terminar com essas erupções nas peles dos bebês é aplicar cremes ou outras formas de tratamento para estas imperfeições na pele, tão habituais de aparecer nas crianças de pouca idade, é sempre manter normas básicas de limpeza do pequeno, além de uma escolha cuidadosa da vestimenta dele ou dela.

O ideal nesses casos é evitar também o uso de muitas fraldas descartáveis, na medida do possível, já que as fraldas em contato com a pele causam coceira e atrito, podendo gerar esses problemas epidérmicos tão comuns e odiados pelos pais.

Por isso, muitas mães optam por usar fraldas de pano, já que são mais naturais e ambientalmente corretas e garantem uma pele mais saudável. No caso de usar fralda descartável, se recomenda trocar com frequência para impedir que se acumule umidade na zona.

Os especialistas também aconselham banhos de água morna e sem cloro, assim como também limpezas com sabões neutros e sem perfume. Além disso, é necessário cuidar da alimentação da criança, sendo a amamentação natural ainda o melhor alimento, já que reforça a defesa do bebê e traz nutrientes nobres para sua dieta.

E por último, os especialistas recomendam não expor a criança a lugares que possam estar contaminados, ventilados com ar condicionado ou com fumantes, assim como sugerem evitar ambientes tensos, onde se costuma discutir, que geram situações estressantes ou ansiedade.

tratamento para erupções cutâneas na pele do bebê

Combata as erupções cutâneas com ervas medicinais

As ervas costumam ter propriedades medicinais que beneficiam a saúde de qualquer pessoa, e claro, das crianças também. Para combater as erupções cutâneas em bebês se recomenda o uso da camomila e da hortelã.

Tanto a camomila como a hortelã podem ser utilizadas como calmantes ou para se livrar da coceira, fazendo uma infusão ou aplicando na região da erupção com um algodão. Uma vez que se aplica, você notará que o desconforto imposto pela coceira vai começar a parar porque a pele se hidrata.

Você pode colocar essas ervas em sua mamadeira ou bebidas porque elas possuem propriedades restauradoras da pele, são calmantes, digestivas e reparadoras.  Você conhece outra erva que tenha tanta coisa boa para seu bebê?