Como ajudar adolescentes com problemas de autoestima

Problemas de autoestima em adolescentes são mais comuns do que você pensa. Portanto, neste artigo, oferecemos algumas dicas que podem ajudar você a ajudar seus filhos.
Como ajudar adolescentes com problemas de autoestima

Última atualização: 30 junho, 2022

A adolescência é uma fase da vida que pode ser complicada para nossos filhos. Nela, ocorrem mudanças físicas e psicológicas significativas que podem levar a problemas de autoestima em adolescentes.

É por isso que hoje vamos contar como você pode ajudá-los a navegar melhor nessa fase crucial. Porque quando as crises são vividas em conjunto, com a devida orientação e apoio, elas são melhor enfrentadas. Não perca!

Como ajudar adolescentes com problemas de autoestima

A autoestima começa a ser forjada desde crianças e desempenha um papel muito importante na adolescência.

Sem estar plenamente consciente, os pais e as pessoas ao redor do jovem contribuem para o desenvolvimento do seu autoconceito. E isso acontece através das ações, atitudes ou palavras que eles têm para com ele.

Por isso, é importante refletir sobre as mensagens que damos às crianças e determinar se são realmente positivas. Se não forem, é melhor corrigi-las o mais rápido possível e melhorá-las.

Aqui estão algumas dicas para colocar em prática em casa ou na escola e ajudar os adolescentes com problemas de autoestima.

Mãe e filho adolescente conversando sobre boas maneiras
Só porque seu filho cresceu não significa que ele não precisa mais do seu carinho. Pelo contrário, isso lhe dá segurança e o encoraja a continuar seu caminho.

1. Concentre-se no que eles fazem bem e elogie

Muitas vezes nos concentramos nas coisas que os jovens fazem errado, sem dar tanta importância às coisas que elas fazem bem. É fundamental que elogiemos sua dedicação e esforço, mesmo que os resultados não tenham sido os esperados.

Se nos concentrarmos apenas no negativo, eles entenderão o fracasso como algo ruim e esse não é o caso. Graças aos erros, é possível aprender e tentar fazer as coisas melhor da próxima vez.

Quando falamos com os adolescentes de forma negativa, sem valorizar seu esforço e deixando-os entender que não valem nada, eles vão acabar acreditando nisso.

2. Sempre ouça a opinião deles

Quando há uma decisão familiar a tomar, a opinião de todos deve sempre ser levada em consideração. Os adolescentes precisam sentir que os incluímos nas decisões familiares e, ao lhes dar espaço para dar suas opiniões, fazemos com que se sintam levados em consideração. Por sua vez, isso fará com que se sintam respeitados e tratados como mais um adulto da casa.

3. Passe tempo com eles

Embora os adolescentes passem mais tempo com seus amigos, eles também precisam de tempo com seus pais. Atividades ou escapadas de fim de semana podem ser feitas para melhorar a comunicação, a confiança e até o relacionamento com eles. Ademais, isso irá ajudá-los a melhorar sua autoestima.

O tempo que dedicamos aos nossos filhos deve ser de qualidade, sem interrupções por causa do trabalho ou do celular.

4. Defina regras e limites claros e consistentes

Se estabelecermos regras e limites desde pequenos, não será muito difícil fazer isso agora, embora agora os jovens tentem quebrá-los ou ignorá-los. Contudo, os limites são muito importantes para a saúde mental e a autoestima do adolescente.

As regras servem para lhes dar segurança e responsabilidade. Ambos os pais devem concordar sobre quais devem ser cumpridas para que não haja discrepâncias ou negações.

5. Sempre faça críticas construtivas

Em muitas ocasiões, pensamos que, se criticarmos severamente o comportamento dos nossos filhos, isso fará com que eles se saiam melhor da próxima vez, mas é exatamente o contrário.

Além disso, se o adolescente tiver problemas de autoestima, uma crítica negativa e dura agravará seu problema. Portanto, devemos nos esforçar para sempre fazer críticas construtivas aos nossos filhos.

Não é o mesmo falar “E esse teste de idioma você fez? Você cometeu muitos erros de ortografia. Você não é bom nisso.” e dizer “Apesar de ter cometido alguns erros de ortografia, você não se saiu tão mal. Tenho certeza que se você trabalhar um pouco mais, terá melhores resultados da próxima vez”.

Mãe tentando falar com sua filha adolescente.
A crítica negativa dói, mas a crítica construtiva nos ajuda a crescer e melhorar. Tenha essa premissa em mente ao repreender seu filho adolescente por algo, pois, embora possa parecer que ele não se importa, sua opinião é essencial para a vida dele.

6. Mantenha uma boa comunicação

A adolescência é uma fase em que a relação com os pais parece esfriar, pois os amigos passam a ocupar o lugar de privilégio e confiança. Mas a realidade é que os pais ainda são importantes nesse momento da vida.

Por isso, é fundamental estimular a boa comunicação e se esforçar para ouvir os jovens sem julgá-los. Mantenha a mente aberta e, sobretudo, tenha paciência. Isso fará com que eles vejam que podem confiar em nós e que, se precisarem, estaremos lá para eles.

Se nossa comunicação for baseada em reprovações, julgamentos e críticas, a única coisa que conseguiremos é aumentar a distância entre nós e o adolescente.

7. Incentive seus hobbies e interesses

Se nosso filho tem certos interesses ou paixões (como desenho ou esportes), é conveniente motivá-lo a fazer atividades relacionadas a isso, porque o farão se sentir feliz e orgulhoso de si mesmo. Além disso, ele se sentirá capaz e isso alimentará sua autoconfiança para melhorar seus problemas de autoestima.

Sobre adolescentes com problemas de autoestima podemos dizer

Muitos adolescentes apresentam problemas de autoestima, pois essa fase é complicada e cheia de mudanças. Não devemos esquecer que esse aspecto da vida é forjado desde a infância, através das experiências e palavras que recebemos do meio ambiente. Se as primeiras experiências forem negativas, provavelmente deixarão uma marca no desenvolvimento do autoconceito.

Se uma criança aprende através de experiências negativas, ela acreditará firmemente nisso, o que afetará seu estado emocional e sua autoestima agora e no futuro.

Pode interessar a você...
Estimular a autoestima e a motivação todos os dias fará seu filho crescer feliz
Sou Mamãe
Leia em Sou Mamãe
Estimular a autoestima e a motivação todos os dias fará seu filho crescer feliz

Você quer criar um filho emocionalmente forte e, sobretudo, feliz? Basta estimular a autoestima e a motivação das crianças todos os dias.