Como calcular a data da concepção?

· 19 de novembro de 2018
Entende-se como idade gestacional o período que abrange todo o processo de concepção. Ou seja, o processo que começa desde o primeiro dia da sua última menstruação.

Geralmente, é complicado dizer com exatidão qual é a data de concepção. Contudo, esta informação é muito valiosa.

Os especialistas consideram que quase ninguém sabe a data de concepção com certeza.

Para determinar aproximadamente a idade do bebê, leva-se em conta um dia que não é exato. Como medida mais precisa, utiliza-se a menstruação, momento em que tudo começa.

Após a menstruação, cedo ou tarde ocorrerá a ovulação. Existe uma média natural para calcular a data da ovulação, que deve acontecer nos primeiros 15 dias depois do período menstrual.

Entretanto, um ciclo regular pode variar. A ovulação pode acontecer no dia 9, 11, 14 ou 16. Não se sabe exatamente quando.

Normalmente, os especialistas sugerem que se leve em conta uns seis dias próximos à data da ovulação. Se a mãe conhece bem o seu ciclo fica mais fácil chegar a uma data.

Apesar disso, vale ressaltar que existe uma margem de erro a ser levada em consideração. A seguir, descreveremos outros mecanismos para calcular a data de concepção.

Cálculo da data de concepção

Como dissemos anteriormente, o principal indício para calcular a data de concepção é a data do último período menstrual da mãe.

Este cálculo permite que se conheça a idade gestacional mesmo quando se desconhece o dia exato em que ocorreu a concepção.

Uma mulher que tem ciclos regulares pode conseguir dados concretos. Entretanto, mesmo nesses casos, o cálculo pode falhar.

Para obter essa data, também existem outros mecanismos, como os listados a seguir:

data da concepção

A ultrassonografia

Apenas cinco semanas depois da última menstruação da mãe, pode-se medir o embrião. Esta medição é realizada através da ultrassonografia, que é capaz de medir partes específicas do embrião.

Não importa qual será o peso e a medida final do bebê, todos eles medem igual nas primeiras semanas. Portanto, as medições feitas nas primeiras 18 semanas são muito exatas.

Esta prova é a mais indicada quando se trata de uma mulher com ciclo menstrual irregular. Além disso, também permite que se esclareçam dúvidas nos casos em que a mãe não tem certeza da data devido à presença de sangramento.

Algumas mulheres confundem o sangramento de implantação com a menstruação porque não sabem que estão grávidas. Entretanto, a ultrassonografia não falha.

Estima-se uma data

Considerando uma gravidez normal, em uma mulher regular, a data de concepção mais comum que existe fica entre os dias 11 e 21 desde o último período menstrual.

Sabemos que a data exata da ovulação é difícil determinar. Portanto, estima-se.

Crescimento do bebê

Para descobrir a idade do bebê, o fator crescimento tem seus prós e contras.

Mesmo que as medidas sejam quase sempre similares de acordo com a idade gestacional, pode ocorrer um crescimento incomum. Talvez o bebê seja menor ou maior que a média.

Ter um bebê é como se apaixonar de novo, tanto pelo seu marido como pelo seu filho.

– Anônimo-

Em algumas ocasiões, o tamanho do útero não corresponde à data da última menstruação. No entanto, a evolução da gravidez é um grande indício para saber a data de concepção. Inclusive para estimar a data do parto.

data da concepção

Data exata da concepção

Na maioria dos casos, não se sabe a data exata da concepção devido às circunstâncias antes mencionadas. Mesmo assim, é possível saber a idade gestacional exata.

Quando uma mulher se submete a procedimentos de fertilização artificial, o momento da concepção é determinado com antecedência.

Mesmo que em casos especiais seja permitido conhecer detalhes mais precisos desse processo, naturalmente ainda existe um mistério em torno disso. É quase impossível saber quando aconteceu a concepção de maneira natural.

Apesar do desenvolvimento de técnicas especiais, como, por exemplo, testes de ovulação, ainda estamos distantes de conhecer o momento mágico da concepção.