Como cuidar da relação sendo pais?

· 30 de outubro de 2018
Em muitos casais isso ocorre, mas nem sempre é visto de fora. Quando se é pai e mãe, por causa de todas as obrigações e do pouco tempo do qual se dispõe para si mesmo e para o companheiro, é possível que a relação romântica seja afetada.

Muitos casais esquecem que ,para ser bons pais, primeiro devem ser um bom casal. Dessa forma, é preciso cuidar da relação do casal.

Duas pessoas que se amam e se respeitam educarão melhor seus filhos. É muito importante que o casal cuide da relação mesmo sendo pais.

Ser pais é o melhor presente e a aventura mais bonita que um casal pode viver junto. Mas, além de serem pais, devem ser conscientes de que continuam sendo um casal.

Duas pessoas que se amam e que mantêm relações sexuais porque sentem que entre si há mais do que uma amizade, há amor e paixão.

Quando o casal começa a falhar

Se a relação de casal começa a falhar depois de ter filhos, é preciso buscar soluções. A família é um projeto conjunto e é necessário ser conscientes de que ser pais é tarefa de duas pessoas.

Depois de ter um filho, pode ocorrer que a satisfação conjugal diminua. Isso pode afetar negativamente os pais, mas também pode afetar emocionalmente as crianças.

Por outro lado, também é preciso olhar o outro lado da moeda. Também há casais que, depois de se tornarem pais, continuam sendo fortes, continuam unidos e, ainda mais, também podem ser felizes com seus filhos.

Então, o que está acontecendo? Por que há famílias em que os pais sofrem como casal e em consequência as crianças também? É preciso contemplar alguns ingredientes para ser um casal e uma família felizes.

cuidar da relação

Como cuidar da relação sendo pais?

Ser conscientes das dificuldades

É verdade que existem certas etapas da criação mais difícil que outras, como por exemplo quando o filho é recém-nascido e não dorme bem.

Se dorme mal e não se buscam soluções para ficar melhor emocionalmente, o casal pode sofrer as consequências.

É por isso que se uma etapa é mais difícil que outra, em vez de brigar, o casal deve buscar soluções, como dormir em turnos.

Tomar boas decisões

O segredo para a satisfação conjugal reside em como os casais gerenciam o processo de tomada de decisões.

Não é se os casais têm problemas ou não…. Porque problemas todos têm!

Mas quando aparecem as crianças na vida, há mais problemas e mais diferenças de opinião.

Assim, é necessário que o casal saiba cooperar e ter respeito mútuo para não romper a relação.

Não buscar culpados para os problemas

Também é importante que os casais conversem com respeito, sem buscar culpados para os problemas, e sim ser conscientes de que são uma equipe, que podem viver juntos buscando soluções para as adversidades que possam aparecer.

Se é preciso modificar algum comentário dito fora de hora, faça isso! Cuidar da relação é imprescindível para educar bem as crianças.

Buscar momentos a sós

Os casais precisam ter intimidade, mas nem sempre é possível no dia a dia.

Entretanto, é importante ser consciente disso e buscar um tempinho durante o dia para poder desfrutar da intimidade que um casal deve ter.

Buscar momentos de cumplicidade, de carícias, de abraços sinceros, de demonstrações de amor serve para cuidar da relação.

Além disso, as crianças devem ver como seus pais sabem ser uma boa equipe.

cuidar da relação

Cuidar o sexo

O sexo é um reflexo de como está o resto da relação. Se não há sexo, é possível que existam outros problemas por trás que estejam afetando esta área da vida em casal.

Talvez os problemas no trabalho, o cansaço, a falta de comunicação no casal, todas as responsabilidades, o pouco tempo para cuidar da relação romântica… tudo isso faz com que exista certa desmotivação sexual.

A frequência das relações sexuais diminui durante os primeiros meses da paternidade quando as mães estão especialmente esgotadas. Mas a vida sexual pode melhorar progressivamente.

Uma solução para que melhorem as relações sexuais é cada um fazer sua parte, levando em consideração o aspecto sexual e aproveitando os momentos íntimos.