Como decorar o quarto do bebê

18 Outubro, 2017

O quarto do bebê é um dos lugares mais importantes da casa. Nele a criança se sente segura e protegida, sem medo de que alguma coisa ruim possa acontecer. É um espaço único e mágico, no qual os adultos são apenas meros convidados.

Transformar um simples quarto em um lugar onírico e especial não é uma tarefa fácil. A maioria dos pais tem medo de, em uma tentativa de decorar o quarto, acabar se esquecendo da segurança da criança. As farpas, os cantos, e os parafusos soltos são uma verdadeira dor de cabeça para qualquer pai.

Felizmente, existem vários conselhos para nos orientar na hora de decorar o quarto do bebê. É possível criar um cantinho maravilhoso e, ao mesmo tempo, adequado às necessidades do nosso filho. 

O que o quarto do bebê precisa ter?

O berço

Obviamente o berço é o elemento principal do quarto do bebê. Cada pai e mãe podem escolher o modelo que mais se adequada às necessidades do seu filho, sem nunca se esquecer das grades de proteção.

É preciso também deixá-lo afastado de tomadas ou qualquer tipo de cabo.

Os tapetes

Para criar um clima caseiro e aconchegante no quarto os tapetes são essenciais. É recomendável que eles sejam de tecidos macios para que o bebê se sinta à vontade. Além do berço os tapetes são o lugar ideal para brincar e sentir-se livre, sem as restrições das grades.

Mobília versátil

Escolha móveis que possam se transformar em outros elementos. A criança vai crescer e não vai precisar mais de certos móveis, que ficarão obsoletos. É muito útil escolher móveis que possam ser usados para outros fins, como berços conversíveis ou pequenas estantes.

Procure por móveis multifuncionais, como os trocadores para bebês que podem servir tanto de armário para guardar as roupas, como de espaço para guardar os brinquedos do seu filho.

quarto do bebê

Lâmpadas e luzes adequadas

Uma iluminação adequada pode mudar por completo o estilo de um quarto. Instale lâmpadas de iluminação suave que favoreçam os momentos de descanso da criança. Aquelas de cores mais vivas podem distrair o bebê, impedindo que ela durma bem.

Também tente não usar luzes muito fortes, mas também não excessivamente fracas. Muitas crianças têm problemas para dormir, e uma luz de baixa intensidade é benéfica para que possam conciliar o sono.

Que gostoso é dormir tranquilamente enquanto ao longe as árvores balançam, e as águas seguem seu caminho!

–José Zorrilla–

Um espelho

Pode parecer um item banal, mas ter um espelho no quarto do bebê é essencial. Ele desempenha um papel fundamental na forma de a criança aprender a se familiarizar com seu próprio corpo. É melhor que seja um espelho de plástico para evitar possíveis acidentes imprevistos.

Se estiver pendurado na parede e à uma altura adequada não há motivos para causar problemas. Se, pelo contrário, for um espelho que fica perto do chão, o melhor é não deixar o bebê sozinho no quarto, e sempre esteja presente quando seu filho for brincar no chão.

Um sofá para os pais

Esse quarto não será utilizado apenas pela criança. Os pais também vão passar grande parte do seu tempo nele, dando de comer ao bebê, fazendo-o dormir, e cuidando dele. Um sofá ao lado do berço proporciona momentos de relaxamento, onde os pais podem ficar junto com o recém-nascido e também tirar um cochilo, ler, ou até mesmo trabalhar. 

Já que são os pais que vão usar o sofá, é essencial que ele seja confortável.

Os brinquedos

Para as crianças pequenas os móbiles são a melhor opção. Eles são pendurados em cima do berço e giram em volta de si mesmos, divertindo o bebê. Existem inúmeros modelos diferentes, a grande maioria com imagens de animais ou de objetos que chamam a atenção das crianças. 

quarto do bebê

Os bichinhos de pelúcia também são recomendados nessa idade. São macios, seguros, e o bebê pode brincar com eles tanto dentro como fora do berço. Em relação aos brinquedos mais duros ou que tenham peças pequenas, é melhor guardá-los para mais tarde.

Babá eletrônica

Se o quarto dos pais não for perto do quarto do bebê é necessário ter uma babá eletrônica. Um dos transmissores deve ser colocado no quarto do bebê e o outro no dos pais, que serão avisados quando o bebê chorar.

É necessário que o do quarto do bebê fique perto do berço e que ambos sejam verificados de vez em quando, pois podem ficar sem bateria ou estragar.