Como educar as crianças contra o racismo e a discriminação?

Educar as crianças contra o racismo e a discriminação é essencial para evitar consequências sociais negativas no futuro.
Como educar as crianças contra o racismo e a discriminação?

Última atualização: 28 Dezembro, 2021

Infelizmente, vivemos em uma sociedade onde o racismo e a discriminação ainda estão presentes. Mas se todos nós fizermos a nossa parte e educarmos as crianças desde cedo, nas gerações futuras isso não será mais um problema social.

As crianças podem internalizar preconceitos em relação a outras pessoas através do que veem e ouvem das pessoas ao seu redor. Portanto, como pais, devemos ser um bom exemplo para elas e tratar todas as pessoas com o mesmo respeito.

É fundamental que as crianças cresçam com bons valores, como tolerância, inclusão e igualdade. Todos eles são essenciais em nossa sociedade.

Eduque as crianças para que não pratiquem o racismo e a discriminação

Isso é algo que não se aprende da noite para o dia e deve ser sempre trabalhado, com constância e coerência entre o que dizemos e o que fazemos. Ou seja, devemos tratar os outros com respeito por suas diferenças e idiossincrasias. Vamos ver como fazer isso.

1. Seja o melhor exemplo

Seus filhos percebem tudo o que você faz e diz, por isso farão o que aprenderem em casa. Eles vão crescer com os valores que você lhes transmitir, e você será a maior influência em suas vidas. Nesse sentido, sua atitude para com os outros será fundamental para que eles aprendam a ser tolerantes com os outros.

Sempre mostre o máximo respeito pelas outras pessoas, independentemente de sua origem, língua, cor de pele, cultura ou forma de pensar. O respeito por todos e a defesa contra o racismo é a melhor solução para esse problema.

2. Ter amigos de diferentes culturas

Amigos de diferentes culturas.

Se você tem amigos de culturas diferentes, seus filhos verão como normal aceitar outras pessoas diferentes deles. No futuro não fecharão as portas para pessoas de outras culturas e compreenderão mais formas de ver e sentir o mundo. Assim, eles terão experiências multiculturais e serão mais tolerantes com os outros.

3. Viajar em família

Viajar em família é a melhor maneira de ver o mundo e saber como os outros vivem. As crianças acreditam que todos agem e pensam como elas, mas nada poderia estar mais longe da verdade.

Elas devem poder conhecer e compreender outras culturas para minimizar os preconceitos que ainda vivem em nossa sociedade. Assim, compreenderão que todos somos seres humanos, com sentimentos, medos e experiências semelhantes.

4. Eduque em bons valores

A educação no lar é essencial para garantir que as crianças aceitem a igualdade de oportunidades e a inclusão, dois aspectos necessários para viver em uma sociedade coesa, respeitosa e que vive em paz e harmonia.

Para isso, é necessário ensinar às crianças que a vida é como uma escada: existem aqueles que estão acima de nós e outros abaixo de nós. Ninguém é melhor ou pior do que ninguém, só que cada um vive em um contexto diferente no presente.

Outro aspecto fundamental para que elas internalizem esse aprendizado é manter uma atitude coerente com tudo o que estamos expressando aqui. Pense que seus filhos percebem tudo, mesmo que você não perceba.

Enfim, para educar com inclusão é preciso criar filhos abertos ao mundo e, acima de tudo, assertivos. Dessa forma, eles serão capazes de expressar suas ideias e sentimentos sem ofender ou magoar emocionalmente os outros.

Atenção com o que você diz e faz

Racismo na escola.

Preste atenção ao seu vocabulário e sempre use palavras inclusivas que não discriminem os outros. Deixe claro para seus filhos que a cor da pele, cultura ou origem não nos definem como pessoas.

A diversidade cultural é maravilhosa, porque é isso que nos torna uma sociedade tão rica e cheia de aprendizagens.

Pode interessar a você...
UglyDolls: um filme sobre aceitação e diversidade
Sou Mamãe
Leia em Sou Mamãe
UglyDolls: um filme sobre aceitação e diversidade

O que você está esperando para ver UglyDolls com seus filhos? É um filme maravilhoso e cheio de ensinamentos que seus filhos não podem perder.